[Resenha] Apenas um Dia – Gayle Forman

Apenas um Dia - A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida. Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.
New Adult | 384 Páginas | Cortesia Novo Conceito| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 5/5
A cada livro da Gayle Forman que leio me surpreendo com seu talento e me apaixono ainda mais por sua escrita. Com um jeito fluído e envolvente, que abocanha e envolve completamente o leitor, a autora descreve com maestria o cotidiano e as dúvidas que assombram o público jovem adulto. Faculdade, cobrança familiar, futuro profissional, insegurança e amor à primeira vista são apenas alguns dos temas trabalhados pela autora. Afinal, suas obras nunca são rasas e superficiais, e mesmo uma história com enfoque em um romance de um dia traz muito mais do que a descrição de uma paixão momentânea. E foi exatamente por isso que adorei a leitura de Apenas um dia, pelo fato da história ir além do romance, por debater sobre as incertezas do futuro e do autodescobrimento tipicamente juvenil, e por gerar inúmeras emoções e reflexões.
A obra começa com a descrição do tour de Allyson pela Europa, viagem que – após concluir o ensino médio – a jovem ganhou dos pais. A excursão é organizada por uma empresa especializada em levar jovens para a Europa, portanto Allyson segue por alguns dos lugares mais bonitos do mundo ao lado de várias pessoas da sua idade, uma turma que não poderia ser mais diferente do que ela. Allyson não bebe, não gosta de festas, é completamente organizada e tem pavor a decisões impulsivas. A viagem está prestes a terminar e ela sente que não a aproveitou como deveria. Contudo, quando ela conhece Willem, um jovem dramaturgo apaixonando por Shakespeare, tudo muda. Em um único dia ela descobre uma nova faceta de sua personalidade, encontrando em Willem tudo o que mais precisava: alguém capaz de incentivá-la a ser quem ela realmente quer. Em um dia proibido em Paris os dois aprendem mais sobre si mesmos, sobre o que desejam para o futuro e, principalmente, sobre os verdadeiros valores da vida. Mas será que um único dia é capaz de mudar totalmente o rumo de suas vidas? 
Parte de mim sabe que mais um dia não servirá para nada além de postergar o coração partido. Mas outra parte de mim pensa diferente. Nascemos em um dia. Morremos em um dia. Podemos mudar em um dia. E podemos nos apaixonar em um dia. Qualquer coisa pode acontecer em apenas um dia.
Ao contrário do que parece Apenas um dia é um livro que narra um longo período de tempo. Após a ida de Allyson para Paris (que é uma viagem incrível em romance, diversão, entrega e descrição de cenários mais do que perfeitos), a obra caminha para a construção do futuro dessa jovem. Depois de tudo o que aprendeu na França ela muda, a cada novo dia indo de encontro com seus sonhos e desejos mais íntimos. Trata-se realmente de um período de amadurecimento, onde Allyson vai ter que aprender a confiar nas pessoas, a descobrir quem são seus verdadeiros amigos, e a seguir os impulsos de seu coração. Antes da viagem seus pais ditavam sua vida, agora ela quer assumir o controle do seu futuro, processo que é árduo mas valioso. Foi fácil compreender os medos da protagonista, até porque eu me vi nela, portanto mesmo que suas inseguranças tenham me incomodaram um pouco, compreendi que elas foram necessárias para dar mais valor ao processo de amadurecimento pelo qual ela passa. É como se estivéssemos acompanhando cada passo que ela faz rumo ao autodescobrimento. Ela é jovem, tem dúvidas e inseguranças, mas aprende valiosas lições. E eu adorei muito isso!
Então alguém apareceu e me mostrou que havia uma porta no quarto. Uma porta que eu nunca vira antes. E ele a abriu para mim. Segurou minha mão enquanto eu a atravessava. E, durante um dia perfeito, fiquei do outro lado. Estava em outro lugar. Era outra pessoa.
É claro que além da descrição de viagens perfeitas (que nos fazem querer pegar um avião imediatamente) e do processo de amadurecimento da protagonista, temos também o desenrolar de um belo romance. O encontro do casal faz parecer tudo muito irreal e improvável, mas o passar do tempo vai provar a intensidade desse encontro. Não nego que uma parte racional me faz questionar as decisões dos protagonistas, até porque o quão aceitável é viajar com alguém que você acabou de conhecer? Porém, é impossível não se deixar apaixonar por esses dois jovens, pelas viagens que eles fazem juntos e pelos segredos que desvendam. A paixão possui um toque acentuado de romantismo e fantasia, contudo o tempo dá veracidade ao sentimento, encantando o tocando o coração do leitor. No final estava completamente envolvida com os dois e com a história de amor que eles construíram. 
Definitivamente adorei a leitura de Apenas um dia. As reflexões, o amadurecimento da protagonista e seus empasses familiares, os cenários descritos e o romance... cada detalhe me fez amar a obra. Estou ansiosíssima para ler a continuação que, pelo que vi, traz a versão da história sob o ponto de vista do mocinho. E, claro, recomendo o livro para todos os amantes de belas histórias de paixão e amadurecimento.
• Sobre a Série •
Apenas um Dia é o primeiro volume da saga composta pelos livros Apenas um dia, Apenas um Ano, e pelo conto Just One Night.
Beijos,


Participe Aqui

24 comentários:

  1. Amei a resenha e quero ler esse livro tipo, pra ontem! haha
    Li da autora o Se eu ficar e não me conquistou muito, sabe? Acho que não era o momento de ler. Tanto é que pretendo reler! Mas de qualquer forma, eu gostei bem mais dessa "temática"/ambiente de Apenas um dia. A viagem, o romance, amadurecimento, conflitos típicos da juventude, foi o que mais me fez ficar interessada no livro. Sabia da continuação Apenas um ano, só não sabia ainda desse conto. *-*

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, e estou super ansiosa para ler o livro! Pena que é uma trilogia, eu prefiro quando os livros são unicos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gosto muito dos livros da Gayle Forman, li Se eu ficar e Para onde ela foi e adorei! Neste último veio o primeiro capítulo de Apenas um dia e também pareceu ser muito bom. Gosto de livros que retratem o amadurecimento de jovens, principalmente quando são realistas e esse parece que é. Pela resenha e pelo capítulo que li, a personagem principal parece que possui vontade de fazer coisas diferentes do que esta acostumada, porém tem medo e no decorrer do livro enfrenta esses medos.

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nenhum livro da Gayle, sempre tive curiosidade em conhecer o trabalho da autora, porém, os comentários negativos que ouço tem me deixado com medo de não gostar dos livros, mas, escutei mais coisas legais sobre a Série "Apenas um dia" do que em relação a " Se eu ficar" e Para onde ela foi", então é mais provável que eu leia Apenas um dia antes de Se eu ficar, ainda mais depois dessa resenha, com comentários tão reais a obra.
    O fato dos personagem terem lá os seus problemas me encanta muito também, porque eu sinto que ao longo da leitura o personagem vai amadurecendo e dessa forma não apenas o personagem muda, mas nós também mudamos.
    Acho que vou gostar bastante da trama, ainda bem que a série não é muito grande, hehe
    Amei a resenha! Beijos! :D

    ResponderExcluir
  5. Ooi, tudo bem?
    Amo romance e tenho certeza que vou amar esse livro. Se perder de nós mesmo até que é bom né? Que ai podemos encontrar alguém que nos segure. Amei a resenha e pode ter certeza que até o final desse mês eu já li esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Que legal :) Eu me identifiquei bastante com a Allyson. Confesso que, se eu passasse por esse livro eu julgaria ele pela capa/título ç_ç O título parece retratar uma história clichêzinha, rs. Mas eu gostei da história, me interessei bastante e tô curiosa pra saber o que acontece com ela.
    Eu AMEI esse trecho: " Nascemos em um dia. Morremos em um dia. Podemos mudar em um dia. E podemos nos apaixonar em um dia. Qualquer coisa pode acontecer em apenas um dia." Muito verdadeiro :3

    ResponderExcluir
  7. Olá Pah, já tinha visto esse livro e pela sinopse não me chamou atenção. Após ler a resenha, continuo sem interesse pela leitura....Menos um livrinho na minha lista !!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Pah, eu conhecia esse livro apenas de vista, nunca li nada da autora, ainda não li "se eu ficar" nem "para onde ela foi", mas me interesso muito, e sem contar que vi esse livro super baratinho agora que sei que é bom, me arrependo de não ter adquirido :/
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Pah...
    Nossa, todos falam muito mesmo da escrita da autora. Acho que sinto um pouco mais de vontade de ler este livro, do que senti em Se eu ficar. A autora parece ter essa característica própria para criar as histórias. Infelizmente eu ainda não li nenhum livro dela.
    Espero começar com este.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oooi Pah,
    Adoro livros onde ha reflexões, amadurecimento da protagonista e empasses familiares.
    Me interessei por esse livro parece ser muito bom, mais um livro para minha listinha sem fim.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Ótima resenha, despertou a vontade ler o livro com esse seu texto.
    A historia é linda, fala de temas que realmente cercam os jovens.
    Gosto de autores que fazem essa mistura de ter romance, mas também passa alguma mensagem importante.
    Curiosa pra ler e acompanhar esse momento de Allyson e Willem, com suas duvidas e problemas.

    ResponderExcluir
  12. Adorei, parece super interessante. Me lembrei de três filmes que amo, Antes do amanhecer, antes do pôr do sol e Antes da Meia Noite.

    ResponderExcluir
  13. Oi.
    Eu adoro a autora Gayle, já li livros dela, não li esse ainda, adoro esses livros como eles são narrados, sinto muita vontade de ler quando vejo que os personagens são diferenciados, deixando o livro com uma curiosidade bem grande. Eu quero muito ler esse livro,adorei muito os personagens e estou louca para embarcar nesse romance rsrs.
    Parabéns pela resenha Flor ;)

    Bjinhos, Kátia !

    ResponderExcluir
  14. ah droga, não acredito que é uma trilogia ;'(
    estou curiosa para ler este livro. amo quando as autoras mostram lugares que nos fazem querer viajar, e que conseguem escrever com um jeitinho tão bom que faz parecer que estamos lá...
    quero muito ler este livro logo, ainda mais agora sabendo que ele é uma trilogia né --' hahaha

    ResponderExcluir
  15. Oi Pah,
    Desde que li Se Eu Ficar, fiquei com muita vontade de ler mais obras da autora! A sinopse desse não chamou muito minha atenção, mas acho a escrita da autora incrível e, só por isso já desejo ler!!
    Beijos,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Amei a resenha, fiquei bastante curiosa para ler os livros, apesar de ainda não ter lido nada dessa autora.. As capas não me chamaram a atenção, mas a resenha foi muito interessante, um convite a leitura..

    ResponderExcluir
  17. O livro realmente é muito bom lembro que quando estava lendo ele me dava vontade de largar tudo e sair na loca com um estranho mas enfim como me falta tempo e dinheiro pra isso preferi continuar a leitura. Adorei a sua resenha 👌

    ResponderExcluir
  18. Amei a resenha e quero ler esse livro ..Muito bonita as capas, o romance parece ser bem leve e com ensinamentos sobre os sentimentos. O jeito Allyson vai aproveitando sua vida conforme quer, as ações e não deixar ser controlada por qualquer ser, enfim, não gosto muito de livros com finais tristes, mais estou bem curiosa em conhecer a trilogia..
    *-*

    ResponderExcluir
  19. Pah!
    Li os 3 livros dela lançados pela NC e esse foi o melhor que achei, por causa da aventura vivida pela protagonista e pela força que ela aprendeu a ter com as situações inusitadas do livro. E tudo em um único dia, adorei!
    Muita luz e paz! E um final de semana esplendoroso!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Pah!
    Amo livros com este tema de faculdade e essas coisas. Eu nunca li nenhum livro da Gayle, eu tenho muita vontade de ler, este é o que me despertou mais desejo de ler.
    Beijooocas, amo você!

    ResponderExcluir
  21. Não só esse livro, mas suas continuações também, são maravilhosas! Apenas um dia foi uma leitura de amadurecimento. É incrível como a autora nos faz mergulhar na história da allyson, sentindo todas as suas angústias, medos e inseguranças. A cada descoberta dela eu me sentia motivada, pois parecia que era eu ali enfrentando meus medos e correndo atrás dos meus sonhos. E o final então? Ahhh, que maldade! Não aguentei nem esperar para comprar Apenas um Ano e li Apenas uma noite em inglês, tamanho era o meu desespero kkkkkk. Enfim, ótima resenha, os livros são maravilhosos, vale muito a pena lê-los. Beijão!

    ResponderExcluir
  22. Eu particularmente não gostei desse livro, achei a protagonista irritante, chata e infantil e apesar dela ir amadurecendo ao longo do livro, ainda achei ela um porre!
    O mocinho é lindo e apaixonante.
    Acho que essa autora deve ser parecida com a protagonista, pq ela sempre acaba escrevendo livros com as mocinhas chatas do mesmo jeito... Só acho!

    Beijos!
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  23. Li esse livro faz um tempinho,acho que um mês,gente me apaixonei pela a história,me identifiquei com Alysson demais principalmente no aspecto que fala: do auto conhecimento,e me vi demais nela,principalmente pelo o amor a Paris(sou louca por Paris),e o willem,aquele cara misterioso,que você fica encantada logo de cara pela a beleza estética e aos poucos vai se apaixonando (em apenas um dia kk),eu queria viver uma história assim,tirando a parte dele sumir kk..Nao sei se vocês já viram a musica da Tori Kelly e do Ed sheeran se chama I was made for loving you ,gente acho a cara desse livro !Porfavor escutem e leiam a letra ,bjin no coração !

    ResponderExcluir
  24. Li e adorei! o livro, todo seu contexto, a autora e por se passar em Paris...rs
    Estou lendo Apenas um Ano e adorando!

    ResponderExcluir