[Resenha] Mil Beijos de Garoto – Tillie Cole

Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

Jovem Adulto Maduro| 400 Páginas|  Outro Planeta| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 5/5
Já sabia que a leitura de Mil Beijos de Garoto seria dolorosa – fui avisada, várias e várias vezes, da possibilidade da obra quebrar meu coração. Ainda assim, é fato que fui surpreendida pela enxurrada de emoções proporcionadas pela narrativa da autora. Trata-se de uma história linda, romântica, inspiradora, pura (como só o primeiro amor é capaz de ser) e, ao mesmo tempo, extremamente real e cruel. Aqui, acompanhamos o desabrochar do amor, as dificuldades que esse sentimento é capaz de superar e, principalmente, a capacidade que ele tem de se tornar infinito. Através dessa bela história descobrimos mais uma faceta do amor: sua habilidade de ir além do felizes para sempre.

Poppy e Rune não precisaram de muito para virar melhores amigos. Quando ainda era uma criança Rune mudou, da distante Noruega, para a casa ao lado de Poppy. E desde então eles são inseparáveis. É impossível não sentir a força do laço entre eles: companheirismo, apoio, suporte, confiança, um amor puro e real. Esses jovens cresceram juntos, descobriram o mundo juntos e constantemente se desafiaram e apoiaram. Quando a infância passou, o amor fraterno deu espaço para o amor romântico, e o que já era incrível ficou ainda mais especial. Ao lado de Rune tudo o que Poppy queria era recolher seus Mil Beijos de Garoto – uma promessa que fez para a avó, a certeza de que viveria a vida com força e entrega o suficiente para recolher mil beijos incríveis e dignos de parar o coração. A vida, assim como os beijos, estava perfeita. Mas isso até o destino decidir que era a hora de separar Rune e Poppy.
Poderia dizer mais mil coisas sobre esse livro, mas é muito importante que vocês sejam surpreendidos pela trama. Portanto, só digo que esses amigos embarcarão em uma linda e forte história de amor e que – assim como na vida real – tal sentimento será constantemente provado. Dito isso, vou me concentrar em todas as emoções maravilhosas que esse livro trouxe, ok?
Uma das características mais incríveis da trama é, sem dúvida, a beleza do amor entre Poppy e Rune. Hoje lemos muito livros sobre o amor que começa do desejo ou que floresce em meio à dor, mas aqui tudo o que lemos é puro, sincero e lindo. Acho que quando você encontra o amor da sua vida na infância, como no caso desses protagonistas, o sentimento cresce sob os alicerces da confiança e da amizade– o que significa menos mimimi e mais respeito (e não tenho nada contra mimimi romântico, só saliento o quanto o amor entre esses dois foge de tudo o que vemos por aí). Encontrei no casal um nível altíssimo de maturidade para lidar com a certeza de que o que eles sentem um pelo outro é verdadeiro e é para a vida inteira. Mesmo na juventude, quando tudo muda e as amizades interferem no romance, eles não deixam de lutar pelo que sentem. E o fato é que nós sentimos o amor fluir; em cada página percebemos o quanto eles se amam, e não por causa de palavras ou gestos românticos, mas por causa do dia a dia que compartilham como amigos e namorados. Esses dois são perfeitos juntos e é contagiante experimentar, através dos olhos deles, um amor tão lindo e vívido.  
Outro ponto positivo é a personalidade de Poppy. A jovem é doce, forte, amorosa e do tipo que irradia amor. A cada frase sentimos o quão iluminada e abençoada essa garota é; fiquei encantada com a maneira dela enxergar o mundo e enfrentar as dificuldades que aparecem em seu caminho – sempre com a fé de que o por do sol trará um novo dia melhor e feliz. A personagem é jovem e, em alguns pontos, inexperiente, mas ela me trouxe ensinamentos tão valiosos! Muitas vezes reclamo sem pensar e não valorizo as graças que tenho em minha vida, e então aparece uma personagem assim – tão grata e iluminada – que me mostra a importância de agradecermos pelas pequenas alegrias de cada minuto. Além disso, não posso deixar de dizer o quanto Rune é cativante, principalmente em seus momentos de conflito e medo. Com ele também aprendi valiosas lições sobre a valorização do hoje e do amor.
Ainda devo dizer que: o livro é narrado de forma intercalada (variando entre Poppy e Rune); a obra acompanha os jovens durante vários anos (talvez por isso o amor entre eles seja tão palpável); existe uma beleza poética na narrativa da autora e nas lições que ela deixa através dessa história (o que faz o leitor sentir, desde a primeira página, a emoção fluir das palavras); o romance não é sensualizado; e o final é perturbador. Chorei muito, do início ao fim. Com uma narrativa dessas, tão real e apaixonante, é impossível não mergulhar de cabeça na história de Poppy e Rune. Por isso, também é impossível não sofrer com eles, não lutar com eles e, principalmente, não chorar ao lado deles. Minha parte racional sabe que o livro tem um grande apelo dramático, mas nada disso diminuiu o impacto que essa leitura deixou em mim. Mesmo sabendo que ia sofrer, mesmo chorando com esses dois, valeu muito a pena acompanhar a jornada de Poppy e Rune e, junto com eles, aprender a valorizar cada um dos beijos – de parar o coração – que a vida me dará. Simplesmente leia. Tenho certeza que não se arrependerá.

Beijos,

Participe Aqui

25 comentários:

  1. São resenhas como essas que fazem abrir minha mente ainda mais para os livros, sua resenha me tocou Pah, como sempre ^^.
    Quando vi esse livro a primeira vez julguei-o como mais um livro clichê, mas vejo q me enganei redondamente. Por isso vou dá um jeito de obtê-lo para ler, tenho certeza q vai me surpreender, AMO LIVROS DRAMÁTICOS 😍💔😭
    A história me faz lembrar Eleanor&Park que deixou meu coração só os cacos, e o final tbm foi perturbador 😢

    ResponderExcluir
  2. Oi Pah este livro acabou comigo chorei do começo ao fim uma história linda demais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Adorei a personalidade de Poppy, acho que gostarei dessa personagem. É a primeira resenha que leio e adorei, estou ansiosa para conhecer esse amor entre eles.

    ResponderExcluir
  4. Oi Pah, tô com esse livro na meta de leitura mas vou esperar um pouco e escolher o momento certo pra ler, essa promessa de fortes emoções me fez adiar um pouco a leitura, mas não muito haha Eu amei a resenha e curti saber um pouco mais sobre a personalidade de Poppy, doce, forte, amorosa e me fez lembrar um pouco do livro Raio de Sol, outro livro que desperta fortes emoções <3 ;)

    ResponderExcluir
  5. Que resenha impactante! São muitas características positivas e que fazem o leitor imaginar mil coisas e ficar morrendo de vontade de ler.
    A nota máxima indica um livro lindo e que vai surpreender. Adorei a sinopse, a trama e como o livro parece desenrolar.
    Gosto muito quando os livros vêm com a narrativa intercalada, assim fica bem mais completo. Por fim, fiquei curiosa com tudo. Beijos

    ResponderExcluir
  6. É uma história pra chorar do começo ao fim, mas a gente não consegue largar e vale muito a pena. <3
    Amei a foto!

    ResponderExcluir
  7. Oi Paola!
    Que resenha linda! Eu não conhecia este livro, mas já fiquei encantada com esta capa linda e com a premissa. Parece ser uma história envolvente, emocionante e repleta de reflexões (o que eu adoro encontrar nos livros que leio!).
    Como você disse, é difícil, atualmente, encontrarmos na literatura um amor que nasce e cresce dessa forma; através da amizade e do companheirismo. E tudo isso me deixou muito curiosa para fazer a leitura! :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Uma Historia emocionante e envolvente. Uma das historias mais bem escritas e emocionante que li. Simplesmente insuperável!!!
    O amor em essência...
    Aprendemos muito ao ler essa historia.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Paola!

    Além de eu achar a capa linda pela sua resenha esse livro parece ser emocionante. Me interesso muito por história que falam de amizade de infância e em como depois pode vir a se tornar em outro tipo de amor. Ainda não li Mil beijos de garoto, mas já dá pra imaginar que é daqueles livros que partem o nosso coração depois de tê-lo enchido de amor puro. Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  10. Que romance delicioso que parece ser *---* só tenho visto elogios sobre esse livro desde o lançamento. Já coloquei na lista de desejados. Tô queremdo muito descobrir mais sobre esse relacionamento da Poppy ( que parece ser um amor) e do Rune *---* Essa parte de mil beijos de garoto, me lembrou um pouco o filme a 7 regras do amor ^-^

    ResponderExcluir
  11. Sabe aquilo de nao julgar o livro pela capa? Pois é,foi o q fiz com esse livro, não achei q ele fosse ser tão impactante assim no final. Agora já está na minha listinha, preciso muito saber o q acontece na vida dos dois e claro, chorar no final haha..

    ResponderExcluir
  12. Oi Pah.
    Faz um tempo que eu li esse livro e eu me apaixonei pela escrita da autora e concordo com você mocinha realmente é um personagem muito forte mas ao mesmo tempo amorosa e ela se mostrou até mais forte do que eu estaria numa situação como a dela enfim eu simplesmente Amei a sua resenha Amei matar um pouco a saudade dos personagens e eu não vejo a hora de ter essa belezinha na Minha estante.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Pah!
    Ai que saudade do meu primeiro amor há mais de 40 anos atraás...kkkk
    Tudo tão puro, simples, sem complicações, o sentimento de podermos enfrentar tudo...
    Acredito que o amor dos protagonistas vá nessa linha e tenham de provar para tudo e todos que se amam realmente.
    “A amizade, depois da sabedoria, é a mais bela dádiva feita aos homens.” (François La Rochefoucauld)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Katharine Emídio25 de maio de 2017 10:25

    Pah, MDS! Vou ler com certeza, estou super ansiosa pra isso!! Espero mesmo ter essa sensação e amar muito esse livro!! Amei a resenha. Super Beijo

    ResponderExcluir
  15. Pah, estou quase largando minha leitura atual para pegar esse livro. Vou colocar como próxima leitura.
    Que lindo deve ser esses dois juntos, já os amei antes mesmo de ler, só de ver você falando. Adorei saber que é narrado durante os anos que passam, adorei saber das lições e estou curiosa com esse final. Estou mega empolgada depois dessa resenha!

    ResponderExcluir
  16. Que resenha mais linda Pah!
    Também quero me emocionar e chorar com essa linda história, quero sentir todas essas emoções e ter meu coração quebrado.
    Já tinha visto tanto esse livro mais nunca cheguei a ler uma resenha, essa é a primeira que leio, e o sentimento que ficou é de que preciso ter esse livro na estante a minha disposição agora mesmo.
    Lindo, apaixonante, arrasador! Quero me surpreender por essa trama, ser cativada e conquistada por esses personagens tão belos, Rune e Poppy são puro amor. Esse relacionamento deles promete arrancar lágrimas desde as primeiras páginas. Amo um amor assim, tão puro e sincero.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá Pah,
    Amei sua resenha, a trama do livro e super fofo e bem romance clichê, eu já queria ler mas agora fiquei com muita vontande de ler ainda. A historia e incrivel, um amor que nasce da amizade é puro e incrivel. Amei o livro e quero ler já!

    ResponderExcluir
  18. Eu não li UMA resenha desse livro que não tenha dito que a obra fez chorar. Acho que realmente nunca li nenhum livro em que o amor não tenha nascido do desejo ou da dor, e esses amores de infância são mesmo puros e belos demais!
    Apesar de estar um pouco enjoada de narrativas intercaladas, é impossível ficar imune a uma resenha assim. Já queria lê-lo antes, agora eu tenho certeza de que preciso passá-lo na frente da fila caso ganhe (eu tô na fé que vou ganhar hahaha)
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. A capa , o tipo , tudo me atraiu neste livro (tanto que assim q vi ele no skoob, coloquei nos "meus desejados") ...porem fiquei com medinho quando vc disse que o livro acompanha a vida deles, a ultima vez que li um livro que seguia essa linha foi "Simplesmente acontece" e foi uma leitura bem exaustiva na minha opinião ...

    ResponderExcluir
  20. Simplesmente arrebatador! 😍
    Um livro reflexivo, ainda que clichê, mas não importa, afinal o que é a vida sem clichê?

    ResponderExcluir
  21. Enredo muito bonito,juras de um amor eterno,mas super melancolico, melodramatico demais pro meu gosto,chega ateh doer a coerencia e o bom senso. Um amor que duraria ateh uma vida inteira,e seria tao lindo,mas a autora escolheu dar outro caminho ao casal, entao paciencia. Mas, daih a viver de fantasma ninguem merece. Rune eh muito lindo e jovem para se dedicar o resto da sua vida do jeito que a autora colocou. Muito dramatico por meu gosto. Me emocionei mas confesso que nao eh meu tipo de livro, e nem me acrescentou muita coisa. 'Morre lentamente quem nao se dah a oportunidade de ser feliz novamente'.

    ResponderExcluir
  22. Quando vi essa capa já fui logo procurar, pq eu PRECISAVA ler, se é que me entende rsrsrs confesso que fugi de todas as resenhas pq queria me surpreender. Senti tanta falta de um romance, assim, mais puro. Que realmente, fosse feito para parecer um sonho que nos envolve e abre rachaduras em nosso barco. Amei, sem duvida uma das melhores leituras do ano. Obrigada, por apresentá-lo a mim Pah!

    ResponderExcluir
  23. Quando uma pessoa faz uma resenha, é claro que ela procura analisar a obra com base em seu conteúdo, estilo e mérito, mas não podemos nos esquecer que, ainda sim, contém avaliações do livro com base no gosto pessoal. Por isso tenho tido dificuldades de escolher títulos, porque, em minha opinião, duas coisas estão sempre presentes:o gosto - como disse anteriormente -, e a percepção, que é mutável, pois, em minha opinião, vai mudando conforme o tempo, conforme ganhamos experiência, conforme temos mais idade. Então não, esse livro não me surpreendeu. Talvez se eu o tivesse lido em outra época da minha vida teria amado, mas não agora. O romance, maduro demais para dois adolescentes e todas as situações que foram enfrentadas de frente por eles, sem nem sequer nos lembrar de suas idades, não me convenceu. O modo como Poppy enfrenta todas as dificuldades, sem nunca esmorecer, é lindo, mas não é crível. Acredito sim que há pessoas que tenham tamanha espiritualidade para poder entender e enfrentar tudo o que a vida nos coloca na frente, sem nunca esmorecer. Mas esse caminho é longo, e os momentos de questionamento também. Coisa que não notei no livro. E acredito ainda que, um grande amor sempre será um grande amor, e um novo amor nunca apagará um antigo. É possível reencontrar o amor quando um grande se vai. Até me emocionei em algumas partes, apesar de seu conteúdo extremamente dramático, mas não achei que me acrescentou muito coisa porque simplesmente não comprei a história. A percepção muda com a maturidade.

    ResponderExcluir
  24. ai meu Deus, acabei de ler, nunca chorei tanto com um livro, que amor lindo, puro, simplismente perfeito, meu lado esperançoso ainda esperou um milagre... mas ele não veio, uma escrita tão maravilhosa, que você é capaz de sentir a dor dos personagens, ai meu Deus preciso de recuperar <3

    ResponderExcluir
  25. Oii Pah, comecei esse livro ontem e já estou quase na metade e nossa...ele está despedaçando meu coração. Que livro mais lindo, cheio de vida, que nos faz ver que são os bons momentos que devemos guardar e dar valor. Comecei pois tinha visto essa resenha, mas nunca imaginei que iria mexer tanto comigo. Certamente entrará pro top 10 do ano. Mais uma super recomendação sua e só tenho a agradecer. Beijos!

    ResponderExcluir