fevereiro 20, 2015

[Resenha] Para onde ela Foi – Gayle Forman

Para
Onde Ela Foi – Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero
tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero
atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em
continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu
não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado. Com a mesma força
dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o
desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Jovem Adulto Maduro | 219 Páginas
| Cortesia
Novo Conceito| Skoob |
Compare & Compre
|
Classificação: 5/5
Para onde ela foi é uma leitura ainda mais devastadora do que a
do seu antecessor, Se eu Ficar. Com
as emoções à flor da pele, portanto com uma narrativa sensível e real, Adam
descreve o quão despedaçado está desde o acidente que mudou completamente a sua
vida. Foi Mia, sua namorada do colégio, que perdeu mais do que podia suportar,
entretanto Adam também sofreu as consequências dessa tragédia e hoje, afogado em
um poço de amargura e solidão, não sabe o que fazer para aliviar a dor que
sufoca seu coração. Três anos se passaram; nesse período Adam largou a banda,
voltou para a banda, explodiu nas paradas de sucesso, virou uma estrela do
rock, passou a tomar remédios de ansiedade, se afastou de amigos e familiares, desenvolveu
problemas sérios para dormir e, a cada novo dia, deixou a dor da perda parecer
mais viva. Ele está desmoronando, vivendo como um espectro do que já foi, torturando-se
com os fantasmas do passado. Por esse motivo o livro é, antes de qualquer
coisa, um relato sobre dor, solidão, depressão e medo – medo de nunca mais amar
ou de ser amado.

Sua voz me traz de volta à realidade. De volta à realidade do passado de
três anos. Há tantas coisas que precisam ser ditas. Para onde você foi? Pensou
alguma vez em mim? Você me arruinou. Você está bem? Mas, claro, não posso dizer
nada disso.

Da mesma forma que o primeiro livro da saga, Para onde ela foi é narrado em primeira
pessoa (só que dessa vez pelo Adam), descreve o presente em um pequeno espaço
de tempo (pouco mais de um dia), e relata algumas das memórias mais importantes
do personagem, intercalando os capítulos entre presente e passado. Além disso,
a autora usa como artifício linguístico citações musicais, expondo trechos das
músicas escritas por Adam, canções que descrevem como ele se sentiu ao longo
desses últimos três anos. Desta maneira, a leitura é fluída, instigante e –
graças à personalidade conturbada do protagonista – emocionante. Enquanto em Se eu Ficar (sob a ótica de Mia) a
leitura é objetiva e pouco dramática, em Para
onde ela foi
(pela perspectiva de Adam) a condução da história é
dolorosamente sentimental, até porque o protagonista não tem aspiração nenhuma de
fingir ser forte. E eu, claro, amei isso.
Eu sempre gostei do Adam, mas confesso que até
ler esse livro eu não o via como um personagem tão intenso. Ao acompanhar sua
história percebi que ele sempre se cobrou e se entregou demais, característica
que faz dele alguém adepto a se sacrificar pelo próximo – por sinal, motivo pelo
qual ele encontra-se tão solitário e perdido.
É doloroso vê-lo sem esperança, sem perspectiva
para o futuro, e sem paixão alguma pela vida, pelo próximo e até mesmo pela
música. Se o primeiro livro me arrancou poucas lágrimas, esse me levou a um
choro compulsivo de dor e compreensão. – E sim, sei que sou suspeita por ser
uma manteiga derretida… Porém, o fato é que não parece, mas Adam também
perdeu tudo o que mais amava. Apaixonei-me completamente por esse personagem. Definitivamente
gosto de protagonistas sinceramente quebrados.

Em linhas gerais, a trama é comovente, real e
reflexiva. Antes de ler a obra duvidei de sua necessidade, contudo agora
entendo que ela reflete o pós-tragédia, aquele momento em que tudo sai do lugar
e que demora anos – ás vezes uma vida toda – para ser reorganizado. Amei esse
livro mais do que o primeiro, e ao vê-los como leituras complementares, como um
par mais que perfeito, devo dizer que as indico de olhos fechados. Leia e
deixe-se apaixonar. Não tenho dúvidas de que valerá a pena.
• Sobre a Série •

Para onde ela Foi é o segundo volume de uma duologia composta
pelos livros: Se eu Ficar e Para onde ela foi.
Beijos,

Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

23 Comentários

  • Rebecca Martins
    31 março, 2015

    Oi Pah!
    Amei sua resenha, ainda não li Se eu Ficar, mas tenho muita vontade de ler.

  • Rafaella Abreu
    02 março, 2015

    AMEI esse livro! Mais ate do que o primeiro, fiquei bem feliz com o desfecho da história e como ele explica e complementa bem Se Eu Ficar!

  • Thamires Menezes
    02 março, 2015

    Não li o primeiro, mas com essa resenha do segundo livro fiquei curiosa.

    Achei interessante mostrar Adam depois de tudo o que aconteceu, como ele está depois da separação.
    Gostei do Adam, um personagem que já sofreu muito, por isso está assim agora.

    Adoro ler drama, esse parece ser muito bom. É sempre bom conhecer os dois personagens direito.

  • Náaa
    01 março, 2015

    Me envolvi muito mais com essa história, chorei muito mais, sorri e senti mais. Inevitavelmente gostei muito mais do segundo livro. Lindo, lindo e lindo! Belissima resenha, no mais deixo registrada minha admiração pelo seu blog que me ajuda a comprar os próximos itens da minha estante.

  • Planet Pink
    27 fevereiro, 2015

    Oi Pah.
    Você só me deixou com mais vontade de ler esses livros e ainda ver o primeiro filme *-*
    Ficaram lindas suas fotos, continue as postando sempre nas resenhas.

    Beijos

  • Yasmine Castro
    26 fevereiro, 2015

    Ganhei esse livro de um sorteio de um blog, e estou loooooouca para ler, faz tempo que eu quero ler Se Eu ficar, mas quando eu comprei o livro presenteei uma amiga. Agora estou com o segundo e comecei a ler ele assim mesmo, mas me parei, eu nem sequer assisti ao filme. Espero comprar Se Eu Ficar em breve. E de acordo com sua resenha eu fiquei mais ansiosa ainda para ler sobre os pensamentos do Adam, eu gosto muito de quando os personagens masculinos demonstram seus sentimentos.

  • Raynara Soares
    25 fevereiro, 2015

    Ooi, tudo bem?
    Ano passado li o "Se eu ficar" e no final do livro fiquei muito chatiada e curiosa, pois quem leu sabe o que acontece. Agora que lanço "Para onde ela foi" quero muito poder ler o mais rapido possivel. E pela sua resenha parece que é perfeito.
    Beijos

  • Bruna Costabeber
    25 fevereiro, 2015

    Olá Pah,
    Acho que partilhamos da opinião que o segundo livro é melhor que o primeiro. Mas, diferente de você, não amei nenhum dos livros. Achei Se eu Ficar dramático e depressivo, pensei que ele tinha apenas a função de me fazer chorar e achei Para onde Ela Foi incrível, pois ver o sofrimento existente do Adam foi incrível.
    Não favoritei nenhum dos dois livros, mas gostei de como a série tomou o rumo e tenho vontade de ler outros livros da autora.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

  • Anna Carolina Costa
    24 fevereiro, 2015

    Eu ainda não li o primeiro livro, e nem vi o filme. Não sei, tem alguma coisa dentro de mim que fica com receio quando todo mundo está falando daquela história sabe? Sempre espero a 'poeira' abaixar para ver do que se trata. rs
    A história desses livros parece ser bem dramática. (Só de ver você comentar o modo como chorou, dá para ter uma ideia. rs Eu também sou manteiga derretida!)
    Talvez eu dê uma chance ainda este ano. rs Será que terá filme deste também? Provavelmente né?
    Beijos,
    Carol

  • Evellyn Mendonça
    23 fevereiro, 2015

    Oi Pah,
    Ganhei de presente de natal Se eu ficar li e amei, estou louca para ler Para onde ela foi principalmente depois de ler sua resenha, planejo lê-lo logo.
    Bjs.

  • Hellen Buckel
    23 fevereiro, 2015

    Eu li os dois livros da série e confesso que não gostei muito… Apesar de ter mudado as perspectivas dos personagens (Adam e Mia) a forma como foi "escrita" o livro não difere.
    Eu achava que o segundo seria escrito de um jeito diferente, mas, acabou sendo da mesma forma que o primeiro…
    E para mim isso, me deixou um pouco a desejar pela leitura, afinal, varias partes do primeiro livro eu ficava meio confusa, além da má construção de frases em algumas ocasioes do segundo livro…
    Então, ja olhando pela minha opinião, não gostei muito
    A historia é boa, mas eu acho que deveria ter sido mais formulada…
    Sei lá.

  • Jane
    23 fevereiro, 2015

    Oi Paola,
    Eu achei a historia comovente de se eu ficar, acabei dando de presente pra minha mãe, mas ela nao gostou, fiquei desmotivada pra ler, e a continuação então… Vc acha qual dos dois livros o melhor?

  • Lucas Kammer Orsi
    23 fevereiro, 2015

    Oi Pah,

    Li os dois livros e sou totalmente a favor de sua opinião. Para Onde ela foi se mostrou muito mais profundo e repleto de sentimentos contraditórios que Se eu ficar. A história fez muito mais sentido para mim. Confesso que Gayle Forman ganhou meu coração total quando li Apenas um dia. Esse sim se tornou meu favorito, sem sombra de dúvidas. Todos os momentos, todas as angústias e dúvidas da protagonista me arrebataram de tal maneira que o li praticamente em um dia. Não sei se você já leu, mas assim que tiver oportunidade, leia.

    Beijos,
    Lucas
    ondeviveafantasia.blogspot.com.br

  • Mato por Livros
    22 fevereiro, 2015

    Oi Pah.

    Nossa como sempre suas resenhas nos emocionando e claro fazendo com que ansiemos pela leitura. Eu ainda não li o primeiro, mas cometi o erro de ver o filme e infelizmente só gostei, não senti muita coisa com o filme.

    Mas agora lendo sua resenha, vou ler o primeiro (que ficou abandonado na estante rs) e tratar de ler o segundo, pois realmente parece ser muito lindo.

    Beijosss

    Fer

  • RUDYNALVA
    22 fevereiro, 2015

    Pah!
    Confesso que gostei mais desse do que o anterior.
    A visão de Adam é bem mais intensa e passamos a ver um lado dele diferente do que no livro anterior.
    Um livro muito interessante!
    Que o final de semana seja carregadinho de muita tranqüilidade!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

  • Rayme
    21 fevereiro, 2015

    Oi Pah,
    confesso que li o primeiro livro e não gostei muito não. mas gostei do adam desde o primeiro, e acho que neste segundo livro ele vai me fazer ficar mais apaixonada ainda, já que, como você disse, ele vai se mostrar um cara mais intenso né…
    estou bem curiosa para ler ele, e espero conseguir ler logo!!! 😀

  • Talita Oliveira
    21 fevereiro, 2015

    Comecei a ler o Se eu ficar, tô gostando bastante, espero gostar do Para onde ela foi. Acho que eu vou gostar muito do Adam também! Amei a resenha! Beijos! 😉

  • Jade Passos
    21 fevereiro, 2015

    Eu chorei muito lendo essse livro, na minha opiniao foi melhor do que o primeiro.. me apaixonei pelo Adam e por tudo que ele perdeu e sofreu depois de acidente. Odiei um pouco a Mia no comeco mas depois eu entendi o que aconteceu depois de Se eu ficar..

  • Anônimo
    20 fevereiro, 2015

    As pessoas me falaram que este livro era ruim, desnecessário, mas sua resenha despertou em mim um insaciável desejo de lê-lo. Deve ser incrível toda a dramaticidade somada com letras de músicas, e escrita pela querida autora, Gayle. Agora vou ficar pensando se devo ou não comprá-lo, mesmo tendo outros na minha lista de espera. Duvida cruel.

  • Leticia
    20 fevereiro, 2015

    Oi Pah…
    Tive muita vontade de ler a duologia quando lançado, mas depois acabei perdendo um pouco.
    Apesar das resenhas positivas, apesar de ter muitas negativas, eu não me animo mais a ler. Acho que foi porque também já vi o filme, e achei lindo.
    Mas que bom que gostou do segundo também. Deve ser legal ver as coisas pela visão do Adam.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br