[Resenha] Uma curva no Tempo – Dani Atkins

A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona? A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?
Romance | 256 Páginas|  Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação 5/5
A leitura de Uma curva no Tempo foi tão singular que fico sem palavras para descrevê-la. Já esperava uma história emocionante, entretanto não imaginava que a narrativa fosse, acima de qualquer coisa, surpreendente. Além disso, a obra é tão minuciosa e reflexiva que tenho certeza de que ela precisa ser experimentada ao invés de detalhada. Pode parecer irônico, afinal sou uma resenhista nata, mas o charme do livro está em descobrirmos sozinhos os segredos que ele carrega, ou seja, vale muito mais a pena ler a obra do que as resenhas sobre ela. Isso acontece porque a trama foca no emocional do leitor, o que significa que cada um de nós interpretará a leitura de uma maneira diferente. Portanto, levando em conta que minhas experiências são exclusivamente minhas, vou me ater ao máximo nas sensações geradas ao longo dessa leitura: ao choro compulsivo, ao medo, a descrença, e a fé no inexplicável. Fazia tempo que eu não terminava uma leitura em um estado profundo de dor e choque, então se preparem para uma resenha tomada pela confusão de palavras e emoções.
A história começa como qualquer outro jovem adulto maduro. Prestes a concluir o ensino médio, Rachel sente que tem toda a vida pela frente. Ela e seus amigos estão vivendo uma fase gostosa de novos começos, terminando o período escolar e partindo para o desconhecido: o sonho de ingressar em uma faculdade e descobrir tudo de bom que o futuro reserva para eles. Contudo, em uma das últimas noites que os amigos têm juntos, o destino interfere e um grave acidente tira tudo isso deles: sonhos são despedaçados, amores são destruídos, e vidas são prematuramente acabadas. – Você já parou para pensar o que a falta de uma pessoa causaria em sua vida? Rachel tinha tudo, mas bastou perder seu melhor amigo para não ter mais nada. Cinco anos depois do acidente a narrativa dá um salto e nos apresenta a uma Rachel destruída e solitária. O fato é que para a protagonista era ela quem devia ter morrido, por isso mesmo que ela tenha sobrevivido ao acidente, uma parte sua também partiu para sempre. Pelo menos é assim até uma nova realidade atingi-la, até uma curva no tempo permitir que ela, depois de perder tanto, finalmente tenha uma segunda chance para ser feliz.
Talvez meu subconsciente tivesse percebido algo que o restante de mim se recusara a reconhecer. Que uma vida sem Jimmy era como uma morte em vida, e passar por isso era a pior espécie de inferno que eu poderia imaginar.
Uma das coisas que mais me surpreendeu no início da leitura foi a mudança na personalidade da Rachel; a jovem antes do acidente é completamente diferente da mulher de cinco anos depois. Claro que entendo o motivo da transformação, mas isso não diminui o choque de ver – e sentir como se fosse na própria pele – tudo o que ela perdeu. A Rachel do presente está definhando; ela foi definitivamente destruída pela morte de Jimmy, seu melhor amigo desde a infância. Assim, sendo sincera, seria bem mais fácil para o leitor se a protagonista estivesse brava ou desacreditada na vida, mas o que dói é ver que ela desistiu de viver, que nem o câncer do pai ou o amor que ela sente por ele são capazes de fazê-la lutar e seguir em frente. E é isso que acaba com o leitor: dói sentir a força da dor que corrói e mudou a vida da Rachel, dói ver que ela não tem perspectiva nenhuma para o futuro, e dói ainda mais pensar que existem milhares de pessoas como ela espalhadas pelo mundo, que um acidente pode acabar com famílias, interromper amizades e acabar com histórias de amor que nem tiveram a chance de começar.
Além da dor da protagonista outra coisa que surpreende é a segunda chance que o destino oferece para ela. Em determinado momento Rachel vai ingressar em uma nova realidade, caindo de paraquedas na vida com a qual ela sempre sonhou; momento em que a trama se transforma em algo completamente inovador. É difícil falar sem me emocionar, mas nessa fase da história eu torci enlouquecidamente pela protagonista. Quis com fervor que a realidade paralela se tornasse a verdadeira história de vida de Rachel, e vibrei com cada sonho que ela batalhou para realizar. Foi incrível ver a esperança renascer, o amor finalmente brotar, e o almejado final feliz se aproximar. Entretanto, também foi incrível chegar no final e ver que minhas suspeitas se confirmaram e que a autora não romantizou os fatos, mas sim usou da fé de cada um de nós para torná-los reais. Sei que é confuso para quem não leu, mas o fato é que o foco dessa história está tanto nas dores que enfrentamos quanto na fé que nos motiva. As últimas páginas acabaram com meu coração. Chorei como há tempos não chorava lendo um livro, entretanto acima disso ficou a sensação maravilhosa de contemplação do amor de Deus. E não me entendam mal, o livro não tem nenhuma pretensão de ser religioso, eu é que quis acreditar que por maior a dor que enfrentemos, Deus tem algo magnifico reservado para cada um de nós, que o desfecho da história de Rachel foi, na realidade, só o começo.

De qualquer forma, Uma curva no tempo é envolvente, emocionante e deve ser lido nem que seja para tirar a prova real. Pode ser que você não ame tanto a história, ou pode ser que ela marque sua vida. Sendo assim, vale a pena correr o risco e descobrir o que essa obra reserva para cada um de nós. Eu recomendo sem medo!
Beijos,




Participe Aqui

36 comentários:

  1. Estou louca para ler esse livro. A capa e o título chamam muito a atenção. Fiquei muito curiosa para saber se o amigo dela realmente morreu ou se ela só estava sonhando. Bjus.

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Deve ter sido muito difícil para a Rachel essa situação, de perder o seu melhor amigo. Só de imaginar isso, já pude perceber que é bastante triste! Eu fiquei com vontade de ler o livro para ver essa passagem de tempo e, pela a escrita da autora, ver a mudança de personalidade da protagonista. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  3. Paola,amo obras reflexivas e emocionam que nos deixam sem palavras,Rachel parece ser uma personagem que sofrerá uma grande devastação em sua vida e perdas irrecuperáveis como de pessoas que amamos muito como um amigo especial como Jimmy,mas apesar disso tudo ela terá uma segunda chance?Dor e fé...Deus!!!Quero muito ler.Mil Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. A capa já tinha me deixado louca de curiosidade, tem uma menina em cima e dois embaixo, já é uma pista para a estória do livro com certeza.
    Ao ler a sinopse gostei da ideia de voltar no tempo e aparentemente ter tudo consertado e tal, afinal quem não gostaria de ter uma segunda chance na vida ne?!
    Eu quero ler muito o livro, pq já tinha me encantando, mas sei que muita gente não amou essa protagonista, a Rachel. Reclama demais ao invés de aproveitar a vida que o amigo deu para salvar a dela... aiai...
    Bom, ainda quero muito ler, melhor eu ter a minha opinião ne?!
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Não sei porque, mas logo que vi esse livro entre os lançamento da Arqueiro, logo me interessei. E pela sua resenha, minha suspeita se confirmou, de que é um ótimo livro, leve e gostoso de ler. Espero ter essa oportunidade, em meio aos muito livros que ainda tenho para ler :)

    ResponderExcluir
  7. Eita que eu fiquei nervosa só de ler a resenha, rsrs. PRE-CI-SO do livro!!! Quero ler com certeza absoluta. Já tinha lido sobre ele antes, mas a sua resenha cheia de emoção é de outro mundo.. Eu não sabia que o livro era tão profundo assim, gostei muito.

    Parabéns por escrever tão bem e poder nos contar um pouco sobre os livros, vc é ótima! Eu aprendo demais no seu blog, vc nem imagina.. Não faz muito tempo que eu me tornei uma leitora voraz (rsrs) e o seu blog foi o que vi primeiro na internet e, de cara, gostei muito do conteúdo e, vendo os seus vídeos, te achei muito simpática tb. Daí desde então o seu blog é o meu xodó hahaha. Sabe qnd vc pensa "que blog legal, eu preciso vir sempre aqui"? É isso!!! rsrs
    Obrigada pela bela resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Crika! Eu é que agradeço pelo carinho. Fico muito feliz em saber que gosta de acompanhar o blog ♥ E fico ainda mais contente em saber que minhas resenhas te ajudam a encontrar bons livros.

      Beijos

      Excluir
  8. Eu tinha visto esse livro no seu vídeo e adorei a página. Li algumas resenhas em outros blogs e já tinham me convencido que esse é um ótimo livro. Ao ler a sua resenha, só tive mais certeza disso. A sua resenha me emocionou, agora quero mais ainda ter esse livro aqui <3 Creio que irei gostar muito

    ResponderExcluir
  9. gostei do livro, até agora só tinha visto a sinopse, nao tinha lido ainda a opiniao de quem leu, adorei e capa é bem bonitinha.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é um dos que estou mais ansiosa para ler, acho a capa linda, e a história já tinha me conquistado na sinopse, e agora, depois de ler a resenha, ela me ganhou completamente, estou precisando de um livro que me emocione, um livro diferente.

    ResponderExcluir
  11. Pois é Pah, terminei q semana passada e me emocionei mto!!! Adorei demais esse livro, além desta capa tbm ser linda! Tbm recomendo
    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  12. Ai, mais também! Perder o melhor amigo? Ai já é crueldade, isso até machuca só por falar. Acho que qualquer um no lugar de Rachel se sentiria assim, solitária. Esse livro é emocionante.

    ResponderExcluir
  13. Oi Pah..
    Nossa, eu sou muito emotiva lendo livros, acho que este também acabaria com meu coração. Mas como você disse, cada leitor tem sua emoção e tudo mais, mesmo assim eu tenho certeza que eu ia chorar também. Espero não demorar muito para ler o livro.
    Você disse seu entendimento do final, eu também as vezes entendo alguns finais assim, mesmo não sendo um livro religioso.
    Ahh, o que dizer? Quero esse livro pra ontem!!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Sinceramente eu não acho que seria um livro que eu gostaria, mas nunca se sabe, talvez aconteça de eu gostar tanto quando voce, espero realmente que isso aconteça

    ResponderExcluir
  15. oi flor, realmente é um livro primoroso com um ótimo enredo para adaptação cinematográfica! me surpreendi com a escrita de Atkins, um dos melhores de 2015
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. to com este livro pra ler,sendo que to sem tempo,gostei muito viu? beijos
    http://unhas-e-livros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Ai, Pah!
    Esse livro já me encantou pela capa e título, depois que li a sinopse sabia que tinha que lê-lo!
    É resenha positiva atrás de resenha mega positiva e eu não aguento de ansiedade para tirar minhas próprias conclusões. Dor, fé, amor, recomeços, de certa forma um suspense... bons ingredientes para um bom livro! Quero saber como "aconteceu" essa tal realidade paralela

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Ooi Pah,
    que resenha linda, adorei.
    Quando li a sinopse desse livro fiquei morrendo de vontade de ler, e agora depois de ler a resenha estou com mais vontade ainda.
    Deu um pouquinho de medo quando você colocou que ''as últimas páginas acabaram com meu coração'' tenho certeza que vou chorar muito lendo esse livro, fazer o que sou manteiga derretida mesmo, rsrs.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Que linda sua resenha Pah!
    Consegui sentir a emoção que você teve durante a leitura o que nem sempre é fácil de transmitir em uma resenha. Senti a dor pela personagem e a vontade de ajudá-la de alguma forma, mesmo sem ainda ter lido o livro. Essas histórias que nos tocam sempre me marca de uma forma especial e gostei de saber que todos meus amigos blogueiros estão encantados por esse livro.
    Vou ler ainda este mês :)
    Beijos!

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Nossa, Pah! Eu já estava de olho nesse livro, mas com essa resenha vou agarrar a primeira chance que eu tiver de me embrenhar nessas páginas! Pelo que você escreveu, Uma Curva no Tempo é o tipo de livro que não leio há tempos e já está fazendo falta :)

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Pah,
    acho que ele vai marcar minha vida... ao menos eu espero.
    a trama parece ser incrível, super emocionante mesmo
    gosto quando tramas focam nesses assuntos mais "pesados" hehe
    espero conseguir ler logo e me emocionar com a Rachel :D

    ResponderExcluir
  22. Essa leitura me destruiu um pouco. Exatamente o que vc descreveu Pah, foi o que eu senti, a dor da protagonista ao mesmo tempo que ela ganha uma segunda chance na vida.... Quantos de nós não gostariam? Eu imaginei que o final seria aquele, mas assim que li, putz, que dor tremenda! Mesmo após a leitura esse choque, essa até frustração perdurou então prefiro crer que o final ficou meio que em aberto hahaha

    ResponderExcluir
  23. Resenha maravilhosa, mas o que realmente me chamou a atenção foi quando comentou a emoção do final. Adoro livros que nos fazem chorar, são tão perfeitos que até parece que estamos vivendo a história. Sempre quando termino de ler um livro assim, preciso de pelo menos uma hora pra voltar a realidade, mas as emoções sempre ficam na memória! :')

    ResponderExcluir
  24. Uau, esse livro parece ser realmente muito bom. Tão bom ler um livro que marque e não seja só uma leitura para distrair. Gosto quando um livro faz refletir. Acho que esse traz uma bonita mensagem de esperança, não importa o quanto sofrimento temos que enfrentar, a vida sempre nos trará momentos melhores.

    ResponderExcluir
  25. Eu li o livro e me decepcionei um pouco. Apesar do final ser surpreendente eu não gostei muito do meio por ser monótono e clichê. Daria 4 estrelas, mas no geral eu recomendo.

    ResponderExcluir
  26. Caramba esse parece ser daqueles livros pra você sentar/deitar e se perder na história e claro chorar horrores. Tão bom se identificar assim com um livro né?! Já li resenhas de quem não gostou tanto assim e esperava bem mais. Mas o seu realmente me deixou com bastante vontade de ler. Curiosa já.

    ResponderExcluir
  27. Estou acompanhando várias postagens desse livro e parece que esta conquistando muitas pessoas mas também essa história cativa, pelo menos me cativou tanto que coloquei ele na lista de desejados.

    ResponderExcluir
  28. Eu quero muito ler desde que vi a sinopse e essa capa linda quero saber o que vai acontecer

    ResponderExcluir
  29. Tchê, quando tu escreveu a resenha chegou o feed no meu e-mail, dae eu vi esse nome da obra lindo, essa capa que me encantou, e esse " 5/5 ♥", mas não tive realmente tempo de ler a resenha. Essa semana, quando eu estava no centro da cidade tentando achar uma bota que eu gostasse, e que me servisse, pois não se encontra numero 34 nessa cidade, acabei entrando numa livraria, pq pra que comprar um par de botas novas se dá pra comprar um livro? Pois bem, vi esse, lembrei de ti e compre! Mas nem li sinopse nem nada. Cheguei em casa e me derreti de amores, pensando em pular outros livros pra ler esse, pois parece ter uma trama que vou gostar muito. E tive que vim ler tua resenha, nesse, lê-não-lê, pois tive medo de saber algo e desiludir, mas não, tuas palavras foram medidas e me deu mais vontade de ler ainda, porém o que é do livro tá guardado, como tenho uma viagem até Foz mês que vem oito horas de ônibus, estou preparando o livro para ser usado :3
    Beijos, e obrigada pela "dica"

    ResponderExcluir
  30. Oi Pah, primeiramente parabéns pelo casamento, amei o vídeo do Pré-Wedding e as demais fotos postada no blog, relacionado ao seu casamento. Saiba que estou torcendo pala sua união com o Manu, e desejo que Deus de sabedoria para vcs, para que possam sempre enfrentar e desfrutar juntos as dificuldades e alegrias da vida. Eu também estou gostando bastante das postagens do Manu, ele manda muito bem. Em relação ao livro, tenho que dizer que experiência maravilhosa foi essa leitura, eu me emocionei muito com o desenrola da estória. Como vc mesmo disse na resenha, “cada um vai interpretará a leitura de uma maneira diferente”, pra mim essa leitura me fez questionar fatos da minha vida, me deparei pensando como EU seria atualmente se modificasse determinados acontecimentos da vida, se tivesse a minha curva no tempo. Simplesmente Amei Amei d+ esse livro, confesso que o ultimo capitulo me fez transbordar em lagrimas.
    Leio todas as suas resenhas, e acabo comprado os livros indicados, por que meu gosto é muito parecido com o seu.
    Ps. Por sua culpa, sou apaixonada por Julia Quinn e romances históricos.
    Bjus Pah, parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho, Natacha!
      Suas palavras de me deixam muito contente e emocionada, de verdade ♥
      Beijos

      Excluir
  31. Nunca achei que alguém na face da terra seria capaz de retratar em palavras o que eu senti quando li este livro, até que vi essa sua resenha. Simplesmente maravilhosa. Com essas suas palavras, você ganhou minha admiração. Eu, que não tenho o dom das palavras, só posso dizer que Uma Curva No Tempo foi o melhor livro que eu li em 2015. Aquele que quero que todos leiam, quero dormir abraçada e tudo o mais.

    Parabéns pelo blog, Paola! Que continue traduzindo em palavras tão belas as sensações ímpares que temos ao ler tais histórias.

    ResponderExcluir
  32. Eu acabei de ler e meus olhos se enchem de lágrimas...Eu ainda estou descrente com tudo! Já imaginava que as coisas não acabariam tão bem, mas não pude deixar de torcer para que minhas suspeitas não fossem supridas e que a Rachel tivesse o teu tão sonhado final feliz. A dor de perder alguém é o pior dos sentimentos. Ela o perdeu para a morte, mas creio que perder em vida é -quase- tão angustiante...e é algo que infelizmente sei o que é. A questão é que..o amor, amizade, respeito entre os dois melhores amigos são tão incríveis que não há como não sentir na pele. O livro em si é muito intenso e nos faz refletir muito.
    Mas, sinceramente...não compreendi -ou não quero compreender- o final. Me recuso a aceitar...prefiro me agarrar a teoria da Rachel, porque a dor de imaginar que tudo na verdade não passou de...enfim, eu não consigo! Eu não aceito nada além de um final feliz para essa mocinha tão determinada e sofrida...
    Ouso dizer que foi um dos livros que mais me deixou pensativa, reflexiva...que me fez sonhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa mas eu acho que ela teve seu final feliz... e eu acho que esse é o gde ponto do livro... É muito lindo. A perspectiva e a sensibilidade da autora, a forma que ela escreveu o final... putz grila... acho que ela fez um final mais que feliz para a rachel

      Excluir
  33. Não conhecia o livro... e gostei tanto da capa que resolvi ler sem medo! Li em menos de 48 horas o que pode ser mto se eu não trabalhasse e não tivesse um filho, mas a história me envolveu tanto que não consegui parar de ler. E agora que eu terminei não consigo parar de chorar... mas não achei um livro triste, digo mto triste tipo a culpa é das estrelas ou como eu era antes de vc, é simplesmente lindo.... Vale muito a leitura, apesar de ter desconfiado o que estava acontecendo com ela, eu nunca imaginava o final... e a forma que foi escrita... me deixou muito emocionada. Amei!!!! Leiam! Vale mto a pena!!!

    ResponderExcluir