[Resenha] A Última Carta de Amor – Jojo Moyes (+ Sorteio)

Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta a casa com o marido, ela tenta, em vão, recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por "B", e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento, como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado, Ellie começa a procurar por "B", e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas do próprio relacionamento. Com personagens realisticamente complexos e uma trama bem-elaborada, A Última Carta de Amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.
Romance | 384 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca | Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação: 4/5
Uma das características mais marcantes da narrativa da Jojo Moyes é a abordagem de temas polêmicos. Mesmo quando a trama tende completamente ao romance, a autora nunca deixa de discorrer sobre tópicos contraditórios e reflexivos. Tanto é que em A Última Carta de Amor, uma história sobre o amor e suas representações ao longo do tempo, o leitor é incitado a refletir sobre traição, preconceito social, disparidade financeira, divórcio, independência feminina e, principalmente, sobre o papel da tecnologia no processo de transformação da verbalização do amor. Ao unir a história de amor de dois casais completamente diferentes, Jojo Moyes leva o leitor a repensar o significado do casamento, da paixão e do tipo de amor capaz de durar décadas.

A trama une duas narrativas: a de Jennifer (uma esposa troféu da década de 60) e a de Ellie (uma renomada jornalista dos tempos atuais). Ellie está passando por uma fase delicada; desde que começou a namorar um homem casado as coisas saíram do controle – afinal, tudo o que ela faz é pensar no namorado e no futuro em que finalmente poderão estar juntos sem o fantasma da esposa dele. Assim, com a cabeça no mundo da lua, Ellie vai precisar batalhar para garantir seu emprego. E é exatamente nesse momento, quando ela precisa de uma nova matéria para a revista na qual trabalha, que a carta de amor enviada à Jennifer décadas atrás caí em suas mãos. Intrigada com essa carta, Ellie começa a investigar a vida de Jennifer e buscar indícios de que ela e o grande amor de sua vida tiveram um final feliz. Desta forma, enquanto Ellie tenta descobrir mais sobre tais amantes, mergulhamos na narrativa do passado e no romance vivenciado por Jennifer. Jennifer é uma mulher bem casada, vista como esposa troféu de um dos empresários mais famosos da Londres de 1960, que se apaixona perdidamente por outro homem. Por um longo tempo essa paixão manteve-se através de cartas de amor trocadas secretamente. Porém, tudo parece ter mudado já que Jennifer sofreu um acidente, perdeu a memória, e não se lembra mais desse grande amor. Portanto, o charme da obra é que ela intercala: o passado distante, com Jennifer narrando como conheceu seu verdadeiro amor; o passado próximo, com Jennifer sem memória tentando juntar as peças do quebra-cabeça que sua vida virou; e o presente, com Ellie se esforçando para equilibrar seu caso de amor com suas descobertas sobre as cartas de Jennifer.
Quem me conhece saber que não gosto de histórias de amor que começam com traição; sinto que o sentimento perde o brilho quando inicia dessa maneira. Entretanto, em A Última Carta de Amor à talentosa Jojo Moyes foca exatamente nessa questão: – Quando uma traição, em nome do amor, realmente vale a pena? Confesso que não foi fácil aceitar essa abordagem, contudo gostei de como a autora trouxe o tema e de como ela uniu Ellie e Jennifer, duas mulheres com relacionamentos extraconjugais, e a partir da história delas nos fez refletir sobre as inúmeras facetas do amor. Ellie vê nas cartas de Jennifer a possibilidade de resolver sua própria vida; ela quer encontrar um motivo para justificar o amor que tem vivido, por isso usa as cartas de Jennifer como se elas fossem um bote salva-vidas. E eu gostei muito disso, de como a jovem vai encontrar no passado as respostas para as suas dúvidas. Além disso, adorei o amor vivenciado por Jennifer. Ela é de uma época em que as mulheres não deviam pensar ou opinar, apenas agradar seus maridos com sua companhia, alegria e beleza. Assim, quando Jennifer encontra o amor – aquele verdadeiro, tórrido e irracional – tudo muda. A partir desse sentimento Jennifer, uma mulher forte em um período de subjugação feminina, embarca em uma batalha gigante em nome do amor. E isso é lindo, emocionante e extremamente tocante. Foi por causa de Jennifer, de suas cartas e de sua determinação, que esse livro ganhou um pedacinho do meu coração.
Um dos pontos negativos da história é que a narrativa é extremamente lenta. São muitas idas e vindas, informações partilhadas pela metade, e dados que parecem não ter nexo nenhum. Tanto é que até a metade da obra não entendemos a ligação entre passado e presente e, principalmente, não sentimos o amor de que a autora tanto fala. Porém, do meio em diante a autora começa a unir alguns pontos soltos, a leitura fica mais instigante e fluída, e passamos a sentir o amor descrito, torcer por ele, e nos emocionar com as dores, perdas e com o processo de superação vivenciado por essas duas protagonistas. Foi do meio em diante que a leitura realmente me prendeu e encantou. Achei Jennifer uma personagem fortíssima, encantadora e exemplo de independência feminina. E achei Ellie, mesmo que insegura e perdida inicialmente, guerreira o suficiente para enfrentar seus medos e lutar pelo futuro. Ambas protagonistas fazem escolhas erradas, magoam pessoas ao seu redor, e escolhem amores impossíveis, mas exatamente por isso elas crescem e amadurecem como mulheres. E eu realmente adorei isso; amei esse processo de crescimento, perdão e luta.
Em linhas gerais, A Última Carta de Amor é o tipo de livro que nos conquista aos pouquinhos. Não achei esse o melhor dos livros que já li da Jojo, mas independente das comparações é impossível não terminar a leitura com a sensação de que aprendemos a amar um pouco mais.
• Sorteio •
Ficou curioso? Então que tal concorrer a um exemplar do livro? Para participar basta:
·         Possuir endereço de entrega no Brasil;
·         Preencher o seguinte formulário:
Prontinho, agora você já está participando! A promoção fica no ar até o dia 09 de Outubro e o ganhador será divulgado no dia seguinte. Lembrando que o mesmo tem até 48 horas para responder o contato de solicitação de endereço, se não, realizaremos um novo sorteio. Além disso, vale salientar que o envio do prêmio será realizado pela editora, o que significa que o mesmo pode demorar até 40 dias.


Beijos e Boa Sorte!



51 comentários:

  1. Até agora li apenas 3 livros da autora (Como eu era antes de vc, Depois de vc, A garota que vc deixou para tras) mas já foi suficiente para entrar para minha lista de autores preferidos tanto que já tenho mais um dela na estante esperando para ser lido (Baia da esperança). Mesmo vc falando q essa leitura foi um pouco lenta no começo acho que tudo dela vale a pena ser lido , mais sinceramente, essa foi uma das sinopses q realmente não me deixou tão instigada

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha,ja quero ler esse livro. Pah eu te amo mas assim vc me leva a falencia kkkk

    ResponderExcluir
  3. Eu já li esse livro.
    Na verdade foi o 1° que eu li da Jojo.
    Também não gosto quando tem traição, mas como você disse Jojo trata o assunto de um jeito diferente.
    Acho que vale a leitura sim!.... sempre aprendemos algo!

    ResponderExcluir
  4. Adoro como a Jojo Moyes escreve. o único livro que li dela foi Como eu era antes de você, o preferido. Estou lendo o depois de Você, e estou adorando. Obrigada por trazer mais uma resenha de um livro que parece legal

    ResponderExcluir
  5. Pelo que eu pude notar, a Jojo começa a narrativa lenta mesmo, mas com o tempo ela vai dando sentido a tudo que está sendo posto e fica cada vez mais empolgante. Me identifiquei demais com a escrita dela e com a forma que ela descreve as coisas (muito parecido com o meu jeito de escrever, embora eu goste mais de terceira pessoa). Estou louca para ler outros livros dela, inclusive essa, mas espero não me decepcionar com essa narrativa que vai alternando entre as personagens.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Os temas que a Jojo sempre são bem profundos mas o jeito que ela escreve é tão gostoso, apesar de realmente arrastar de vez em quando! Por isso quero muito ler pra ver o que eu acho.
    A resenha estava muito boa!

    ResponderExcluir
  7. Gosto dos dramas da jojo a escrita dela me prende realmente só comecei a enter o livro depois da metade, me emocionei na parte final foi lindo chorei muito kkkk.
    Parabéns pela resenha arrasa sempre.

    ResponderExcluir
  8. Paola, eu tenho alguns livros da Jojo... eu sempre quis muito ter esse mas nunca comprei. Nas férias de julho comecei a ler ele pelo computador, mas ler pelo computador não é meu forte... A história estava interessante, mas justamente por estar um pouco arrastada até a parte que li... onde ela estava narrando entendendo sobre seu caso... estava um pouco cansativo ler pelo pc. Esperei que nas promos desse pra comprar ele, mas já que os livros da Jojo ganharam capas novas... os preços nãoa baixaram né? Acho que essa é a chance de concluir a leitura. Rs, por que só fiz uma pausa, quero muito terminar.

    ResponderExcluir
  9. Oii!
    Eu nunca li nada da Jojo, porque eu não sou muito fã do estilo. Pela primeira vez eu realmente me senti tentada a dar uma chance. rs
    Adorei a resenha!^^
    Beijo

    Canastra Literária | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha! No entanto, estou receosa quanto ao livro... Quando digo receosa, quero dizer que estou traumatizada pelo outro livro que li da autora... Sim, "Como eu era antes de você"... Apesar de ter amado, ainda assim, a história me deixou muito triste! Vamos ver se crio coragem para enfrentar a autora mais uma vez!

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha é o tipo de livro que eu gosto, se trata de duas personagens distintas mais com várias coisas em comum. Muita vontade de ler esse livro,me parece muito bom.

    ResponderExcluir
  12. Esse foi o primeiro livro da Jojo que me chamou atenção, mas lá se vão 5 anos desde que adicionei a minha lista de desejos e ainda nada! Vejo muita divergência sobre esse ser o melhor livro da autora ou não... então preciso muito ler para saber <3
    Amei a nova capa, que combina direitinho com os outros livros da autora *-*

    ResponderExcluir
  13. Oi Paola!
    Adorei a resenha e a sua honestidade em apontar os pontos positivos e negativos da obra. Achei a história interessante e fiquei curiosa pela leitura. Mas acredita que eu ainda não li nenhum livro da autora? Estou pensando em começar por "Como eu era antes de você".
    Ah, eu amei a capa do livro também! Adoro romances com capas delicadas :)

    ResponderExcluir
  14. Não podemos negar que essa sinopse é bem complexa e bonita. Me inspira a ler esse livro.
    O único que li de Jojo foi Como eu era antes de voce, e gosto bastante da escrita dela. Como você falou, os temas são bem marcantes na vida das pessoas e percebemos que pode acontecer co qualquer um.
    Achei tão diferente a perspectiva de escrita, com esses casais diferentes sendo separados por décadas, e toda essa hist´ria de acidente é incrivel ! Pelo que percebi, não foi uma leitura que arrebatou seu coração, mas acredito que o livro seja muito bem escrito e claro, adoraria lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oii Pah, realmente achei a narrativa lenta no começo, o meio para o final que me surpreendeu. Esse não é um dos meus livros preferidos da Jojo, mas achei brilhante a ideia dela de colocar o passado e o presente como foco da narrativa. Como sou uma eterna romântica, queria um final mais emocionante para Ellie, mas achei que fez jus ao que foi abordado da história dela. Adoro suas resenhas, sempre acabo concordando com tudo o que fala e adoro mais ainda suas classificações!! Obrigada Pah pelo sorteio, super ansiosa, tive que ler pela internet, então estou na torcida aqui! Super Beijo!!

    ResponderExcluir
  16. Amei a resenha, mas não fez com que eu me interessasse pelo livro. Confesso que depois de Como Eu Era Antes de Você tenho receio de ler outras obras da Jojo. Não vejo muitos comentários tão empolgantes quanto os do livro que citei, mas enfim, não custa dar uma chance.

    ResponderExcluir
  17. PAH!
    Já li alguns livros da autora e gosto como ela torna as protagonistas fortes e lutadoras.
    Gosto também do artifício de usar passado e presente e no fim, unir tudo, tudo tem ligação.
    Mesmo que nesse livro não tenha dado certo, gostaria de ler.

    Rudynalva Correia Soares
    rudynalva@yahoo.com.br
    Participo e mais tarde sairá divulgação no blog.
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  18. Oi, Pah
    Os temas polêmicos que a Jojo usa sempre rendem boas histórias. Infelizmente ainda não li esse livro, não por falta de vontade.
    Acho que uma narrativa mais lenta e a justificativa de uma traição seriam duas coisas que também me incomodariam. Porém, vejo que a JOjo ainda assim pode conquistar o leitor. Então é claro que leria.
    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  19. Ai eu me pergunto quando vou começar a ler as obras dessa autora maravilhosa, to só esperando uma super promo pra mim comprar Como eu era antes de você e depois de você, mas já quero esse e os outros. Tantas pessoas falando bem da Jojo que não aguento mais esperar pra ler. Amei a resenha, da pra ver que ela tem uma fluidez na história muito gostosa,a portagem que ela trás entre passado e presente que eu adoro, amei.

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Nunca li nada da Jojo. Estou sempre prometendo ler "Como eu era antes de você" e até hoje nada... Esse livro parece ser incrível!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  21. Oi.
    Que capa linda e meiga. Ainda não tive o prazer de ler nada da autora, mas gostaria de iniciar por esse livro, pois sempre encontro ótimos comentários a respeito dessa obra. Sua resenha está excelente, muito bem explicada. E com suas palavras, fiquei mais motivada para fazer a leitura. Obrigada pela dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Nao curto muito temas que envolvem traições, mas parece que a historia é interessante. Ja ouvi falar muito bem da Jojo, porem nao sei se eu leria esse livro. Como você falou Pah tem muitos vai e vem, entao ta cheirando aquele tipo de livro que você sente que vai cansar um pouco durante a leitura, mesmo assim eu gostei da sua resenha e a parte da menina ter perdido a memoria e nao saber q trocava cartas secretas com outro homem chamou minha atencao.
    Super bjos....

    ResponderExcluir
  23. Oi Pah,
    A Última Carta de Amor foi o segundo livro que li da autora, isso lá em 2014, e apesar de ficar incomodada com essa questão de traição, não há como não se apaixonar pela escrita da Jojo Moyes. Esse livro também não é o meu favorito da autora, mas mesmo assim apreciei muito a leitura, principalmente a história do passado, protagonizada pela Jennifer.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Ana Carolina Bridgerton21 de setembro de 2016 10:05

    Quero muito ler esse livro e "como eu era antes de você". Que está na minha estante faz tempos. Adorei a resenha, me deixou com mais vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  25. a trama em si me deixou curiosa, mas duas coisas que me encomodaram é o fato da traição, que também não gosto, e a narrativa ser lenta. isso me extressa demais e sempre faz com que eu abandone o livro kkkkk
    acho que não será uma trama que me agradará por completo. não estou mega curiosa para lê-lo, mas não custa nada tentar né.. hehe

    ResponderExcluir
  26. Oi, Pah!
    Eu concordo com você em relação à narrativa. No começo parece ser bem lenta, mas depois que a autora vai ligando os pontos a história vai ficando mais interessante. Outro fato que não gostei tanto assim foi a questão da traição. Isso não me fez amar as personagens, por uma questão mesmo de princípio pessoal, sabe? Mas a leitura foi muito boa, de qualquer forma. =) Adoro Jojo Moyes!

    Bjos,
    http://helendutra.com/

    ResponderExcluir
  27. Estou a muito tempo "por fora" dos livros.
    A faculdade me consumiu muito mas agora estou voltando essa resenha me levou a colocar esse livro na lista dos desejados e a autora vai com certeza ser observada.
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  28. Amo os livros da Jojo Moyes quero ler esse também!!! beijoss

    ResponderExcluir
  29. Sou louca por essa autora, então estou pirando por todos os livros dela.

    ResponderExcluir
  30. Pah vc eh minha inspiração pra tanta leitura prazerosa, agradeço vc de vdd por coloca esse habito maravilhoso na minha vida tbm amo os livros da Jojo Moyes quero ler esse com certeza...
    (Participando do sorteio) Bjus bjus

    ResponderExcluir
  31. Estou lendo O Navio das Noivas da Jojoe, como os outros que já li, estou adorando. Quando vi a chamada da promoção fiquei super curiosa por mais um livro de uma autora que gosto muito. Não tenho problema nenhum em ler livros com saltos no tempo. Costumo me adaptar bem e sei que vou amar essa história também.

    ResponderExcluir
  32. Paola, quando li isso: " o leitor é incitado a refletir sobre traição, preconceito social, disparidade financeira, divórcio, independência feminina e, principalmente, sobre o papel da tecnologia no processo de transformação da verbalização do amor" fiquei assim: uauuuuuuuuuu, não precisa dizer mais nada. Apesar de eu não ter lido nada ainda da Jojo Moyes estou acreditando que se eu ganhar esse livro (porque comprar não está sendo uma opção no momento) vou ficar viciada em suas escritas.
    Participando e lógico
    Adriana Holanda Tavares
    dricaht@gmail.com

    ResponderExcluir
  33. Oi Pah ainda não li nada da Jojo, mas pela resenha, particularmente não gosto de uma leitura e nem filme que fica entre o presente e o passado, tem que ser muito bem construída essa história. Espero ganhar o sorteio pra poder ler e ver se vou gostar.
    Xeru!

    ResponderExcluir
  34. Estou com muita vontade de ler esse livro da Jojo!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  35. Nossa que história!! Ellie vai aprender muito com as cartas de Jennifer. Fiquei muito curiosa para saber o que acontecem com as personagens, se sua escolhas foram acertadas. Mas pelo que li parece que não foram!! Não sou a favor da traição mesmo que digam que foi por amor!! Enfim, o livro mostra muitas coisas que às vezes as pessoas não querem enxergar ou aceitar!! Quero conhecer este processo de crescimento, amadurecimento, perdão e luta das personagens!!

    ResponderExcluir
  36. Oi, tudo bom?
    Amei a resenha, ainda não li nenhum livro da Jojo, mas tenho muita vontade, acho super legal quando temos essa intercalação entre o passado e os dias atuais, espero ter a oportunidade de ler em breve.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  37. Nunca li nenhum livro da Jojo, mas a proposta me pareceu bem interessante. Desde que li Perdida, da Carina, me atraem livros que intercalam passado e presente. Quem sabe não é meu primeiro contato com a autora? Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Decidi ler esse livro por causa de "Como eu era antes de você" e não me arrependo de forma alguma! livro maravilhoso, recomendo a todos que desejam uma ressaca literária das brabas kkkkk

    ResponderExcluir
  39. Só li "Como eu era antes de você" da Jojo e estou morrendo de vontade de ler outros livros dela... Eu fiquei encantadíssima pela escrita dela e a história!
    Pretendo ler todos livros dela e adorei sua dica!

    ResponderExcluir
  40. Eu sou suspeita para falar, eu simplesmente ADORO romances, fico fissurada!! O que mais me chamou a atenção foi a força de Jennifer, que apesar de ser uma romântica, é uma mulher extremamente forte, ainda mais na época em que se passa a história.

    ResponderExcluir
  41. Olá!
    Só li um único livro da Jojo até hoje, porém pretendo ler quase todos, menos, Depois de Você.
    Confesso que isso de traição também não me agrada, vai totalmente contra ao que creio e fui educada, então isso pra mim é bem difícil de engolir, mas, assim como você foi, sinto que Jojo vai me fazer gostar e muito desse livro, e "esquecer" um pouco essa minha convicção.
    Acho as capas dos livros dela lindas, e espero ler esse brevemente.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  42. Eu ja li "Como eu era antes de você" e "Depois de você", e amei a escrita da Jojo. Ela virou uma das minhas escritoras preferidas, e sei que também vou gostar desse.

    ResponderExcluir
  43. Oii, Pah!
    Li Como eu era antes de você e me apaixonei! Mas admito ter receio de ler outros livros da autora e não gostar tanto.
    Nunca li nenhum livro que tivesse esse tipo de narrativa, intercalando passado e presente, e como vc mencionou, na primeira metade a trama segue um tanto lenta, mas que bom que o ritmo melhora.
    O que me chamou mais a atenção foi a busca de Ellie pelo entendimento do significado da carta de Jennifer, penso que deve ser interessante acompanhar a personagem nessa busca, enquanto ela conhece melhor a si mesma.
    Abraço!

    ResponderExcluir