[Resenha] O Clube de Leitura de Jane Austen – Karen Joy Fowler

Cinco mulheres e um homem se reúnem para debater as obras de Jane Austen na Califórnia do início dos anos 2000 e acabam descobrindo, entre casamentos frustrados, arranjos sociais e afetivos, que suas vivências não são assim tão diferentes das experimentadas por Emma ou outras personagens da escritora britânica que tão bem descreveu a sociedade de sua época, dois séculos atrás. No livro, que figurou na lista do mais vendidos do The New York Times e deu origem ao filme homônimo estrelado por Kathy Baker e Emily Blunt, a premiada escritora norte-americana Karen Joy Fowler disseca as relações contemporâneas com acuidade, humor e ironia dignos da autora de Orgulho e preconceito e outras obras que continuam fascinando leitores de todas as idades. Uma homenagem a uma das maiores escritoras da língua inglesa e uma deliciosa comédia de costumes dos nossos tempos. Ponto forte: No ano do bicentenário de sua morte, Jane Austen (1775-1817) continua atraindo leitores de várias idades, especialmente jovens. O livro é uma excelente porta de entrada para a obra de Jane Austen e agrada em cheio também aos já fãs da autora
Chick-Lit |320 Páginas | Cortesia Editora Rocco| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 3/5
Imagine-se em um clube de leitura para apreciação e discussão dos seus livros favoritos. Seria maravilhoso sim ou com certeza? Como uma grande fã do trabalho da Jane Austen fui rapidamente atraída pelo livro da Karen Joy Fowler – afinal, é impossível ler as obras da Austen e não se sentir impulsionado a debatê-las e, principalmente, a encontrar outros leitores tão apaixonados quanto você (eu vivo fazendo isso por aqui, não é mesmo?). Além disso, acho incrível a ideia de unir pessoas completamente diferentes em um grupo de leitura. Sempre me surpreendo com o fato de cada um de nós lermos o mesmo livro de formas distintas, até porque nossas experiências de vida mudam a forma de vermos e sentirmos uma leitura. Por isso, foi impossível resistir ao charme por trás de O Clube de Leitura de Jane Austen, um romance que apresenta a grandeza do trabalho de uma autora extremamente perspicaz em descrever o caráter humano e suas suscetibilidades.


O Clube de Leitura de Jane Austen surgiu quando Jocelyn percebeu que precisava ocupar a mente de sua melhor amiga – a Sylvia – que acabara de sair de uma separação dolorosa. Na intenção de ler livros maravilhosos, discutir sobre personagens cativantes e incrivelmente reais e, principalmente, socializar, Jocelyn, Bernadette, Sylvia, Allegra, Prodie e Grigg dão vida a um grupo de leitura digno dos romances de Austen. O encontro é mensal e segue uma ordem aleatória quanto à leitura das histórias publicadas pela autora. Sendo assim, cada capítulo gira em torno da reunião do clube de leitura e fala tanto do livro que será discutido ao longo do mês como do integrante que ele representa – por exemplo, começamos o clube com a leitura de Emma, livro que tem tudo a ver com a personalidade de Jocelyn. A cada mês e a cada livro lido, conhecemos mais sobre os seis integrantes do grupo, entendemos o amor – ou não – que eles sentem pelas obras da Austen, compartilhamos com eles discussões acaloradas sobre romances e personagens preferidos, e entendendo o quanto esses leitores carregam na alma um pedacinho das criações da Jane Austen. Orgulho e Preconceito, Persuasão, Razão e Sensibilidades, Emma, A Abadia de Northanger e Mansfield Park.... Todos esses livros falam, antes mesmo do amor, sobre ser humano. Portanto será a partir desses seis livros que descobriremos mais sobre os medos e anseios de cada um desses seis leitores.
O clube de leitura é um deleite aos fãs do trabalho da Austen. Os capítulos são recheados de discussões sobre os livros da autora e a respeito de seus personagens, mostrando como os seis integrantes do grupo enxergam os escritos de Austen e se deixam influenciar por eles. AMEI acompanhar suas teorias sobre os melhores personagens, os melhores casais, os protagonistas mais controversos ou insonsos, e as ironias e reflexões por trás da narrativa de uma mulher que viveu em uma época tão distinta e, ainda assim, semelhante a nossa. Jane escreveu seus livros anos atrás mas foi capaz de mudar o rumo das vidas de Jocelyn, Bernadette, Sylvia, Allegra, Prodie e Grigg. É graças à autora e ao clube de leitura que eles enfrentam problemas como: divórcio, traição, desejo proibido, relacionamentos de aparências, homossexualidade, amizade verdadeira, liberdade física e mental e, como já era de se esperar, novos amores. Assim, devo dizer que também amei o fato da trama abordar aspectos reais do dia a dia. Cada um dos integrantes do clube tem algo para superar, de forma que a cada novo mês nós conhecemos tanto um livro da Austen, quanto os segredos e as inseguranças de um desses protagonistas. Achei que esse detalhe deu um toque de reflexão incrível para leitura.
Contudo, não posso deixar de dizer que o livro me decepcionou muito em dois pontos: a narrativa da autora que é em terceira pessoa e que varia entre presente e passado (no sentido de que constantemente voltamos ao passado para entendermos os dilemas de cada integrante do clube de leitura) é extremamente cansativa e maçante. Muitos detalhes são acrescentados sem necessidade, enquanto fatos importantes ficam apenas subentendidos. Sendo o mais sincera possível, digo que várias vezes tive vontade de pular páginas da obra – eu queria ver as reuniões e o presente acontecer, não ficar relembrando coisas irrelevantes para a trama. Também achei que o final merecia mais. Tudo acontece rápido demais e deixa inúmeras questões em aberto. Fica óbvio que os personagens mudaram e cresceram ao lado dos livros da Jane Austen, mas em alguns casos não entendemos o motivo por trás de suas escolhas finais.
No geral, faltou uma narrativa mais fluida e gostosa de ler, mas em compensação sobrou muito amor pela Jane Austen e o debate de temas importantes e reais dentro da nossa sociedade. Assim, vale a pena dar uma chance e descobrir o quanto você gostará ou não desse livro. Ah, e é importante dizer que é necessário conhecer pelo menos um pouco as obras da autora para não acabar perdido em citações de personagens e tramas. 
• Curiosidade •
O livro foi adaptado para o cinema em 2007 e deu origem a um filme divertido e cativante – não tanto quanto imaginei que seria, ainda assim é bom romance. Para os curiosos, segue trailer:

Beijos,



Participe Aqui

7 comentários:

  1. A narração ficar cansativa é uma das preocupações da narração quando se divide em passado e presente e sinceramente eu não curto muito essa ideia, são poucos livros que tem essa característica e gosto. Contudo a ideia central é muito boa, um clube de leitura da Jane, as reuniões devem render cenas maravilhosas. Não sabia da existência do filme e gostei do trailer e vou querer assistir ;)

    ResponderExcluir
  2. Achei bastante interessante a premissa do livro.
    E apesar de alguns pontos negativos, parece ser uma leitura bacana.
    Nunca li nada a respeito da Jane Austen, mas tenho bastante curiosidade.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pah
    Não tenho dúvidas de que para quem é fã da Jane esse livro é um prato cheio. Uma pena que você fez algumas ressalvas. Quando a narrativa de um livro fica alternando a passagem de tempo, também costumo de incomodar. Uma pena, né?
    Mas no geral o livro têm suas qualidades. Adorei a resenha. Essa foto está TOP!

    ResponderExcluir
  4. Pah!
    Acredito que o fato de não ter gostado muito da forma como a autora conduziu o livro, deve-se a grande expectativa a tudo que se relaciona ao mundo da fantástica Jane Austin e aqui, além das discussões, ele mostra a vida de cada personagem e como melhoraram após o grupo.
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. nunca li nenhuma obra da Jane Austen, apesar de não me interessar muito, vejo muita gnt falando dos livros dela e que são ótimos, acho que o unico q tenho vontade de ler é Orgulho e preconceito, mas adorei a ideia desse livro, porém não me interessei pelo livro, ele é bom mesmo pra quem é fã, o que não é o meu caso :/

    ResponderExcluir
  6. Páh ,esse livro tem uma capa muito linda e uma proposta singular.É inspirador, interessante comentar,e debater obras dá Jane,em um clube de leitura seria um sonho,ainda mais com diferentes opiniões a respeito.Não li o livro,mas assisti ao filme.Realmente as histórias dá Jane falam de tudo sobre o ser humano,com certeza toda essa discussão do livro da um toque de reflexão a leitura.Pena a narrativa ser extremamente cansativa e maçante é o final ser extremamente rápido e ainda deixar questões em aberto.😘❤

    ResponderExcluir
  7. Ah! Eu li nadinha de Jane Austen. Não conheço seus personagens nem nada. Apesar de já ter criado um certo interesse, mas na hora de comprar algum livro eu acabo esquecendo. Eu já ouvi falar desse clube de leitura.. Não vai afetar o fato de eu não conhecer nada da autora?

    ResponderExcluir