janeiro 22, 2015

[Resenha] Renascer de um Outono – Samanta Holtz

A vida aos dezoito anos está muito diferente do que Anna Hills havia sonhado. Sozinha em uma cidade estranha, reprovada no vestibular e demitida do emprego, ela enfrenta a difícil batalha para superar o desânimo e ir em busca de um lugar no mundo que possa chamar de seu. Determinada a deixar os fracassos para trás, Anna descobre nos classificados a vaga para baby sitter de uma garotinha que vive com o tio. No entanto, ela não imagina que aquele pequeno anúncio de jornal se tornará o passaporte para as maiores emoções da sua vida, colocando-a face a face com mudanças, escolhas e com John, o rapaz que amava em segredo desde a infância, em um encontro que os levará a desvendar o verdadeiro sentido do amor, da vida e da importância de fazer cada instante vivido valer a pena. Em uma tortuosa e apaixonante jornada, Anna descobrirá a força de uma grande amizade, a dificuldade de se conquistar o coração de uma criança e, acima de tudo, o poder transformador do amor, naquele que será o melhor e o pior outono da sua vida.

Romance
Contemporâneo
| 368 Páginas |
Cortesia
Novo Século| Skoob |
Compare & Compre| Classificação: 5/5

Renascer de um Outono é uma
bela e tocante história sobre recomeços. Ao falar de amor, perdão, morte e
superação, a autora da vida a uma trama repleta de emoção e simbolismo. E,
exatamente por isso, o que mais me surpreendeu na narrativa foi a riqueza das mensagens
transmitidas por ela. Anna é uma jovem de dezoito anos que tinha a vida perfeitamente
planejada, contudo o destino a levou por outros caminhos, reservando para ela
dolorosas perdas, experiências inesquecíveis, e amores incondicionais. O fato é
que, por meio das palavras da
Samanta Holtz refletimos
sobre a vida, que em muitos momentos é espinhosa e dolorosa, mas que em outros
é alegre o suficiente para nos impulsionar a seguir a diante, a ter fé no
futuro e no renascer das estações. 

Se o meu
presente está tão longe de como eu costumava imaginá-lo, quem garante que serei
capaz de construir o futuro com o qual sonho?

Anna quer cursar medicina
veterinária e, para realizar seu sonho, saiu da casa dos pais e foi morar
sozinha em uma cidade maior. Entretanto, essa decisão não foi motivada apenas
pelo sonho profissional; após a perda da mãe a jovem decidiu que precisava se
distanciar da família, fugindo da dor o do vazio de não ter mais a sua companhia.
O problema é que Anna, assim como qualquer um de nós, carrega sua dor para onde
for, e para ela é ainda pior por estar afastada daqueles que ama e rodeada de pessoas
amargas e egoístas. Mais solitária e angustiada do que antes, Anna, em um voto
de fé, pede ajuda a mãe que – como a brisa do vento que sempre acompanha a
jovem – escuta o apelo e transforma o rumo da vida de sua filha. No final mudar
de cidade fez diferença, mas só porque Anna foi capaz de abrir seu coração, se
deixar curar, e aprender a encontrar a felicidade nas pequenas experiências da
vida.


O mais bonito nessa história é,
sem dúvida, o processo de amadurecimento da protagonista. Aos dezoito anos é
impossível desvendar os segredos da vida, portanto Anna segue seu caminho,
aprendendo com seus erros, não desistindo dos seus sonhos, e tendo fé do amor
de Deus. A força da fé de Anna é tamanha que em alguns momentos eu duvidei da legitimidade
de sua bondade. Ela é uma jovem tão sábia e dona de um coração tão grande que, em
boa parte do tempo, não soube lidar com a pureza de sua personalidade. Mas, de
qualquer forma, foi fácil me envolver com sua história. Eu chorei, aprendi, e
me surpreendi da mesma forma que a personagem. Outro ponto que me cativou foi o
enlace familiar criado pela autora. Tanto a mocinha quanto o mocinho carregam uma
densa história de doação e amor familiar, de forma que ambos aprendem muito ao
lado de seus parentes mais próximos – fato me marcou bastante, principalmente
ao ver a relação da Anna com seu pai. Além disso, uma das grandes surpresas da
leitura foi o romance. Desde o começo eu imaginava um final, entretanto ele se
concretizou da forma mais tortuosa e dolorosa possível. Foi real, inesperado, impensável
e emocionante. Adorei o casal desde o primeiro instante!

Porque parece que o amor nunca vem sozinho, ele sempre traz
uma carga de chateações e tristezas, e não se apaixonar se torna uma forma
segura de não correr o risco de sofrer.


Em linhas gerais a narrativa é
incrivelmente envolvente, surpreendente à sua maneira, e repleta de mensagens
de reflexão. Para alguns pode ser clichê, mas para mim foi uma leitura prazerosa
e tocante. Como disse anteriormente, o foco do livro são os recomeços, portanto
é exatamente sobre isso que lemos e, principalmente, com isso que aprendemos.
Livro lindo; espero ter a oportunidade de ler mais obras da autora que, sem um
pingo de dúvida, ganhou uma nova fã.

Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

27 Comentários

  • Anne Viana
    05 fevereiro, 2015

    Que estória lindaaa..já fiquei encantada *-* e sem pensar duas vezes já vai pra minha listinha de desejados 🙂
    Amei essa capa <3

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

  • nathalia silva
    31 janeiro, 2015

    Acho esse processo de amadurecimento da personagem um ponto positivo da trama, não que eu tenha lido o livro, mais só de saber sobre isso, já estou curiosa em relação ao livro. É tão bom quando descobrimos as coisas como os personagens.

    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

  • mirian kelly
    31 janeiro, 2015

    Gostei dessa historia! A capa é muito fofa, e creio que eu ia amar ler.

  • Dryh Meira
    29 janeiro, 2015

    Oiee Pah ^^
    Quero muuito ler esse livro ♥ Até agora só li Quero ser Beth Levitt, mas já amo a escrita da Samanta e sei que vou amar Renascer de um Outono. Tive a sorte de conhecer a autora quando ela veio participar de um evento aqui perto♥

  • Gabriela Florenço da Silva
    27 janeiro, 2015

    Mds parece um livro muito perfeiro sem contar que a capa é uma fofura kkk bjs

  • Viagem Literária
    27 janeiro, 2015

    Fiquei muito interessada na história, gosto de livros que me faz refletir e esse livro aparenta ter uma ótima história. http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2015/01/cartas-na-rua.html

  • Dilza Sousa
    27 janeiro, 2015

    Fiquei interessada nesse livro pelo fato da protagonista amadurecer ao longo da história e ter fé em Deus, pois me identificaria com ela por também ter.
    Ótima resenha! Bjs, Pah <3

  • Amália Teles Machado
    26 janeiro, 2015

    Pah, esse livro me chamou atenção pela capa e depois que li a sinopse dele acabei comprando. Agora que li sua resenha estou muito ansiosa para lê-lo, não vejo a hora de chegar. Espero que ele possa me emocionar tanto quanto emocionou você.

  • Estante Diagonal
    25 janeiro, 2015

    Pah já tinha lido várias resenhas da autora, e ela está na minha lista de leitura de 2015! Espero conhecer e amar!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  • Renata Leal
    25 janeiro, 2015

    Oi Pah!
    Quando bati o olho na capa desse livro, já me encantei. Tem cara de ser um livro completamente emocionante, tocante e romântico. Eu estava procurando uma leitura como essa e, principalmente, que falasse na fé e no amor em Deus. E mais. Eu amo livros clichês!
    Amei!
    Beijos <3

  • Angela Graziela
    25 janeiro, 2015

    Eu também sou uma pessoa que ama livros clichês
    Gostei bastante da proposta desse livro e a resenha ficou muito boa

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

  • Anônimo
    24 janeiro, 2015

    Preciso ler, com certeza e logo. Sou apaixonada por esse tipo de história, tenha uma ótima tarde!

    hojeediadelivro.blogspot.com.br

  • Samanta Holtz
    24 janeiro, 2015

    Querida Pah,

    Que resenha linda!!! Amei ler sua opinião sobre Renascer de um Outono, obrigada por dividir aqui no blog com seus leitores <3

    Vi que você captou bem o desenrolar da história e se deixou tocar pelas emoções embutidas nas entrelinhas… como autora, é maravilhoso sempre que isso acontece! Como é bom quando as minhas palavras encontram o caminho até o coração do leitor, como aconteceu com você 🙂

    Beijo enorme,
    Sam

  • Oliveira
    24 janeiro, 2015

    Quem não tem recomeços, e finais… e que bom ter a chance de recomeçar é sinal que o fim não chegou. Amei a forma que explicou sobre o livro e essa capa me conquistou por completo, amo as cores do outono!

  • Nessa
    23 janeiro, 2015

    Oi Pah

    Eu não havia lido nada da autora até ler este livro, e depois que eu o li virei fã dela e já estou com os outros dois livros dela aqui para ler.
    Este livro me emocionou, e fazia tempos que uma história fazia não eu chorar, amei.

    Beijos

  • Anônimo
    23 janeiro, 2015

    Eu amo a Samanta Holtz.. Esse na verdade foi o primeiro livro que ela escreveu. Quero ser Beth Levitt e O pássaro são mais lindos ainda. O pássaro é romence histórico vc vai amar. Danielle Peçanha
    http://www.facebook.com/minhasresenhasdp

  • Lost Words
    23 janeiro, 2015

    Adorei a resenha e fiquei com gostinho de quero mais kkkk super afim de ler esse livro, e vamos combinar que essa capa é muito linda.
    Adoro livros assim, e pelo jeito passa uma mensagem muito bonita de nunca desistir dos nossos sonhos e do que realmente queremos, e adoro quando a personagem amadurece no decorrer da história, vou colocar esse livro na minha lista já ;), Beijos Lost Words

  • Evellyn Mendonça
    23 janeiro, 2015

    Oi Pah,
    Quero muito ler esse livro depois de ler sua resenha, parece ser um livro emocionante. Da Samanta estou louca para ler "Quero ser Beth Levitt" que parece ser muito bom.
    Bjs.

  • Desbravadores de Livros
    23 janeiro, 2015

    Olá, Paola. Tudo bem?
    Não conhecia a fundo o livro, mas a sua resenha me deu uma baita vontade de lê-lo. Adoro livros que tratam do amadurecimento pessoal e psicológico do protagonista, pois me faz ver o livro "andar".
    Excelente dica. Anotadíssima.

    M&N | Desbrava(dores) de livros – Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

  • Tamires Pedroso
    23 janeiro, 2015

    Linda Resenha, não conhecia essa autora e fiquei orgulhosa por ela ser Brasileira..
    A história pareceu ser incrível, pois além da perda da mãe precocemente ela com 18 anos e com o objetivo de cursar uma faculdade se distância da família para buscar o recomeço, confesso que achei a personagem muito forte, pois se eu estivesse no lugar dela acho que não teria essa força toda, gostei com certeza vai ser um livro que irei ler este ano..

  • RUDYNALVA
    23 janeiro, 2015

    Pah!
    Os nossos autores nacionais não ficam a dever em nada aos estrangeiros.
    O livro parece envolvente e Anna me pareceu terna e ingênua, bom saber que ela amadurece no decorrer do enredo e aprende a superar e mudar de vida.
    cheirinhos
    Rudy

  • Leticia
    22 janeiro, 2015

    Ahh sempre quis ler os livros de Samanta, mas ainda não tive oportunidade.
    Eu quase comprei esse livro na Bienal, mas acabei não levando.
    O que sinto nas resenha, é que a autora tem uma narrativa muito doce e os livros dela são muito românticos. Por isso, quero tanto ler.
    Linda, linda, sua resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

  • Fernanda Gomes
    22 janeiro, 2015

    Nossa linda resenha!!! Ultimamente eu não tenho lido muitos livros com histórias tocantes e de lições de vida!!! Acho que esse é um bom livro pra começar!!!
    Super beijoo'

    http://fernandaconversandosobretudo.blogspot.com.br

  • Paula de Franco
    22 janeiro, 2015

    Oi, Paola.

    Tive o prazer de conhecer a Samantha na Bienal de Minas do ano passado. Uma autora super atenciosa com seus fãs. No momento eu acabei comprando Beth Levitt e O Pássaro, mas não comprei Renascer de um outono e me arrependi depois de ter lido a sua resenha. Parece uma história muito tocante, eu tenho um apego muito grande com minha família e sofro só de pensar o dia que perderei algum deles. Acho que vou curtir demais essa leitura. >.<

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Instagram

  • Suzane Cruz
    22 janeiro, 2015

    Que incrível saber que gostou da história da Sam. Sou uma das participantes do FC Loucos por Samanta Holtz e me deixa extremamente feliz que e tornou fã dela também. O livro é maravilhoso, traz um ensinamento enorme de fé e amor, de perceber que as coisas nem sempre saem como planejadas mas isso não quer dizer que não foram boas de alguma forma. Eu ri, chorei, me emocionei, suspirei e amei junto com Ana. A Samanta tem esse poder emocional sobre nós. Incrível. E eu amei a resenha, parabéns.

  • Mato por Livros
    22 janeiro, 2015

    OMG

    Pah que resenha. Como sempre você escreve divinamente, suas palavras são praticamente poesias. Sempre amei sua escrita. E ver um dos meus livros queridos resenhado com tamanha emoção, com tão bela descrição, me deixou muito, mas muito feliz.

    Que bom que gostou da leitura e que a Sam ganhou mais uma fã. Você irá ama-la. Ela é incrível, uma pessoa com uma luz mágica, muito amor no coração e bondade no olhar. Sou uma fã incondicional, você já percebeu rs. Mas conhecer suas histórias foi mágico e conhecer a Sam então foi um presente dos céus. Não só a Sam, espero que tenha oportunidade de conhecê-la e junto com ela vem o "pacote" rs lindo que é sua família. Que se torna nossa família, é lindo de se ver e sentir rs.

    Aiiii nem sei qual te indicar, mas como você leu Renascer que é um livro mais intenso e que nos causa tamanho impacto, quando for ler o próximo, eu indicaria Quero Ser Beth Levitt, a escrita tocante será a mesma, mas é uma história mais "conto de fadas", mas com uma personagem que me marcou demais.

    Bem mais uma vez obrigada por todo seu carinho e toda sua atenção. Você é uma pessoa e blogueira incrível. Te admiro sempre mais e mais.

    Um beijo enorme Fer

  • BiaRoz
    22 janeiro, 2015

    Eu amo histórias de superação e recomeços. Temas que envolvam amizade, família e amor ainda mais. Samantha sempre nos surpreende com sua escrita fácil e mensagens que nos levam a refletir. Esse livro dela eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas acabou de subir para o topo da minha lista.