dezembro 04, 2015

[Resenha] Desejo Proibido – Sophie Jackson

Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas. “Bem escrito e viciante. Impossível parar de ler.” – The Romance Cover

New Adult | 416 Páginas|  Cortesia
Editora Arqueiro| Skoob |
Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação 4/5
Engraçado,
eu jurava que não iria gostar desse livro. Antes de iniciar a leitura havia
lido vários comentários negativos, os quais me desanimaram completamente.
Contudo, logo nas primeiras páginas fui sugada pela história, e mesmo que eu
tenha ficado apreensiva esperando o que
me desanimaria no decorrer da leitura, não consegui deixar de me conectar com a
trama e com seus personagens. Então é o ponto é que, ao contrário da grande
maioria, eu realmente adorei o livro.
Não nego que o romance é extremamente romantizado, no melhor estilo sonhador e
fantasioso. Ainda assim, a trama foca em um amor de segundas chances, de quebra
de preconceitos, de companheirismo e entrega – temas reais que dão um toque de
racionalidade para a história. Portanto, por mais fantasioso que o enlace
amoroso pareça, os personagens são tão humanos (tanto em seus erros quanto em
seus acertos) que é impossível não se apaixonar. Fui sugada por essa improvável
e peculiar história de amor, fui tocada pelos temas de reflexão abordados pela
autora, e fui completamente encantada por dois protagonistas fortes, decididos
e surpreendentemente maduros.


Quando
pequena Kat e o pai foram atacados por um grupo de bandidos; a garotinha viu o
pai morrer e nunca superou tal trauma. Contudo, quando adulta ela resolveu
lutar de frente contra seus medos e seguir a vontade do pai de vê-la lecionando
– a única diferença é que ela escolheu dar aulas em um presídio. A ideia de Kat
é fazer o bem, é ensinar sem pré-conceitos, é ver além das aparências, e é
também combater as marcas geradas pela violência de anos atrás. E ao contrário
do que sua mãe e seus amigos mais próximos pensam, Kat realmente sente que está
no lugar certo, que está fazendo a diferença na vida de seus alunos. Tanto é
que quando Carter, (um dos presos mais arredios da penitenciária) precisa de
ajuda para obter a liberdade condicional, Kat não pensa duas vezes ao se
oferecer como tutora do jovem. Aos poucos as aulas com Carter, mesmo no
ambiente frio da prisão, começam a aquecer o coração de Kat. Juntos eles são
capazes de esquecer suas diferenças, de ignorar o passado e todos os medos que
pairam sobre seus ombros. Assim, o único problema da relação deles de
professora e aluno é que eles sentem uma ligação incomum, um sentimento que vai
além do desejo e que coloca a máscara de indiferença de Carter em jogo e o faz,
pela primeira vez, almejar um passado diferente e um futuro novo. Já em Kat,
tal relação anula parte da dor da perda do pai e a faz, pela primeira vez em
anos, afastar as trevas que ameaçam seu coração. Juntos eles seriam um casal
perfeito, mas isso se eles não fossem quem são: presidiário e tutora.
O que
mais me encantou no livro foi a personalidade dos protagonistas. Carter e Kat
fogem dos padrões por serem, mesmo em seus momentos de dor e insegurança, seguros
e determinados. Em Desejo Proibido
não temos, em nenhum momento, a construção de um relacionamento cheio de
joguinhos e artimanhas – sabe o famoso mimimi? Aqui ele passa longe, e eu
realmente adorei isso.
É incrível quando os
protagonistas nos surpreendem por optarem por conversar mesmo quando querem
fugir, quando preferem jogar todas as cartas na mesa ao invés de mentir, e
principalmente quando não deixam pessoas mal intencionadas influenciarem suas
escolhas amorosas. Kat passou por tanta coisa, mas em nenhum momento ela deixa
que seus traumas a definam… Já Carter é o reflexo das atitudes impensadas de
seus pais, porém por mais que ele use isso como desculpa por um tempo, vemos a
maturidade do personagem aparecer toda vez que ele próprio confronta suas decisões.
Assim, temos um casal que não se deixa abalar diante das tempestades da vida,
que luta verdadeiramente pelo que
sente. Outro ponto que adorei na história foi a maturidade adquirida pelos
personagens. Ao longo da trama vemos como o relacionamento dos dois os ajudam a
crescer, possibilitando que Kat enfrente seus medos de criança e Carter pare de
deixar que o passado interfira em seu futuro. E além desses pontos, temos uma
importante reflexão social a respeito dos ex-presidiários: Qual o papel deles
na sociedade? O quanto eles são vítimas do sistema? E até que ponto podemos
julgá-los por suas escolhas?  Tema muito
importante e pouco abordado na literatura, não é mesmo?
Amei os
personagens, amei como a trama é construída para focar no relacionamento dos
dois e no amadurecimento que isso gera, amei como as intrigas e rixas
familiares só complementam o amor descrito mas não o definem, e amei os pontos
de reflexão trabalhados pela autora. Entretanto, ainda assim não consegui amar
completamente o livro por dois pontos: pela narrativa dos capítulos finais e
pela banalização da figura do Carter. Achei que no final a autora correu
demais; os capítulos cumprem o necessário ao testar a mudança dos
protagonistas, entretanto penso que o final poderia ter sido mais calmo e menos
turbulento – sabe quando no penúltimo capítulo da novela o diretor arranja uma
briga que parece vir do nada? Foi assim que me senti com o final desse livro. E
quanto ao papel do Carter, senti que a autora tentou suavizar a passagem dele
na cadeia; entendi completamente as motivações do personagem, mas percebi uma
narrativa mais forçada na intenção de lembrar o leitor de que o Carter é o
mocinho e não o vilão. Ainda assim, nada disso comprometeu completamente a
leitura, muito pelo contrário, são características que deixaram o romance mais
intenso.
No
geral, gostei mesmo do livro. A leitura foi fácil, as emoções descritas me
envolveram, e os protagonistas me cativaram do começo ao fim. Sendo o mais
sincera possível, acho que o livro poderia ser melhor, entretanto senti que os
pontos positivos superam os pontos negativos da obra. Definitivamente fui
cativada por essa história emocionante e sensual. Agora estou louca de
curiosidade para ler mais obras dessa autora!
• Sobre a Série •



Desejo Proibido é o
primeiro volume da série Pound of Flesh, até agora composta por dois livros (cada
um responsável por narrar a história de um casal diferente).

Beijos,



Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

26 Comentários

  • Luana Thainá
    12 março, 2016

    esse livro é PERFEITO me apaixonei pela historia. poderia me informar quais os outros 2 livros da trilogia? pois n consegui achar :/

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      14 março, 2016

      Os livros da série são esses que estão no final da postagem. Além da duologia principal, temos um ebook com um capítulo estendido do final do primeiro livro.

  • Um Container
    08 março, 2016

    De fato eu nunca me interessei muito por livros com essa temática, mas esse está sendo um dos únicos que eu sinto realmente vontade de ler, que realmente me interessa. Acho que a minha lista de livros vai aumentar esse ano drasticamente. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: http://www.umcontainer.com

  • Fran Ferreira
    30 dezembro, 2015

    Oi Pah.
    Você é a 2ª pessoa que me descreve as seguintes sensações: achava que não iria gostar pelos comentários negativos e acabou se surpreendendo, achou forçada a insistência em lembrar que Carter é o mocinho e não vilao e que a autora correu com seu final, mas ainda assim gostou do livro. Eu já o havia adicionado em minha lista, quando li a 1ª resenha, mantive seu lugar, agora essa continuo mantendo, estou curiosa com ela.

    Bjsss

  • Ana Paula Moreira
    25 dezembro, 2015

    Que livro perfeito, quero ler todos. A capa é perfeita, a história é perfeita. Vou compra-lo assim que puder.

  • Emylainne Lemos
    20 dezembro, 2015

    O livro parece ser muito, muito bom…Como eu amo New Adults, acredito que a história vá me cativar bastante! Com certeza irá ser uma das minhas próximas leituras!!!

  • suzana cariri
    16 dezembro, 2015

    Oi!
    Faz um tempo que estou querendo ler esse livro e com a resenha fiquei ainda mais interessada, achei a historia cativante e gostei muito dos temas que o livro aborda, concordo que temos personagens bem reais com erros e acertos mesmo tendo uma historia fantasioso !!

  • rayane colombo gomes
    11 dezembro, 2015

    pah que bacana e diferente este livro. to meio assim que nem voce. quando vi comentarios nao fiquei interessada em ler o livro. mas agr com a tua resenha to achando super bacana. e gosto desses romances que fogem dos padroes… e tbem detesto aqueles romances mto romantizados mesmo hahah

  • Micheli Pegoraro
    11 dezembro, 2015

    Oi Pah,
    Desde o lançamento do livro eu fiquei interessada e agora com a sua resenha, despertou ainda mais minha curiosidade em ler. Também fico encantada com protagonistas de personalidades fortes, seguros e determinados, que fogem dos padrões e, principalmente por não ser um romance cheio de mimimi, cansei disso. Gostei da abordagem que o livro traz como reflexão social, nunca li nada parecido, estou curiosa pra saber o que vou achar dessa leitura. Mas pelo que li na sua resenha, vou me envolver com a história.
    Beijos

  • Veronica Vieira
    09 dezembro, 2015

    Li a sinopse e gostei, mas lendo sua resenha não me bateu aquela vontade, gostei da ideia, do livro, mas o fato de ser fantasioso de mais, romance impossível de mais, não me agradou, extremamente romântico nesse cenário, me parece meio impossível,só lendo para tirar a prova, mas não esta nãs minhas prioridades esse não.

  • Hadassa Bastos
    08 dezembro, 2015

    Pah, como você falou li muitas resenhas e comentários que não favoreceram o livro, mas eu sou tão contraditoria kkk o livro está na minha isa e esta com outra resenha é que me mostraram que valem a pena tentar

  • Amanda Souza
    08 dezembro, 2015

    Oi Pah!
    Não conhecia a obra e gostei bastante da premissa que o livro trás, é bem raro encontrarmos romances envolvendo um ex-presidiário, eu particularmente nunca vi um livro que trazia esse tema, o que é bom pois nos faz pensar em conceitos que já são estabelecidos pelas pessoas. Espero que eles tenham conseguido passar pelos obstáculos pra ficarem juntos.

  • Luciana Lole
    08 dezembro, 2015

    Gostei bastante da resenha Pah. Parece uma história diferente, por ser passar também num presído, e ainda uma boa dose de romance! Acho que vou adorar! Beijos!

  • Rafaela Bruzadelli
    07 dezembro, 2015

    Gostei bastante do enredo do livro, gosto quando o casal protagonista são tão diferentes mas mesmo assim tem algo que os uni. Mas é a terceira resenha que leio que vejo comentários falando que a leitura não flui, ainda não sei se vou dar uma chance pra esse! A capa é linda!!

  • Denise Crivelli
    07 dezembro, 2015

    Oi
    eu quero muito ler esse livro, os personagens parecem ser bons e que bom que ele não é cheio de mimi, nem sábia que ele fazia parte de uma série.

  • Novo Romance
    06 dezembro, 2015

    Pah, curti o livro e acho que vou gostar da série como um todo.
    Obrigada pela indicação!!
    Beijos, Fernanda D.
    NovoRomance.com.br

  • Crika Regina
    06 dezembro, 2015

    Adorei!!! Eu tinha super me interessado pelo livro de cara, assim que o vi nos lançamentos, mas fui lendo opiniões bem contrárias sobre ele. De qq forma, é claro que eu leria. Qnd vi que vc tava lendo no skoob, adorei e já fiquei ansiosa pela sua resenha pq existem algumas opiniões que eu respeito bastante por me identificar diversas vezes e uma delas é a sua, Pah, rsrs. Tenho certeza de que tb vou gostar bastante do livro. Ótima resenha 😉

  • Lado bom e ruim de resenhas e a gente ficar com varias opinioes mas e so lendo mesmo ne curti a historia parece muito boa

    http://estilodenerd42.blogspot.com.br

  • Fernanda Martins
    05 dezembro, 2015

    Oi Paola, já li a resenha desse livro em outro blog ele esta na minha lista de leitura só a sinopse já me prendeu de um jeito imagina o livro bjs.

  • Larissa Belmok
    05 dezembro, 2015

    Nunca li esse livro, mas já vi diversas opiniões sobre ele, e confesso que estou curiosa.
    Curto o gênero e já li outros, não sabia que ele fazia parte de uma série, achava que era um livro único.
    Super bem feita sua resenha.
    Beijinhos!!!

  • Lara Cardoso
    04 dezembro, 2015

    Confesso que quando vi a sinopse desse livro, já descartei de primeira a leitura. Mas, ainda bem que temos você para nos abrir os olhos e não desistir de histórias que, ao contrário do que pensamos, podem encantar. Com certeza vou ler e depois te falo. Parabéns por mais uma bela e convincente resenha.

  • Bruna Barsa
    04 dezembro, 2015

    Quero ler, vi várias pessoas falando bem!
    e melhor ainda é saber que a série não é continuação, assim n fico ansiosa para o próximo livro! hehe
    bjo

  • Heloisa_b
    04 dezembro, 2015

    Não consigo imaginar o por que não gostar desse livro, ele quebra os pdrões em todos os sentidos, realmente só o final foi um pouco decepcionante, mas como você disse as qualidades sobressaem os defeitos, não é meu livro favorito mas acho ele único por se passar em um contexto surpreendente como um presídio.Amei sua resenha mesmo.

  • Joana Mayara
    04 dezembro, 2015

    Pah, desde que você apresentou esse livro no vídeo da caixinha do correio fiquei interessada. Parece uma leitura bem diferente! Agora com a resenha tirei minhas dúvidas, vou ler! Vou encaixar ele aqui nas minhas próximas leituras. Adoro livros mimimi, porém os que não são aprecio um pouco mais, principalmente aqueles que fazem a gente refletir sobre a sociedade em si. Temos mesmo que abrir a mente ao invés de nos fechar quando sabemos que determinada pessoa é um ex-detento. Todos merecemos uma segunda chance, todos cometemos erros, certo que alguns mais graves que outros e não defendendo suas falhas, mas temos que oferecer uma segunda chance para que ela nos seja dada também!
    Um grande abraço da sua fã.

  • Rhoana Lersch
    04 dezembro, 2015

    Oi Pah!
    Esse livro parece ser muito bom! Amei a temática, confesso que amo um bom romance sonhador, quando comecei a ler a resenha esperava outro contexto, mas simplesmente me apaixonei em dois minutos pela Kat. Preciso urgentemente ler esse livro, acho muito bacana histórias que envolvem personagens contrastantes em suas posições sociais, amei a resenha e agradeço a incrível dica!! Beijos

  • Três Livrólatras
    04 dezembro, 2015

    Esse livro é novo para mim, não sabia nada sobre ele. Mas adorei a resenha!!!!