[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Katie Oliver: Chick-Lits a la Jane Austen


Oi queridos! Sejam sinceros: é possível ler Jane Austen e não se apaixonar por suas obras?

Sendo uma Austen-lover assumida, tudo relacionado à autora acaba chamando minha atenção. Imaginem qual foi minha reação, então, ao descobrir uma autora que escreve todos os seus chick-lits fazendo conexões com a diva britânica do século XIX? Katie Oliver até então tem suas obras publicadas lá fora no formato digital (apenas seu primeiro livro já foi lançado em formato impresso), e fiquei extremamente curiosa para conhecer suas três trilogias!

Trilogia "Dating Mr. Darcy" ("Namorando Sr. Darcy")
Essa foi a primeira trilogia publicada pela autora, e os títulos de cada livro fazem referência direta a um diferente título original de Jane Austen: Prada and Prejudice (Pride and Prejudice - Orgulho e Preconceito); Love and Liability (Sense and Sensibility - Razão e Sensibilidade); e Mansfield Lark (Mansfield Park). Em tradução livre, os títulos seriam algo como "Prada e Preconceito", "Amor e Responsabilidade" e  "A Farsa Mansfield", e peço desculpas por não ter as habilidades e a criatividade de uma tradutora para conseguir manter, em português, a relação com os títulos traduzidos (risos).

O primeiro livro, Prada and Prejudice, tem Natalie Dashwood como protagonista (reconheceram o sobrenome dela fazendo referência às irmãs Dashwood de Razão e Sensibilidade?), uma socialite viciada em compras e herdeira da loja de departamentos Dashwood & Jones. Sua vida vira um caos quando sua loja começa a enfrentar uma crise financeira e seu ex-namorado, uma estrela do rock, fica noivo. É quando Rhys Gordon, um famoso executivo, é trazido para salvar a empresa da crise, mas Natalie parece não confiar nele principalmente por seu sorriso ser tão perturbador...

Em Love and Liability, a protagonista é Holly James, uma jornalista procurando por seu grande furo de reportagem. Quando ela parece encontrar um assunto sobre o qual gostaria de escrever, sua perversa chefe a envia para entrevistar um advogado da cidade, cujo nome Holly nunca ouviu falar. Contudo, para sua surpresa, Alex Barrington acaba sendo o oposto do que ela esperava, e ela vê sua conduta profissional muito próxima de cruzar uma linha proibida... 

Por fim, Mansfield Lark traz a história de Gemma Astley, que foi bem sucedida em diversas áreas nas quais outros falharam, principalmente por ter conseguido domar o mulherengo Dominic Heath, uma estrela do rock. Porém, tudo pode ser colocado a perder quando o passado aristocrático de Dominic, que na realidade é Rupert Locksley, vem à tona: ele é herdeiro de Mansfield House, uma mansão em ruínas que precisa de grande investimento financeiro para ser salva. A mãe de Dominic implora por sua ajuda, mas seu pai, o conde, está à beira de deserdá-lo. Enquanto isso, o novo status de Dominic como herdeiro atrai a atenção da socialite Bibi Matchington-Alcester, que passa a tentar fazer com que ele seja dela a qualquer custo.


Trilogia "Marrying Mr. Darcy" ("Casando com Sr. Darcy")
Essa trilogia é uma continuação da primeira. Os dois primeiros livros, And the Bride Wore Prada (E a noiva vestiu Prada, em livre tradução) e Love, Lies and Louboutins (Amor, mentiras e Louboutins, em livre tradução) trazem Gemma de Mansfield Lark como protagonista, enquanto Manolos in Manhattan (Manolos em Manhattan, em livre tradução) é protagonizado por Holly James de Love and Liability

Como esses livros são continuações, peço desculpas a vocês, mas não trarei um resumo das sinopses, para evitarmos spoilers dos livros, ok?
  
Trilogia "The Jane Austen Factor" ("O Fator Jane Austen)
Por último, essa trilogia traz um nome de personagens diferentes de Jane Austen no título, além das protagonistas de cada livro terem também os mesmos nomes das respectivas mocinhas de Austen.

Em What Would Lizzy Bennet Do? (O que Lizzie Bennet faria?), primeiro volume da série, Lizzie sente que sua vida está imitando a arte, já que seu nome é o mesmo da heroína de Orgulho e preconceito e o objeto de sua afeição tem Darcy como sobrenome. Então, quando uma refilmagem de Orgulho e preconceito começa a ser feita, e Hugh Darcy retorna para sua casa após oito anos distante, Lizzie sente que a hora dos dois finalmente chegou: até ser apresentada à Holly, noiva dele.

Já em The Trouble With Emma (O problema com Emma), a vida de Emma Bennet não poderia estar mais desanimadora: ela se encontra presa em um trabalho monótono, morando na casa dos pais e sem uma previsão de qualquer romance em sua vida. Até que um novo reality show começa a ser filmado na casa dos Bennet, e Emma conhece Mark Knightley, o gênio por trás do programa. Ela se vê determinada, então, a fazê-lo parar de focar na vida de outras pessoas para focar na dos dois.

Por fim, Who Needs Mr. Willoughby? (Quem precisa do Sr. Willoughby?), traz as irmãs Marianne Dashwood e Elinor, forçadas a se mudarem para a casa de campo Northumberland, no interior. Marianne está convencida de que sua vida social acabou, sem mencionar seu novo chefe arrogante, Dr. Brandon, que parece não ter uma mentalidade muito urbana. Quando ela conhece o galante, charmoso e bonito Sr. Willoughby, Marianne começa a pensar que a vida no campo pode não ser tão ruim, afinal, especialmente quando ele passa sugerir que a ideia de se casar pode não estar tão distante.



De todos, esse último foi o que mais se aproximou de alguma das histórias originais de Jane Austen, mas confesso que fiquei curiosíssima para ler todos os livros!

E vocês, o que acharam? Adicionariam algum (ou alguns) à wishlist de vocês?

Beijos a todos!, 












Participe Aqui

14 comentários:

  1. Sinceramente ainda não havia ouvido falar sobre Katie Oliver, mas gostei muito do jeito dela de escrever e sem falar nas capas dos livros que estão sensacionais.Sou apaixonada por chick-lit, estou participando do desafio de 2016, mas confesso que dei uma paradinha para fazer outras leituras, mas vou terminar prometo, beijos..

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Ai meu Deus!!!! É feio ficar curiosa com esse livros enquanto tenho tantos outros para ler?
    Será que alguma editora pode se interessar pelos livros aqui no Brasil? Tomara!!!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia ainda, mas fiquei super empolgada para ler! Amo chick-lits <3

    ResponderExcluir
  4. Amei a premissa, amei as capas! ISSO DEFINITIVAMENTE PRECISA SER PUBLICADO NO BRASIL! Por favor, nos deixe informadas sobre qualquer evolução no sentido de termos alguma editora nacional interessada neles.

    ResponderExcluir
  5. Quantas trilogias lindas e fofas. Essa autora é um amor e sua escrita é belíssima
    Alem de que eu amo trilogias, a gente conhece tanto os personagens, me sinto parte da vida deles ;)

    ResponderExcluir
  6. Amei a notícia! Adicionaria todos. Amei de mais as capas.

    ResponderExcluir
  7. Aione! Como assim você apresenta essas trilogias MARAVILHOSAS com referências às obras da Jane Austen ♥ e elas ainda não foram publicadas no Brasil?! Vamos fazer uma campanha para alguma editora ouvir nossos lamentos e atender o nosso pedido, pois esses livros precisam ser traduzidos e publicados agora! Hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Amei gnt.. onde encontrar estou procurando desesperadamente um melhor que o kutro parece ser

    ResponderExcluir
  9. Nossa, Aione! Estou totalmente por fora. Ainda não tinha ouvido falar de Katie Oliver e nem da série, claro. Que máximo ter essa relação com Jane Austen. Como então você poderia não amar?
    Fiquei mega curiosa e super amei as capas. Perfeitas! Adicionaria todos a minha listinha haha

    ResponderExcluir
  10. To igual a ti Aione, curiosíssima! Sou doida por Jane Austen, apesar de ainda não ter lido todos, e sou um cado obcecada por adaptações de Orgulho e Preconceito hahaha por isso, já quero ler os dessa autora! Obrigada pelas dicas <3

    ResponderExcluir
  11. Amoraa ♥ Apesar de não ser o tipo de leitura que chama minha atenção tenho aprimorado mais meu gosto e dado uma chance e imagina só? Adoreiii ! ♥ hahaha E já até Li "Orgulho e preconceito " Acho a escrita da Jane maravilhosa ! Mas não cheguei a ler todos os seus livros .Adorei as capas dessses chick-lits por Katie Oliver me deu uma mega vontade de devorar-lós !!!

    ResponderExcluir
  12. Linda as capas da Katie Oliver, não leio muito chick lits, apesar desse ano ter lido mais do que no ano passado, adorei essa dica, vou dar uma chance

    ResponderExcluir
  13. Confesso que chick lits não é meu gênero preferido, mas sempre me animo a tentar a ler mais!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Ainda não conhecia a autora mas achei bem interessante temos livros inspirados na historia da Jane Austen, gostei das três serie e fiquei bem curiosa sobre as historia e quero muito ler !!

    ResponderExcluir