abril 07, 2016

[Resenha] A Queda dos Anjos – Susan Sue

Quando o mundo que conhecemos está prestes a ser arrasado, é preciso apostar tudo na redenção. Os anjos do apocalipse chegaram — e vieram para aterrorizar a humanidade e acabar com o mundo moderno. Gangues de rua tomam conta do dia, enquanto o medo e a superstição dominam a noite. Quando anjos guerreiros sequestram uma menininha indefesa, sua irmã mais velha, Penryn, fará o que for preciso para salvá-la. Até mesmo um acordo com um anjo inimigo. Raffe é um guerreiro caído, que perdeu as asas. Depois de eras lutando suas próprias batalhas, ele é resgatado de uma situação desesperadora pela jovem Penryn, que concorda em ajudá-lo — desde que ele mostre a ela como encontrar sua irmã. Viajando por um mundo sombrio e perigoso, eles podem contar apenas um com o outro para sobreviver. Juntos, vão em direção à fortaleza dos anjos em San Francisco, onde Penryn arriscará tudo para resgatar sua irmã, e Raffe se colocará à mercê de seus piores inimigos pela chance de voltar a ser inteiro.

Fantasia
pós-apocalíptica
| 279 Páginas
|
Cortesia Editora Verus | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 5/5
A Queda dos Anjos foi uma grata
surpresa. Confesso que comecei a leitura sem grandes expectativas – antes de
ler o livro, tudo que sabia sobre ele é que o protagonista masculino era
envolvente e apaixonante (e que ele é constantemente comparado com o Patch de
Hush Hush). Entretanto, não foi preciso mais de um capítulo para que eu ficasse
completamente cativada por essa assombrosa e misteriosa história. Graças a
minha imaginação, ou talvez pela imagem que me venderam da obra, esperava que o
livro girasse em torno de um romance impossível e da mitologia dos anjos caídos.
Porém, graças aos céus, me enganei
completamente. A leitura é, antes de qualquer coisa, assustadora. O clima da
narrativa é de pura tensão e ação, de forma que todos os outros conflitos – seja
o romance, o drama familiar, a guerra entre humanos e anjos, a violência e até
mesmo a luta por sobrevivência – são tão equilibrados que em nenhum momento a
trama perde sua característica principal: ser uma apavorante aventura pós-apocalíptica.
Não nego que a escrita da Susan Sue conta com vários clichês literários,
entretanto todos eles são esquecidos pelas surpresas que seu livro reserva.

A trama gira em torno da jovem Penryn e do fato dela proteger sua mãe (que
tem esquizofrenia paranoide) e sua irmã mais nova (que é cadeirante). Desde que
elas foram abandonadas pelo pai, Penryn cuida da família da melhor forma
possível. Porém, agora que o mundo foi devastado pelos anjos essa tarefa ficou
ainda mais complicada. Tudo o que Penryn sabe é que o anjo Gabriel foi
assassinado, ao vivo em rede televisiva, pelos humanos e que depois disso o
mundo foi dominado pelo caos, pelo medo, pela fome e pela violência. Milhares
de humanos morreram, casas foram abandonadas, prédios foram arrombados e
destruídos, e aos sobreviventes restou viver vagando pelas ruas ou ao lado de
gangues que trocam tudo o que podem – e até o que não podem – por um pouco de
comida. Diariamente Penryn procura abrigo e comida pelos prédios abandonados de
São Francisco, entretanto em uma dessas peregrinações sua irmã é raptada e sua
única esperança é fazer um acordo com o inimigo: um anjo atacado por outros
anjos, o Raffe, que ela ajuda a salvar apenas para obter informações sobre sua
pequena e indefesa irmãzinha. Penryn não sabe o motivo que levou os anjos a
invadirem a terra, não sabe por que eles tratam os humanos como se eles fossem
macacos e muito menos entende como conseguirá manter sua família viva, porém ela
vai fazer de tudo por sua irmã, mesmo que isso signifique salvar um anjo
resmungão e chantageá-lo em busca de informações.



O mais incrível nesse livro é sua narrativa. Desde o começo sentimos o
clima de tensão que gira em torno da nova realidade mundial – e por mais que
Penryn seja uma protagonista forte e decidida, ela narra os acontecimentos com
uma destreza que nos faz entender o medo e a destruição que a humanidade tem presenciado,
o que significa que a jovem não mescla os fatos e muito menos poupa detalhes.
Quando comecei a leitura fui acorrentada pelo cenário criado pela Susan Sue: senti-me
na pela de Penryn, consegui visualizar o mundo destruído que ela detalhe e,
principalmente, pude visualizar cada ser extraordinário e impensável que a
autora criou (sejam eles anjos, Nephilins ou criações inomináveis que só quem
lê é capaz de compreender). O bom de a narrativa ser cruel e assustadora é que
ela foge do padrão de livros jovens adultos de fantasia que costumamos ler.
Como disse anteriormente, o livro conta com vários clichês: romance impossível em
meio ao caos, irmã mais velha lutando pela irmã mais nova, mãe com distúrbios,
jovem adolescente que se vê no meio de uma grande guerra… Porém, tudo isso é
eclipsado pela narrativa da autora e pelas surpresas que sua história carrega.
Juro que esperava algo bem mais leve e não um livro que me lembrasse tanto de
The Walking Dead. Contudo, saliento que a história conta com momentos mais juvenis e que fazem jus a idade da
protagonista, mas o ponto é que eles são raridade e não maioria.

Fora a narrativa surpreendente e aterrorizante (vou repetir isso porque só
de lembrar fico com medo – sim, sou dessas), o livro também conta com uma
mitologia muito bem explorada e inovadora. Histórias sobre anjos-caídos não são
novidades, mas grandiosos anjos brigando entre si, fazendo complôs contra Deus
e a humanidade, e assumindo uma guerra na qual eles não entendem quais são seus
papéis… Isso sim é de botar a cabeça para pensar! Por ser o primeiro volume
de uma série existem vários detalhes que não compreendemos: o motivo dessa
guerra, a posição dos anjos, e o papel da humanidade. Contudo, isso só nos
deixa ávidos pela continuação da saga. E ainda entre pontos positivos posso
mencionar: os dramas descritos através da doença da mãe da protagonista e das
limitações de sua irmã mais nova, a condição de Penryn que não aproveitou nada
seu ensino médio e teve que amadurecer muito rápido, a dor de Raffe em ver ao
que os anjos foram destinados, e o final do livro que deixa um grande gancho
para os próximos volumes.
De modo geral, amei a narrativa da autora, a guerra ela criou, a
personalidade de Penryn e seus conflitos familiares, o envolvimento dela com o
anjo Raffe (sim, ele lembra o Patch e eu adorei isso), e a força dos
sentimentos que essa leitura me causou: choque, medo, paixão, nojo e muita
curiosidade. Agora só me resta esperar pelo próximo livro e descobrir o que
será de Penryn, de Raffe e da humanidade.
• Sobre a Série •
A Queda dos Anjos é o primeiro
volume da trilogia Angelfall. Ainda
não sabemos quando os próximos volumes serão lançados no Brasil, mas lá fora os
comentários positivos crescem a cada livro publicado.
Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

20 Comentários

  • suzana cariri
    01 maio, 2016

    Oi!
    Essa serie está na minha lista de leitura, assim que vi essa livros a capa logo me chamou atenção e lendo a resenha achei a historia interessante e diferente, gostei da protagonista que parece ser uma personagem forte e fiquei curiosa para saber mais sobre essa historia !!

  • Rhoana Lersch
    30 abril, 2016

    Oi Pah! Achei essa capa muito parecida com o novo livro da Collen (Nunca jamais), me interessei muito pela história (amo fantasia né) e já vi vários comentários positivos sobre a escrita dessa autora!! Foi pra minha lista <3 obrigada pela dica, beijos.

  • Ana Paula Lelis
    28 abril, 2016

    Ahh esse sim eu gostei de ver por aqui, eu vejo resenhas gringas faz tempo e sempre tive curiosidade, nao sabia que ja tinham lançado por aqui, esse parece ser bom. Adoro livros de fantasia e voce deu nota maxima ne? Nunca vi ninguem falando mal desse livro!

  • Vanessa DiegoBalhs
    28 abril, 2016

    Nossa! Que série é essa kkk adoro essa nota máxima que vc da ja sei que não vou me arrepender, lendo a resenha essa resenha então… Amo séries de fantasias e romances cheio de suspense. Parabéns pela resenha me deixou muito anciosa e vou ler esse livro… Bjs

  • Larissa Alves
    27 abril, 2016

    Primeiramente, amei a capa rs. Não conhecia o livro, aliás estou conhecendo muitos livros novos e maravilhosos aqui no seu blog. Além de gostar de livros com anjos ( e todos os outros seres "sobrenaturais"), gosto bastante de livros com essa pegada.

    Beijos.
    Larissa Alves
    http://www.feminicesdalari.com.br/

  • emilya costa
    23 abril, 2016

    Oh que interesante adoro livros com essa pegada meio terror mas nao terror, fiquei muito curiosa, conceteza vou ler essa serie….

  • Cailes Sales
    14 abril, 2016

    Oii Pah! Esse livro parece incrível! Só de ler a resenha já fiquei sem fôlego! Gosto de histórias com anjos e "A queda dos Anjos" parece ser inovador e instigante!

  • Rayane Colombo Gomes
    14 abril, 2016

    tambem achei q fosse ser um pouquinho assustador mas fiquei grata por nao ser. eh dificil encontrar livros com este tema. pelo menos eu acho. entao achei bem bacana! super quero ler

  • Maria Fernanda Pinheiro
    13 abril, 2016

    Gostei por se tratar de anjos, um ser não muito citado em livros, parece ter uma história, um enredo e personagens ótimos, alem de narração incrível, espero muito poder ler

  • Theresa Cavalcanti
    10 abril, 2016

    Faz tempo que parei de ler algo sobre anjos e tal. Nunca gostei de nenhum. Mas esse parece ser bom. Talvez eu leia.

  • Jesica Duarte
    09 abril, 2016

    Estou em êxtase só com a resenha, imagine quando eu tiver o livro em mãos. Adoro livro que tenha anjos principalmente quando tem romance no meio. Parece assustador essa série o que eu adoro.

  • Carol N
    09 abril, 2016

    Nota máxima! Uau, quero ler!
    Confesso que o que me fisgou foi o fato de o livro ter sido classificado como assombroso e misterioso. Além de parecer conter ação e tensão. Parece muito bom!
    A resenha me fez querer lê-lo. Parabéns!

  • Sofia Noronha
    09 abril, 2016

    Adorei as capas dos livros, com certeza seria aqueles que eu compraria só de olhar rsrs. Nunca li nada sobre anjos caídos, acredita?! Mas gostei bastante do jeito dessa história, adoro personagens femininas decididas e corajosas, mas que não deixam a humanidade de lado. Fiquei encantada, com certeza assim que tiver uma oportunidade vou adquirir essa série! Beijos

  • Lara Cardoso
    09 abril, 2016

    Eu A-M-E-I o tema que o livro aborda, e por mais que não me interesse por histórias desse tipo, acho que o livro me prenderia muito! Ótima resenha!

  • Micheli Pegoraro
    09 abril, 2016

    Olá Pah,
    Confesso que não conhecia esse livro, mas necessito dele na minha estante agora! Quando vejo que você dá nota máxima na avaliação, já sei que vem livro bom por ai, e como era de se esperar, fiquei completamente interessada com essa trilogia, por conter uma história bem diferente das que já li. Também sou medrosa (e muito) mas não vou resistir, estou muito curiosa pra conferir essa narrativa cheia de tensão e ação.
    Beijos

  • Dan Igor
    08 abril, 2016

    Nossa, estou impressionado com a resenha! Sabe aquela vontade de correr na loja online e comprar o livro sem nem ver o preço do exemplar ou do frete? Pois é, fiquei assim depois que li esse post. A premissa é simplesmente fantástica, uma mistura de ação, fantasia, suspense… Enfim, já tinha lido várias resenhas de Queda dos Anjos mas nunca uma tão aprofundada e de qualidade. Parece ser um daqueles livros que marcam o leitor para até mesmo depois da leitura. Abraços 🙂

  • Vania Correa
    08 abril, 2016

    Não conhecia a trilogia, mas achei bem interessante essa história essa briga entre anjos e tantas outras, a capa está maravilhosa, fiquei bem curiosa com a leitura…beijos…

  • Bruna Lago
    08 abril, 2016

    Adoro quando voce da a nota maxima, sei que posso esperar coisa boa. E que bom que é uma série. Sempre gosto de series 🙂
    Pela capa já da pra sentir essa tensão ne, eu adorei e achei linda. Fiquei encantada com a perspectiva da história, achei o enredo diferente das coisas que já li. Daria uma chance sim.
    Abraços !

  • Beatriz
    07 abril, 2016

    Adoro livros sobre anjos, e esse já capturou meu coração ♥ Principalmente por que estou tentando ler diferentes tipos de livros, e esse gênero não é algo que eu leio muito.
    Beijos

  • Talita Oliveira
    07 abril, 2016

    Ainda bem que não é do estilo mais parado, só espero que não seja tão assustador quanto parece. Sendo uma trilogia acho q a leitura fica mais fácil já q não tem muita enrolação, além do que são tantas series q existem q seria só mais uma, mas vi q tem uma pegada bem diferente! Penryn, imagino, passa por cada perrengue, desde muito cedo já vem sofrendo, isso é de grande exemplo!
    Amei a resenha,bj!