agosto 30, 2016

[Resenha] A Coroa – Kiera Cass

Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil – e importante – do que esperava. America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil – e importante – do que esperava.

Romance (+Fantasia) | 310 Páginas
| Cortesia
Editora Seguinte| Skoob |
Compare
& Compre:
SaraivaSubmarinoAmazon | Classificação: 4/5
Mais uma série finalizada e que vai deixar
saudades. Mesmo achando os dois últimos livros da saga desnecessários para o
desenvolvimento da trama de A Seleção,
não consigo me despedir facilmente desses personagens. Admiro a capacidade que
a Kiera Cass tem de criar um universo cativante, romântico e extremamente
envolvente. Tanto é que, apesar dos inúmeros pontos negativos que posso elencar
para esses livros, não nego que sou perdidamente apaixonada por eles. Assim, mesmo
que A Coroa não seja o melhor livro
da autora (ou até mesmo dessa série), ele cumpriu minhas expectativas e fez jus
a esses personagens tão maravilhosos e especiais.

Assim como seu antecessor, A Coroa tem como pano de fundo uma Iléa
vinte anos mais velha. Maxon e sua escolhida (não vou dizer quem para não
acabar com a graça dos futuros leitores) já foram coroadas e nos últimos anos
implementaram várias mudanças sociais e políticas – como haviam prometido, eles
fizeram de tudo para diminuir as diferenças entre as classes e para criar um
reino mais igualitário. E é aqui que entra nossa protagonista: Eadlyn, a
princesa e futura rainha. Chegou à vez de Eadlyn assumir o reino e, enquanto
tenta conquistar a população e provar que será uma líder tão boa quanto seu
pai, ela participa da sua própria Seleção em busca de um marido e futuro rei. O
fato é que a seleção da princesa não começou nada bem e, para piorar as coisas,
agora ela precisa apressar o processo e escolher logo um futuro rei. E sabe
qual é o grande problema de apressar as coisas? É que a seleção mudou Eadlyn e
pela primeira vez na vida ela quer algo com o qual nunca sonhou: uma vida livre
de cobranças e um amor tão forte quanto o dos seus pais. – Vocês acham que a
princesa encontrará o que tanto almeja?
Uma das coisas que mais gostei no livro é
que, pela primeira vez, a Kiera Cass deu um enfoque político à trama. Desde o
primeiro livro a autora fala sobre divisão de classes, segregação social e
pobreza; porém, esses aspectos eram eclipsados pelo romance, pelos belos
vestidos e, principalmente, pelo processo de seleção. Contudo, o fato de Eadlyn
ser uma líder nata e colocar seus súditos como prioridade, permite que sua
história foque nos problemas políticos de Iléa e nas necessidades da população.
Assim, lemos sobre a rotina da futura rainha, suas obrigações e tomadas de
decisão, e sua luta para agradar e melhor a vida de seus súditos. E eu adorei
isso. Adorei a narrativa mais política e verdadeira, adorei os dilemas da
protagonista e suas dúvidas a respeito de como gerir o reino, e adorei também
as discussões políticas que a autora trouxe para a história. Claro que toda a
bagagem política é mais leve e superficial – afinal, estamos falando de um
livro fofo e leve. Porém, gostei de como a autora conduziu a vida de futura
rainha e citou todas as cobranças que esse título carrega.
Em contra partida, achei que a autora focou
tanto na rotina da princesa e em seus dilemas políticos que, infelizmente, o
romance ficou em segundo plano. A sensação é que muitas coisas acontecem em
poucas páginas: dramas e decisões políticas, revolta populacional, crescimento
e amadurecimento da protagonista, coroação e, só então, o desfecho romântico.
Já sabia que o livro uniria as pontas soltas deixadas por seu antecessor, mas
tudo foi resolvido de forma muito apressada. E nesse aspecto o pilar romântico
foi o que mais me desagradou. Por demorar para desenvolver o romance, pareceu
muito platônico o envolvimento do casal – principalmente quando comparamos com
os romances vivenciados pelos outros protagonistas da série A Seleção; a impressão é que o amor de
Eadlyn é sem água e sem sal perto do
de seus pais. 
Ainda assim, mesmo achando tudo muito
rápido e abrupto, é impossível negar que suspirei, torci e me diverti com essa
história. Como disse no início, mesmo com os pontos negativos é muito fácil se
apaixonar pela trama. A Kiera tem uma maneira gostosa de escrever e que só me
deixa mais e mais encantada por suas obras. A
Coroa
não é um livro maravilhoso, mas ele fecha com chave de outro uma
série que tem um pedacinho do meu coração. Para os fãs, vale muito a pena ler.
E para aqueles que querem começar: leiam ao menos os três primeiros volumes,
tenho certeza que não vão se arrepender.
• Sobre a Série •
A Coroa é o último livro da série A Seleção,
composta pelos livros A Seleção, A Elite, A Escolha, A Herdeira e A Coroa.
Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

20 Comentários

  • Anônimo
    23 março, 2017

    eu ja li quase todos os livros de Kiera cass e eu estou amando

  • Aimara Rocha
    02 setembro, 2016

    Só li os dois primeiros dessa serie. E pra ser sincera não me cativou muito não.Quem sabe não volto a ler.

  • N4tyDark
    01 setembro, 2016

    Oii Pah, tenho muita vontade de comprar a série "A seleção" mas acabo sempre adiando e colocando outras em prioridade, porém já vi tantos comentários bons sobre a trilogia inicial, mas quando a escritora resolveu prolongar , foi desanimando e ate sendo desnecessário, me desviei dos spoilers o máximo que pude kkk. Pretendo da uma oportunidade e tirar minhas conclusões sobre a mesma, mas quero ler eles em sequência vou me preparar pra garantir todos. ♥ 🙂

  • Midnight - Bruna Prata
    01 setembro, 2016

    Eu achei que na primeira metade nada acontece, somente o enfoque nos assuntos políticos, que não é de um todo mal. Já a segunda metade tudo foi corrido, o romance, a trama, tudo. Sem falar no romance, ainda não parei para pensar em como a Kiera achou que aquilo ia ser legal, sem nenhum efeito colateral para nós leitor.
    Quando eu percebi o livro já tinha acabado.

  • Márcia Saltão
    01 setembro, 2016

    Olá.
    As capas dessa série de livros é muito linda! Tenho lido muitos comentários e resenhas a respeito dos mesmos e alguns não são tão positivos assim. De qualquer forma, não me chama muito a atenção. Talvez um dia venha a ler e tirar minhas próprias conclusões. Sua resenha está ótima! Beijos.

  • Vania Correa
    01 setembro, 2016

    Adoro a Kiera Cass, li a Herdeira e essa coleção é maravilhosa, ainda não li os outros, mas é uma leitura bem leve e divertida, com personagens marcantes, gosto muito de história que envolvam casamento, regras, quero muito ler a Coroa, beijos…

  • Micheli Pegoraro
    01 setembro, 2016

    Oi Pah,
    Faz tempo que quero ler a série A Seleção, mas continuo adiando, não sei explicar o motivo haha Mas pretendo iniciar a leitura ainda esse ano (será?); estou ansiosa para conhecer esse universo romântico e cativante da Kiera Cass.
    Já vi outros comentários dizendo que tanto esse livro como o anterior – A Herdeira – não foram tão envolventes como os primeiros, mas mesmo assim, não tira o brilho dessa série que conquistou muitos fãs por ai. Por um lado é bom que a autora optou por trazer mais as questões políticas da história, pelo que sei dessa série, é um assunto a ser destacado, mas é uma pena que ela desenvolveu tardiamente o romance.
    Beijos

  • Theresa Cavalcanti
    31 agosto, 2016

    Eu gostei de A Herdeira, apesar de muita gente ter falado mal, mas A Coroa não foi muito bom pra mim! Algumas coisas que eu queria não aconteceram, mas por outro lado, fui surpreendida por outras coisas. Foi um livro ok.

  • Bruna Nunes
    31 agosto, 2016

    É a série queridinha do meu coração! Já reli várias vezes, mas realmente difícil supera o amos dos pais da Eadlyn, concordo com tudo o que você disse!
    Sou fã da saga, quero Maxon, América e todos os outros como meus amigos hahaha Maxon e Aspen dividiram meu coração. São meus amores platônicos!!

  • Bruna Nunes
    31 agosto, 2016

    Realmente o os três primeiros são os donos do meu coração. Recomendo sempre para todos que leiam. A história de Eadlyn, mas também quase impossível superar seus pais. São os queridinhos do meu coração!!

  • Veronica Vieira
    31 agosto, 2016

    Eu não consegui gostar tanto dos dois últimos livros, acho que principalmente por que eu torcia para formar um casal diferente do final, mas os 3 primeiros eu sou apaixonada.

  • Adriana Holanda Tavares
    31 agosto, 2016

    Oi Paola, acho que você resumiu bem quando escreveu que os dois últimos livros da série foram desnecessários, essa é a minha grande crítica quanto à séries longas, as vezes parece que o autor não consegue acabar um livro e fica enfeitando depois com contos, memórias e outros itens que acho meio forçado! Mas como você bem disse é um livro bom, mesmo que o romance tenha sido meio apressado vale a oena ler tudo da série e só assim ter uma opinião mais séria!

  • Maria Fernanda Medeiros
    31 agosto, 2016

    Não gostei da trilogia original e não pretendo ler as continuações. Simplesmente não consegui entender tanto clamor em cima dessa série, achei todo o conteúdo bem bobo :/

  • Josiane
    31 agosto, 2016

    eu só li o primeiro livro da série, não estou me aprofundando muito nos demais, para não dar spoiller

  • Bruna Lago
    31 agosto, 2016

    Oi Pah, bom dia!
    Olha, sabe que eu nunca me interessei em saber mais sobre essa serie ? Não que eu não goste do estilo, alias, as sinospses chamam minha atenção. Talvez seja porque é tão falada que tenho medo de não ser isso tudo, sabe ?
    Não sabia a ordem dos livros, que bom que você colocou no final, é uma serie que podemos considerar grande.
    Ah, também tem essa historia de seleção. Eu acho que a historia fica bem repetitiva por tratar sempre da mesma coisa. Bem, não sei se é um livro que eu gostaria de ler. Mas nunca podemos dizer nunca ne ? Kkkkk livros são uma surpresa !
    Beijos e até mais.

  • Gabriel Aleksander
    31 agosto, 2016

    Terminei recentemente esse livro e concordo com você a respeito dos dois últimos volumes não acrescentarem tanto a série (mesmo a gente amando ler por causa dos personagens e a escrita da Kiera). Amei o blog, parabéns pelo ótimo trabalho <3

    fatalityliterario.wordpress.com

  • Carolina Picasso
    30 agosto, 2016

    Esse é o único que ainda não li e estou bastante curiosa para ver no que vai dar tudo no final!!
    Adorei a resenha.
    Beijos,
    Carol | Fantasma Literário
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com

  • Anna Mendes
    30 agosto, 2016

    Oi Paola! Ótima resenha!
    Ainda não li nenhum livro desta série, mas a cada vez que leio uma resenha sobre ela, fico muito curiosa para ler todos os livros. Acho que vou gostar, pois adoro histórias de fantasia e romance. Também achei as edições muito bonitas, principalmente pelas capas 🙂

  • Raquel Oliveira
    30 agosto, 2016

    Paola quando li A Coroa tive a sensação que o livro foi corrido e que a autora meio que "jogou" o romance na cara do leitor. Pode ser por causa do que você disse, e questão política e do dia a dia da personagem, mas senti falta de suspirar e me encantar como ocorreu nos três primeiros livros da série.

  • camila rosa
    30 agosto, 2016

    Aahhhhh louca para ler esse livro, ainda não li A herdeira, mas irei assim que estiver com A coroa em mãos, infelizmente essa não é a primeira resenha que vejo dos dois últimos livros no qual dizia que eles não eram tão bons quantos os outros da série, mas estou super curiosa para ler o livro, que bom que ainda suspiramos e torcemos pelos personagens.
    Beijos *-*