[Resenha] Salve-me – Rachel Gibson

A salvação de Sadie Hollowell e Vince Haven depende de muitos fatores. Ele voltou traumatizado da guerra ao terrorismo no Afeganistão e ela, aos 33 anos, acha ridículo ser convidada para ser dama de honra do casamento de uma prima no interior do Texas, onde nasceu. Ambos estão perdidos, à procura das raízes e de uma identidade que a vida foi esfacelando, e são atormentados por uma atração sexual violenta que demora muito a se transformar em amor e compromisso. O que se oferece aos leitores é uma história tensa, em que preconceitos e hesitações lutam contra o amor, sem saber qual dos lados terá o triunfo final. Vale a pena ler e torcer por ele.
Chick-Lit | 272 Páginas | Cortesia Geração Editorial| Skoob | Compre: SubmarinoSaraivaAmazonClassificação: 4/5
Ás vezes, tudo o que mais queremos é embarcar em uma leitura leve e despretensiosa. E o fato é de que nesses momentos os livros da Rachel Gibson são sempre minha primeira opção. Com uma narrativa previsível e divertida, os romances da autora são do tipo que prendem o leitor do início ao fim – e mesmo sabendo que o casal termina junto no final, não conseguimos deixar de se envolver com a trama! Sendo assim, a leitura de Salve-me foi exatamente como imaginei que seria: fluída, engraçada, apaixonante e romântica. Ao unir dois personagens maduros e calejados, que estão decididos a não criar raízes onde quer que estejam, a autora nos faz suspirar ao mostrar o poder de cura que só o amor é capaz de ter.

A trama gira em torno de Sadie Hollowell e Vince Haven e da ida deles para Lovett, uma cidade pequena do Texas. Ela volta, depois de anos sem ver o pai, para o casamento de uma prima; enquanto ele vai visitar sua tia e procurar possíveis investimentos financeiros. Nas entrelinhas vemos que Sadie não tem um relacionamento bom com o pai, que ela não gosta de voltar para a fazenda da família e pensar que um dia vai ser obrigada a cuidar do negócio de gados e, principalmente, que ela não aceita o julgamento e a constante fofoca da cidade pequena. Sadie mal chegou e já estão falando que ela não é uma boa filha, que ela é bonita como a mãe mas não tão dedicada quanto, e que ela já passou da idade de se casar e ter filhos – como se estar solteira aos trinta e três anos fosse o fim do mundo! Já Vince é um Seal da marinha aposentado. Depois de anos a serviço de complexas e arriscadas missões de guerra, planejando, executando e constantemente mudando de país, Vince precisa encontrar um novo propósito de vida. Por um tempo ele ficou com a irmã ajudando-a a cuidar de seu filho, mas agora isso não é suficiente para fazê-lo esquecer dos traumas de guerra, então Vince parte para Lovett em busca de uma nova missão. Assim, enquanto Vince e Sadie tentam esquecer do passado e seguir em frente, surge uma proposta inconveniente: Sadie não quer ir ao casamento da prima como a solteirona encalhada então decide convidar Vince, pedindo que ele a salve dessa situação vergonhosa da mesma forma que ela o salvou de uma caminhonete emperrada. – E é claro que a união desses dois estranhos vai virar a sensação da pacata Lovett.

O que mais gostei no livro foi da construção do relacionamento entre Sadie e Vince. A paixão entre eles é rápida, mas o envolvimento vai acontecendo aos poucos, com conversas que vão desde o compartilhamento de histórias bobas quanto a de segredos intensos. Claro que o romance em si é extremamente previsível, mas o ponto é que amei a forma como o casal combina, como eles permitem que o enlace amoroso amadureça com o passar do tempo, e como a relação entre eles muda suas perspectivas de futuro – juntos, eles passam a sonhar e almejar coisas novas. Também gostei da história de vida dos protagonistas. Sadie, por mais que negue, sonha com a aprovação do pai, por isso voltar para Lovett e ver que ele continua distante dela é doloroso. Já Vince passou por uma situação dramática e, por mais que faça o estilo cara de uma noite só, no fundo quer criar raízes. Ou seja, ambos querem mais do que dizem precisar, e juntos vão descobrir mais sobre a amizade, o amor e o significado de um lar.
Confesso que achei o final da história um pouco corrido, mas sinto que essa é uma das grandes características da autora: ela escreve sobre o surgimento e o ápice do amor, mas os anos do almejado final feliz são todos por nossa conta. Suas histórias são sobre amadurecimento, perdão, recomeço e a compreensão do que é amar e ser amado. Isso significa que os livros da Rachel Gibson são açucarados e previsíveis, mas que ao mesmo tempo eles também são reais pois falam de superação, compreensão, amizade e a incrível capacidade que o amor tem de mudar nossos corações. Para os apaixonados por leituras românticas, engraçadas e fáceis de ler, os livros dessa autora são ótimas opções. Agora não vejo a hora de ler o último volume dessa série de romances que acontecem na pequena cidade de Lovett.  
Sobre a Série
Salve-me é o terceiro volume da série “Lovett, Texas”, composta pelos livros: Daisy está na Cidade, Maluca por Você, Salve-me, e Run to You. Cada volume narra a história de amor de um casal diferente, característica que permite que os livros sejam lidos de forma individual.

Beijos,




Participe Aqui

19 comentários:

  1. Sou louca para ler algo dela, mas sempre acabo adiando.

    ResponderExcluir
  2. Adoro ler essas series individuais também. Essa historia me chamou muita atenção, eu adorei !! Sempre to lendo livros nessa vibe de amor, brigas, descobrimwnto da paixão, vou salvar aqui pra ler depois. No momento estou na serie Divergentes, depois que todo mundo já leu, eu ressuscito do baú kkkk Beijos, Pah.

    ResponderExcluir
  3. estou esperando ansiosamente para ler este livro. parece ser mto fofinho e envolvente!!!!

    ResponderExcluir
  4. Oiieee,
    Eu amo ler os livros da Rachel para descontrair, sempre é uma leitura leve e engraçada, li somente dois livros dela que foi Loucamente sua e Daisy esta na cidade, ambos me renderam grandes risadas, espero poder ler Maluca por você e Salve me em breve, que bom que esse terceiro livro continuou nesse estilo maravilhoso que a Rachel tem, que apesar de previsível nos prende, e não há como não nos envolvermos com os personagens.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  5. Curto bastante séries individuais, as vezes não dá pra comprar todos ou na ordem e quando é individual fica mais fácil. Adoro também histórias leves e divertidas, mas não costumo ir muito com a cara de paixões rápidas, talvez seja porque conheço bem como é, porém só lendo o livro para saber.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Humm deu até vontade de ler! Eu li o Loucamente Sua da mesma autora e simplesmente me apaixonei por ela. Com certeza vai entrar pra minha lista de leitura. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  7. Humm deu até vontade de ler! Li o Loucamente Sua da mesma autora e simplesmente me apaixonei. Com certeza vou colocar na minha lista de leitura. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li nenhum livro da autora... parecem ser aquelas historias bem gostosinhas de ser ler... lendo a resenha fiquei com bastante curiosidade de conhecer a historia. Vai pra listinha de aquisição. beijos

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum livro da autora, mas essa série parece ser bem divertida.Um romance bem diferente, um casal com vidas bem distantes, que no fundo tem o mesmo objetivo: ser feliz, muito lindo, aprovadíssimo, super beijos...

    ResponderExcluir
  10. Oi, Pah
    Os livros da autora realmente parecem ser bem previsíveis, mas quantos romances maravilhosos não são? Adoraria conhecer o casal e ver como o amor muda as pessoas. Acho que gostaria de ler também, pelos momentos mais divertidos que dão um toque especial.
    Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  11. Nunca li livros da Rachel mas parece tanto com algo que eu amaria que estou com todos eles na meta pras proximas comprinhas, Sadie e Vince são clichés eternos mas amo mesmo assim.

    ResponderExcluir
  12. Olá Pah,
    Faz tempo que quero ler um livro da Rachel, sempre tive a curiosidade de conhecer sua escrita, e quando vi o lançamento desse livro, fiquei interessada logo de cara e corri atrás dos dois primeiros volumes da série. Embora os livros podem ser lidos de forma independente, prefiro ler na ordem de publicação, então vou colocar o primeiro volume na meta desse ano. É sempre bom ter opções de leituras leves e previsíveis, com um belo romance (adorei saber que o envolvimento do casal vai acontecendo aos poucos) e, além disso, esse livro trata também de questões de família, perdão e aceitação, então, promete ser uma leitura apaixonante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu não leio muitos chick lits, mas eu amo os livros da Rachel! Eu já li Daisy está na cidade e maluca por você, quero muito ler Salve-me, pois eu adoro romances mais leves <3

    ResponderExcluir
  14. Pah, esse série parece tão boa quanto as outras. Terminei de ler semana passada Sem Clima para o Amor, segundo livro da série das amigas escritoras, que é muito legal! Com certeza essa série vai entrar pra lista.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Ainda não li nada da Rachel Gibson e gostei da historia do livro principalmente desse casal e de como eles se completam e se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir
  16. Nossa to muito encantada por essa autora, bom saber que o livro nos ensina muito, até porque eu gosto de livros que tenha uma mora de vida, uma lição a ser aprendida. Ansiosa pra ler. Amei o novo formato e cores do site ❤.

    ResponderExcluir
  17. Rachel gibson e demais seus livros sao maravilhosos...estou empolgada pra ler esse!

    ResponderExcluir
  18. Faz tempo que quero ler um livro da autora, tenho curiosidade de conhecer a escrita da Rachel. Gostei de saber que o livro também aborda assuntos como superação, compreensão, amizade, além do romance.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Li alguns livros da autora e curti, mas ainda não conhecia a série. Levando em consideração a pontuação 4/5, acho que darei uma chance aos livros!

    ResponderExcluir