[Resenha] Lua Azul e a Terra Paralela – Leca Haine (+ Sorteio)

A história de uma menina chamada Zelda, que leva uma vida normal até começar a receber alguns bilhetes misteriosos na caixa dos correios. O primeiro dos bilhetes diz – entre outras coisas - que “ um sinal surgirá no céu e, na praça dessa cidade, lhe será descortinado o véu”. Uma vez na praça da cidade, Zelda olha para o céu e vê a lua azul, iluminando tudo ao redor. Ao reparar mais adiante, vê uma chave dourada a qual ela toca e atravessa um portal, indo parar numa outra dimensão: a Terra Paralela. Tem início aí uma aventura cheia de emoção e ação a cada capítulo!
Infantojuvenil (+ Fantasia)| 190 Páginas|  Editora Lua Azul| Skoob | Compare & Compre | + Conheça a Autora | Classificação 4/5
Lua Azul é um livro perfeito para os fãs de fantasia juvenil. Com uma narrativa rápida e envolvente, Leca Haine nos faz mergulhar em um mundo imaginário repleto de princesas em perigo, mistério, aventura, um esperado enlace amoroso, e – o que mais gosto – uma pitada certeira de drama. Assim como boa parte dos livros do gênero, somos apresentados a uma jovem que tem uma importante tarefa pela frente: salvar sua família e um reino distante que ela nem imaginava conhecer. Contudo, apesar da previsibilidade da história e dos clichês que encontramos nela, a trama é cativante e extremamente gostosa de ler. Prepararem-se para conhecer a Terra Paralela e os segredos que ela carrega.

Zelda perdeu a mãe quando ainda era bem novinha. Apesar da saudade, ela leva uma vida feliz ao lado do pai e da irmã mais nova. Tanto é que sua maior preocupação é focar nos estudos (e no fato de ter encontrado na escola um menino capaz de fazer seu coração bater mais forte). A rotina de Zelda é típica para uma garota no ensino médio: escola, sair com as amigas, inseguranças geradas pelo primeiro amor, desentendimentos com a irmã mais nova (quem nunca), e uma vontade de descobrir seu lugar no mundo. O único problema é que parece que o lugar dela não é nesse mundo. Após receber cartas anônimas cheias de promessas e ameaças, Zelda passa a questionar o passado de sua família e acaba descobrindo que seu destino, assim como o de seus antepassados, está ligado ao reinado de uma terra paralela cheia de mistério, manipulações e injustiças. 
Zelda é uma personagem divertida, responsável, leal com seus familiares e amigos, insegura como boa parte das jovens da sua idade, e decidida em fazer o bem sem ver para quem. Foi fácil gostar dela e mergulhar em sua aventura de descobertas sobre o passado e o futuro de sua família. E por falar em aventura, gostei bastante da ligação de Zelda com a Terra Paralela. Achei clichê os desafios que ela encontra lá, mas ainda assim amei como a personagem vai descobrindo, pouco a pouco, quem ela realmente é e, principalmente, o que quer para o futuro – independente das inseguranças, das expectativas familiares, e até mesmo das responsabilidades que o destino colocou em seus ombros.
Outra coisa fofa do livro é o romance. Hoje vemos livros juvenis em que o romance é adulto em demasia (ás vezes muito sensual em descrições de carinho e beijos), mas no caso de Lua Azul a paixão é doce e leve como todo primeiro amor – e até mesmo confuso em alguns momentos, quando não sabemos definir o que sentimos. Gostei de como Zelda encara o amor e aprende a lidar com ele, da mesma forma que gostei do romance não ser o centro da história, e sim as descobertas familiares que a jovem protagonista faz. E aqui temos outro ponto positivo: drama familiar, a dor de perder a mãe e até mesmo os desafios de um pai criando duas filhas sem o suporte da mulher.
Devo dizer que não podemos esperar por uma história profunda e detalhada, pois não há dúvidas de que ela foi escrita na intenção de cativar e prender a atenção dos leitores mais novos. Confesso também que em alguns momentos senti falta de uma narrativa mais rica em detalhes, porém não nego que adorei o fato da leitura ser rapidinha e gostosa de ler – bem como os livros juvenis são, sem mimimi em demasia. Além disso, alerto que a obra contém alguns erros de diagramação, mas nada que diminua a qualidade da história.
Adorei Zelda e a Terra Paralela, e espero curiosa pela continuação e finalização dessa bela história. 
• Sobre a Série •
Lua Azul é o primeiro volume de uma trilogia. Os outros volumes ainda não foram lançados, contudo a ideia é que eles sejam publicados em 2017 e acompanhem o crescimento da protagonista.
• Sorteio •
Gostou da resenha? Então que tal concorrer a um exemplar do livro? Para participar basta:
·         Possuir endereço de entrega no Brasil;
·         Comentar na resenha SOBRE a resenha (Atenção: Comentários como “Participando”, “Eu quero” ou “Que legal” serão desconsiderados);
·         Preencher o seguinte formulário:
Prontinho, agora você já está participando! A promoção fica no ar até o dia 20 de Fevereiro e o ganhador será divulgado no dia seguinte. Lembrando que o mesmo tem até 48 horas para responder o contato de solicitação de endereço, se não, realizaremos um novo sorteio. Além disso, vale salientar que o envio do prêmio pode demorar até 40 dias.

Beijos e Boa Sorte!


41 comentários:

  1. Não tinha ouvido falar dessa obra ainda.
    Adoro esse tipo de aventura, com lugares paralelos, com personagens divertidos e claro, com um romancezinho <3
    Sua resenha me deixou bem interessada e espero conferir essa história em breve.
    Apesar de faltar um negocinho aqui e de ter alguns errinhos ali... fiquei curiosa!
    Ainda minha sendo uma obra nacional :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caroline, tenho certeza que você não irá se decepcionar. A Terra Paralela não é mundo cheio de monstros físicos, apesar de que quem é vilão, é vilão mesmo! É um lugar também de aprendizado, romance, descobertas e muito suspense! Pega esse caminho e entra lá, na Terra Paralela! uau!!! Beijos

      Excluir
  2. Amei o livro.. a capa é uma fofura e gostei da resenha... O que mais me agradou foi esse amor juvenil, parece fofíssimo mesmo. Essa coisa de Terra paralela mesmo com os desafios clichês me deixou curiosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaynara.... tem muita coisa do dia a dia de nossas vidas que se torna fantástico, dependendo do ponto de vista. Realmente tem amor, romance, buscas e descobertas. Pense que é uma trilogia que além de divertir, é claro, também nos faz pensar... sem ser chato, de forma natural. Zelda é uma pessoa muito especial. Até lá! Beijos

      Excluir
  3. Oi Pah, eu não gosto muito de fantasia não sabe? Os que eu leio não me prenderam muito e eu acabei com trauma desse gênero. Mas achei sua resenha bem explicada, gostei do livro e do que a história traz, parece bem envolvente e divertido. Por isso vou participar do sorteio e se eu ganhar, conhecer a história né ?! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Participa sim, Bruna. É uma fantasia diferente, que parece nos colocar dentro da história porque é contada de uma forma natural, sem rodeios que visam entreter o leitor sem falar absolutamente nada. Você vai ver: a cada capítulo acontece um lance diferente e isso é que é legal no livro. Beijos!

      Excluir
  4. Pah, ainda não havia lido sobre o livro, mas que história leve que deve ser! A Zelda parece ser uma adolescente como qualquer outra, cheia de sonhos e fantasias, e amei o fato dela ter que ir conhecer os segredos de sua família, me lembrou o livro: "O lado mais sombrio". E além de ter uma capa foi fofa, a história é bem leve, apenas 190 páginas, com certeza leria dormindo esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nicoli, legal ver o seu comentário... realmente, a capa é fofa e estamos trabalhando no projeto da capa do livro 2, que virá ainda mais bonita, porém, com uma sintonia com a primeira capa. seria algo do tipo não trair o que a gente fez no livro 1, mas trazendo muitas coisas diferentes e inovadoras...eita, será que enrolei? Beijos!

      Excluir
  5. Olá,
    Desconhecia obra e autora, mas infelizmente não me senti cativa pela personagem Zelda e suas características.
    Não fiquei curiosa para conferir a premissa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara, fiquei contente com o seu comentário porque é importante conhecer o pensamento dos leitores, buscando melhorar cada vez mais o meu trabalho. Tenho um outro livro publicado, para adultos, #ATorre, que foge desse padrão fantástico, mas adianto que tem muito suspense, reflexão e mistério. Nada é previsível. Talvez algum dia você possa conhecer esse trabalho, ficaria feliz porque A Torre é fantástica, sem ser literatura fantástica. Beijos! Obrigada por comentar!

      Excluir
  6. Pah!
    Já tinha lido comentários sobre o lido e a delicadeza que a autora teve em mostrar o primeiro amor.
    É bem igual a alguns outros livros do gênero, mas como adoro, gostaria demais de acompanhar todo drama familiar e as dificuldades passadas pela protagonista.
    Participo e amanhã sairá divulgação no blog.
    Rudynalva Correia Soares
    rudynalva@yahoo.com.br
    “Saber interpor-se constantemente entre si próprio e as coisas é o mais alto grau de sabedoria e prudência.” (Fernando Pessoa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pah,amo fantasias juvenis e essa parece ser extremamente cativante e doce, pois além de conhecermos um universo paralelo e vermos uma jovem lutar em defesa da sua família ainda temos de quebra um romance fofo que apesar de não ser o foco da história mostra toda a beleza do primeiro amor,o que é realmente bem raro de vermos nas narrativas atuais.Amei.😘❤

      Excluir
    2. Oi Rudynalva, bom te conhecer! Obrigada por comentar e divulgar no seu blog, é isso? Que legal! Amei. Vou visitar sempre. Realmente, a maneira como a história é contatada é leve, sem artifícios, eu diria. Os diálogos são críveis e ao mesmo tempo interessantes, pelo menos eu tento chegar a isso. Se puder, acrescente que é uma trilogia e o livro 2 está quase finalizado... quem leu o livro 1 vive perguntando por isso. Obrigada! Beijos

      Excluir
  7. Confesso que não sou a fã numero um de fantasia, mas este ano me propus a ler mais livros desse gênero.
    A premissa me chamou atenção. Vou confessar qualquer historia que tenha um pouquinho de misterio + drama, ja entra pra metas de leituras.
    E claro, eu não resisto a um bom clichê.

    ResponderExcluir
  8. Vamos começar falando sobre a capa desse livro que é,simplesmente, incrível.
    Ela remete calmaria, paz, tranquilidade, o tipo de lugar para se sentar e ler um livro ou mesmo para ficar só observando a paisagem. Amei essa capa!
    Quanto a resenha, posso dizer que seria muito bom ter um livro desses, devido ser uma leitura mais leve sem ser aquela leitura cheia de mimimi, comk você mesma disse.
    Eu gostei da histôria, meio que um conto. E como ultimamente tenho lido muita coisa forte e pesada, seria bom ter esse livro pra dar uma relaxada.
    Adorei a postagem. Super beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Pah
    Gosto quando os romances juvenis não são exagerados assim no carinho. Atualmente muitos são assim, né? Gostei de saber que não é o caso aqui.
    Mesmo o livro não sendo bem aprofundado, achei a fofa a história e deve ser mesmo uma delícia a leitura.
    Gostei muito da dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Paola! De tudo, o que mais me chamou atenção foi o modo como você descreveu o romance da história, doce e leve como o primeiro amor. E realmente, concordo contigo no ponto anterior, e digo até com outras palavras: estão sexualizando demais os romances juvenis, onde torna-se difícil encontrar algum como este.

    Porém, o livro não me instigou desde a sinopse ;-; Gosto de fantasia e a obra tem todo esse ar de mistério, mas não me chamou atenção, e me atrevo a dizer que a capa não é lá muito atraente (mas, tudo bem, não se julga um livro por isso, né?)

    Apesar de que na outra foto que você tirou, o cenário ficou ótimo <3

    Parabéns pela resenha, abs,
    Jhon.

    ResponderExcluir
  11. É sempre bom ler um romance leve e sem muitas complicações de vez em quando e esse é realmente curtinho (190 pág.), o que deve fazer o leitor terminar a história em questão de horas. A história parece ser bem envolvente e também achei legal o fato do romance ser adolescente e um pouco inocente, como deve ser, é bem verdade que vemos muitos romances com adolescentes onde temos cenas sensuais em demasia. A resenha tá ótima e vou participar sim ;)

    ResponderExcluir
  12. Eu simplesmente amei essa capa! *-*
    Adorei a resenha e confesso que fiquei bem curiosa a respeito do livro.
    Vou participar da promoção, quem sabe a sorte não esteja comigo.

    Ah, e muito obrigada pelas ótimas indicações, Pah!

    Beijão

    ResponderExcluir
  13. Oii Pah, amo fantasia juvenil, com um pouco de drama melhor ainda.
    Achei legal a paixão nesse livro ser mais leve e doce.
    Fiquei super curiosa para ler o livro, então com certeza vou tentar consegui o exemplar
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. De cara já adorei o nome da protagonista, Zelda, me lembrou aquele jogo que todo mundo confundia o nome do Link com o da princesa Zelda.... hahahahha
    Adoro esse tipo de livro, mais inocente, pra gente mais nova, com certeza esse tipo de livro consegue me cativar, já está na minha lista de desejados!
    participando e torcendo pra ganhar! <3

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não conhecia o livro, adorei o enredo e pelo q li a escrita está bem caprichada, qro ler !
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Parece ser bem leve, e por ser juvenil deve ter uma escrita fácil e tranquila, ser de poucas páginas é bom pois já sabe-se que não há enrolação. Participando!

    ResponderExcluir
  17. Oi Paola! Adorei a resenha!
    Eu não conhecia este livro, mas gostei da premissa. Adoro livros de fantasia e o enredo deste parece ser bem cativante. Parece ser uma leitura leve também, e eu gosto de ler livros assim de vez em quando. Adorei a capa também. Achei muito delicada :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  18. Oiii! nunca tinha ouvido falar do livro e também não conhecia a autora, mas amo livros juvenis, ainda mais que contém fantasias, romance e uma pitada de drama haha, pelo o que eu vi, realmente é facil gostar da Zelda, e quando se trata do primeiro amor, aah gente, o que falar né? kkkk, e esse drama familiar é bem drama mesmo, o pai ter que dar conta das duas filhas sem o suporte da mãe, fico imaginando o quão dificil é para as meninas terem só uma a outra pra contar seus segredos, mesmo que a outra seja mais nova. Estou bastante interessada no livro e com certeza irei participar do Sorteio, pois parece ser um livro bem agradavel e tambem gostei de saber que se trata de uma série!

    ResponderExcluir
  19. Confesso que ainda não conhecia esse livro, porém achei a história encantadora, amo livros de Fantasia Juvenil, além de que a escrita da autora me pareceu envolvente e cativante, isso de certa forma fez com que eu me interessasse ainda mais. De certa forma ela conseguiu criar um maravilhoso mundo paralelo, e ainda vem retratar a questão do primeiro amor. Com certeza quero ter a oportunidade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  20. Confesso que não conhecia a obra mas, só em lê a resenha, adorei a história porque pode notar-se que Zelda representa a adolescente real, quando estão saindo da fase infantil para a fase adulta onde se depara com sonhos, dúvidas, a busca do primeiro amor, deixando de lado a visão infantil passando a olhar o mundo com uma visão d um adolescente saindo da puberdade. Realmente A Lua Azul deve ser maravilhoso.

    ResponderExcluir
  21. Oi Pah, não conhecia o livro ainda e confesso que não é o estilo de livro que estou acostumada a ler, mas suas resenhas como sempre, me fizeram ter vontade de conhecer melhor a história.

    ResponderExcluir
  22. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas depois da sua resenha me apaixonei!!! Me chamou bastante atenção e quero poder ler. Principalmente por ser literatura nacional, raramente vejo pessoas falando bem de livros assim, mas esse parece encantador. É perceptível que a resenha foi muito bem feita (como sempre...)
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  23. Não sei o que pensar dese livro, parece ser bom, mas também não parece sabe?

    ResponderExcluir
  24. Curiosa...Sempre ligada em suas resenhas, indicações.

    ResponderExcluir
  25. Pela resenha dá para perceber que vai ser um livro super gostoso de ler e o fato de ser de fantasia só dá mais vontade ainda de conhecer a história. Além disso, é uma recomendação da Paola, ou seja, só pode ser bom!

    ResponderExcluir
  26. Amei a capa, mas a historia me parece muito clichê,mas mesmo assim dou uma chance ao livro, e realmente concordo com vc sobre o lance dos romances de hoje apelar muito para a parte sexual, vemos isso em tudo hj, alguns livros até sabem trabalhar bem esse ponto, mas está se tornando previsível, realmente já está na hora de um romance mais tranquilo e até mesmo inocente como o de Zelda, mas essa apaixonite dela é do mundo paralelo? Acho que vou ter que ler para descobrir. Parabéns pela resenha! Bjs!!

    ResponderExcluir
  27. Oii Paola!
    Tenho muito amor por livros de fantasia infantojuvenil, afinal, foi esse gênero que fez com que eu me apaixonasse e me encontrasse no mundo mágico dos livros. Fiquei muito curiosa para saber mais sobre a história, porque não costumo ler muitos livros nacionais, o que é uma vergonha. Quero muito conhecer a escrita dessa autora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Quando li o título pensei em mil coisas.
    Na hora da resenha tudo que eu pensei não tinha absolutamente nada a ver rsrs
    Alguns pontos me chamaram a atenção para a leitura desse volume:
    Leitura rápida e gostosa, romance voltado para o juvenil e principalmente o fato de fugir dessa demasiada literatura de romance adulto com muita sensualidade.
    Apostar em narrações mais brandas é um tiro certeiro que o autor/autora pode dar, pois penso que sim tem um grande público para esse tema mais gostosinho e romanceado! =)

    ResponderExcluir
  29. Amo fantasia, depois de romance é meu gênero preferido. Confesso que tenho uma quedinha por novos mundos, sabe quando o autor cria uma dimensão diferente da nossa? Eu amo, Lua Azul tem essa cara. Também amo livros juvenil, eles costumam ensinar muito. Fiquei bem curiosa com a resenha (como sempre). Beijinhos Pah!

    ResponderExcluir
  30. Gostei muito e já to curiosa para ler!
    Adorooooo fantasias e livros juvenis, e esse parece ser a medida certa dos dois!
    A Zelda parece ser uma personagem bem cativante e que nos faz torcer por ela do início ao fim, se tornar-se melosa ou enjoativa.
    A parte fantástica também parece ser bem convincente.
    Já quero!! rsrsrsrs to precisando de um livro leve e divertido assim.
    bjs

    ResponderExcluir
  31. Adorei que o foco do livro não é o romance mas, as questões familiares. Esses assuntos sempre dão uma ótima reflexão. A aventura parece ser emocionante, fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  32. legal que autora sobre muito bem junta elementos de vida adolescente de garota normal, com mistérios por trás da vida da família de Zelda. E a preocupação de deixar um romance mais doce e juvenil foi bonito da parte da autora. E importante quando sabem esperar romance adulto e romance de jovem sem perder a essência de cada

    ResponderExcluir
  33. Zelda parece ser um daqueles protagonistas em que a gente se apega!! O fato dela ser decidida e corajosa em querer descobrir a verdade por trás das cartas deixa os leitores na expectativa do que vem a seguir!! Já quero!! Saber o desenrolar desta trama tão bem elaborada!!

    ResponderExcluir
  34. Parece ser um livro bem legal, gosto de livros onde a personagem tem que ser forte e determinada, isso faz com que as histórias fiquem mais empolgantes.

    ResponderExcluir