[Resenha] Alice No País do Amor – Lucilla Guedes

Alice é uma advogada beirando os trinta anos, que mora em Curitiba e sonha com o verdadeiro amor. O problema é que ela é apaixonada – desde menina – por Max (atual namorado de sua melhor amiga, Helen), nutrindo, por ele, uma paixão platônica. Esse sentimento se reacende na época da faculdade quando o reencontra como professor do curso de Direito. Alice resolve não revelar que fora sua vizinha quando criança e inicia um flerte com Max, mas a história toma outro rumo quando ele conhece Helen e eles começam a namorar. Sofrendo com essa paixão não correspondida, Alice conta sempre com o apoio de Alan, seu amigo e confidente, mas vê evaporarem suas últimas esperanças ao saber que Max pediu Helen em casamento. Abalada com a notícia, com a autoestima “no pé” e tentando “dar a volta por cima”, Alice decide ousar, com um vestido pra lá de provocante, justamente na festa de aniversário à fantasia de Helen (em que quase todos estão vestidos como as personagens de Alice no País das Maravilhas) e então desperta — novamente — o interesse de Max, que tenta seduzi-la. Será que Alice conquistará o homem dos seus sonhos?
Chick-Lit | 228 Páginas | Chiado Editora | Skoob | Compare & Compre | Classificação: 5/5 | Resenha da Day Farias
Alice é apaixonada por Max desde que se lembra e, no caso dela, isso é literal. Desde criança, quando se escondia embaixo da cama dele pra fugir das discussões de seus pais, Alice começou a sentir algo que levou até a vida adulta – um amor que jamais foi de fato concretizado, talvez nem sequer notado, por Max. Mesmo que tenha tentado de todas as formas, ela jamais conseguiu esquecer o que sentia por ele: ainda mais quando esses sentimentos se tornam um furacão ao saber que Max não só se envolve com sua melhor amiga, mas também a pede em casamento! Alice está destruída e pensa que tudo está perdido, mas em uma festa a fantasia o destino parece querer brincar com ela: Max finalmente parece corresponder seus sentimentos depois de tantos anos e essa pode ser sua chance (ou ser seu maior erro, afinal Max é o noivo de sua melhor amiga!). Em suas mãos, Alice tem o que sempre quis: sua própria história de amor. Mas a um custo tão alto, será que vale a pena?

Alice é uma advogada que se acha sem graça e comum. Mesmo tendo sonhos que adoraria viver, ela prefere a segurança de sua carreira atual e isso também se aplica a sua vida amorosa. Quantas vezes não nos enxergamos nessa mesma posição, com medo de arriscar? Esse foi um dos motivos pelos quais me envolvi e me identifiquei tão rapidamente com Alice. Durante a leitura, por diversas vezes, senti como se não estivesse mais no mesmo lugar em que abri o livro, mas sim que fora transportada para o pequeno, porém charmoso, apartamento de Alice e ouvia cada detalhe de sua história. Doía-me pela personagem ao mesmo tempo em que sentia vontade de sacudi-la diante de seus erros e do romantismo que ela, por vezes, insistia em querer enxergar onde não havia. Mas, logo depois, eu só queria abraçá-la por me identificar de tantas formas com suas atitudes e com sua história de vida. Conectei-me de forma tão real que as páginas simplesmente voaram e, se não fosse pela falta de tempo, com certeza teria devorado o livro bem mais rápido. Alice é real, encantadora, engraçada, reflexiva: em suma, cativante. A escrita de Lucilla é absolutamente fluída e muito gostosa o que me fará, definitivamente, ficar de olho nessa autora daqui por diante.
Embora a premissa nos faça esperar por um romance, não senti que de fato ele poderia se encaixar nessa categoria, pelo menos não no sentido mais comum da palavra. Acredito sim que Alice no País do Amor de fato fale sobre o amor, de um amor que não é romântico, mas é igualmente necessário: o amor próprio. Senti que durante toda a história de Alice, mesmo sem perceber, a personagem não estava em busca apenas do verdadeiro amor, mas também do amor que ela deveria ter dedicado a si mesma desde o início. E esse detalhe me encantou e fez com que eu me apaixonasse ainda mais por esse livro.
Engraçado e romântico de diversas formas, essa Alice não me levou a olhar para dentro da toca do coelho, mas sim pra dentro de mim mesma – e, definitivamente, isso não é algo fácil de se encontrar em um livro.  Por ter gostado tanto do livro, só resta indicá-lo (e relê-lo, claro) mil vezes! Deem uma chance e deixem-se surpreender pela cativante escrita da Lucilla Guedes.
Beijos,




Participe Aqui

21 comentários:

  1. goste muito a resenha, ´fiquei em duvida com a história, então quero ler logo pra saber se ela vai ser vaca de ficar com ele kkk

    http://entrevereviver.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. fiquei super interessada é com dó de Alice!!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Esse ano ando lendo pouco, mas alguns livros nacionais acabam me despertando muita curiosidade.Sua resenha me deixou mega curiosa. Acho muito importante livros que retratem cidades brasileira, nosso pais é muito lindo e é muito legal poder conhecer melhor através da leitura.

    ResponderExcluir
  4. Eu li esse post duas vezes, Na primeira tive uma impressão totalmente diferente da segunda ! De primeiro vi a protagonista daquele tipo de amiga "Vaca " kkk E quando ela foi na festa de sua melhor amiga me fez ter a impressão que ela foi justamente pra provocar o noivo, só que depois pensei melhor, ela guardou esse sentimento por tanto tempo ali, tão vívido e tão puro, depois reprimiu ele ao tão ponto que a sufocava, acho que ela pensou muito na felicidade alheia, que esqueceu da dela própriia, de fazer mais por ela mesma, e quando ela se vestiu pra festa o que ficou em mim dessa vez, é que ela falou pra si mesma, Agora já chega, vou parar de mendigar esse amor, vou buscar a amar a mim mesma mais,e se vestiu pra arrassar mesmo, não pra provocar ou chamar a atenção de ninguém , se vestiu pra ela, pra ela se sentir bem.. amada e Goxxxxtosa HAHAHA Tem coisa melhor? Ameeeei . Tirei essas conclusões lendo a sinopse e sua resenha kkkk, e já querooo lê-lo. ♥♥

    ResponderExcluir
  5. Uaau Day amei sua resenha , a ultima vez que tive sensações parecidas com essa refente a uma personagem foi com a Sophie do livro "A garota que vc deixou para trás " da Jojo Moyes, porem no meu caso não foi por me identificar com ela, mas sim por tanto sofrimento que ela passou durante a historia...amo livros assim e antes de ler sua resenha, achei q era um livro tipo "mais do mesmo".

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro ainda, e fiquei com muita vontade de ler! Parece ser ótimo!

    ResponderExcluir
  7. Nossa amei, em poucas palavras você falou muito, eu me imaginei no lugar dela bem difícil a situação, agora já quero, pois você disse que é um livro que precisa ser lido várias vezes.

    ResponderExcluir
  8. Nossa muito legal esta postagem parabéns .
    Faça o melhor para quem voce ama , o amor é lindo viva intençamente .
    http://www.loucurasdeamor.xyz/index.html

    ResponderExcluir
  9. Oi Day,
    Não conhecia o livro nem a autora, mas nossa! Amei o que li na resenha, adoro histórias onde acompanhamos o amadurecimento da protagonista, aprendemos tanto coisa com um livro assim. Fui fisgada pela frase “Alice não me levou a olhar para dentro da toca do coelho, mas sim pra dentro de mim mesma” amei, amei! Já está na lista de desejados, obrigada por apresentar esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Achei bem interessante essa história da Alice, que nos traz vários pontos que enfrentamos no dia a dia, achei a leitura bem densa, intrigante e fiquei curiosa com o final do livro, beijos...

    ResponderExcluir
  11. Eu não gostei muito da personagem, talvez por não concordar com os seus atos. Não acho necessário ir tao longe quando você sabe que naquee momento algo não deve ser seu. Acabei achando fútil demais. Uma pena!
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. AMO um clichê sabe? Eu amo mesmo! Sempre me perco nessas leituras e depois de um livro mais pesados e nesses que eu procuro refugio.
    Eu não li essa obra mas eu gostei bastante. A capa é linda! E gosto quando há essa mistura de cultura pop no enredo.
    Torcer para personagens é uma das coisas que eu mais faço SUHAUSHAUH choro, dou risada, brigo... É bom se envolver assim *-*

    ResponderExcluir
  13. Parece ser uma história bem interesse, já está na minha lista de leitura! Mas já estou vendo que essa personagem principal é meio cabeça dura!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah!
    Nossa, de cara eu juraria que esse livro seria uma releitura do clássico Alice no País das Maravilhas, mas me surpreendeu! Eu que não sou fã de romances, me encontrei querendo ler ele. Inclusive vou procurar ele e começar já a leitura hahaha. A resenha tá maravilhosa! Parabéns ♥

    ResponderExcluir
  15. Lendo a resenha, lembrei muito de O Noivo da Minha Melhor Amiga, livro que por sinal eu não gostei hahaha mas fiquei curiosa quanto a esse livro, ainda mais pq gosto de livros que mostram amadurecimento dos personagens!
    Já ta na lista de leituras :)

    ResponderExcluir
  16. Amei sua resenha *-* A história parece ser muito interessante e fofa, além de reflexiva. Espero poder ler logo <3 Obrigada pela dica rsrs :)

    ResponderExcluir
  17. Fiquei louca para ler esse livro!!!

    ResponderExcluir
  18. Quando comecei a ler pensei que seria mais sobre romance, mas me enganei, mas ele fala sobre amor e tem um humor, sendo em partes engraçado, uma ótima recomendação

    ResponderExcluir
  19. Oi Day!
    Essa capa totalmente me fez lembrar de Síndrome Psíquica grave haha bem parecidas, eu acho.
    Adorei a premissa e gosto disso de tratar mais do amor próprio do que o amor romântico. Não sou muito chegada a romances :P
    Bom, fiquei curiosa sobre a escrita da autora, mas pelo menos pelo que eu entendi, a protagonista não jogou a amizade no lixo por um homem

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Lindaaaa essa capa, achei muito legal a premissa do livro!

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Ainda não conhecia essa historia mas gostei muito, a Alice parece o tipo de personagem que cativa o leitor e nos faz torce por era, fiquei curiosa sobre essa historia e se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir