[Resenha] Sem Juízo – Emma Chase

Como advogado em Washington, DC, Stanton Shaw mantém as perguntas afiadas e os argumentos irrefutáveis, além de ser conhecido como “Encantador do Júri” com seu sotaque do sul, sorriso irresistível e olhos verdes cativantes. Embora pareça que sua vida está seguindo pelo caminho que sempre desejou, o advogado perde o rumo ao descobrir que Jenny, sua namorada do colegial e mãe de sua filha, irá se casar. Como uma medida desesperada, ele implora que Sofia – a amiga alucinantemente colorida – o acompanhe ao Meio do Nada, no Mississippi, para ajudá-lo a reconquistar a mulher que ama. Sofia aceita, mesmo que seu lado racional diga uma coisa e seu coração outra…O que pode acontecer quando você mistura uma cidade com um único semáforo, dois advogados profissionais, uma rainha do baile de formatura, quatro irmãos mais velhos, a salsicha de Jimmy Dean e uma vovó armada? O uísque rola solto, a paixão cresce e até o mais detalhado dos planos é atropelado pelos desejos do coração.
Romance Contemporâneo | 304 Páginas|  Cortesia Editora Universo dos Livros| Skoob | Compare & Compre: SaraivaSubmarinoAmazon| Classificação 4,5/5
Sou completamente apaixonada pelos livros da Emma Chase. Suas histórias são sensuais, divertidas e clichês, ou seja, na medida certa para aqueles momentos em que tudo o que precisamos é de um romance leve e contagiante. Sabia que iria adorar Sem Juízo bem antes de começar a lê-lo; e mesmo que o livro não tenha superado Atraído, meu romance preferido entre os escritos pela autora, sem dúvida ele ganhou um pedacinho do meu coração. Aqui, em meio a tribunais e processos jurídicos, acompanhamos duas histórias de amor: aquele primeiro amor que transforma nossa juventude e aquele amor que começa do desejo e pega qualquer adulto de surpresa.

Stanton sempre foi um aluno exemplar e um namorado incrível. Vindo de uma cidadezinha pequena e sonhando, todos os dias, em ir para a capital e construir uma carreira de sucesso, o jovem foi surpreendido pelo destino quando – pouco tempo antes de ir para a faculdade – sua namorada, a Jenny, engravidou. Por anos a família teve que se separar, enquanto ele lutava por seus sonhos profissionais e ela criava raízes na cidade que sempre amou. Porém, agora que Stanton é um advogado de sucesso e um homem independente talvez tenha chegado a hora de buscar sua família. O problema é que Jenny está prestes a se casar com outro homem e Stanton, que ao longo desses anos manteve com ela um relacionamento fraterno e aberto, não percebeu que o amor entre eles ficou no passado. Doente de ciúmes e com medo de perder sua família, Stanton está decidido a colocar um fim nesse casamento e provar que ama Jenny. Nessa empreitada ele terá ajuda de Sofia, uma grande amiga com quem mantem um relacionamento colorido cheio de benéficos. E enquanto luta por um amor do passado, Stanton será surpreendido – mais uma vez – pelo destino e descobrirá que o amor verdadeiro está no presente e bem ao seu lado.
Uma das coisas mais legais desse livro é a relação, muito bem construída, entre passado e presente. Acompanhar Stanton jovem, sonhador e completamente entregue a Jenny é incrível. Mas vê-lo no presente como um homem bem sucedido, convencido, bem-humorado e sedutor é ainda mais cativante. Achei que a autora abordou muito bem o conceito de amor, mostrando como o sentimento pode ser conflitante, amedrontador, sufocante e ás vezes inconstante. Stanton e Jenny tinham certeza que acabariam juntos no final, e é isso que sentimos no começo do livro, contudo é notável que por mais que o amor entre eles seja gigante, ambos querem futuros totalmente diferentes. Aqui, com maestria, a autora mostra que o amor pode mudar com o tempo e pode assumir diversas facetas: paixão, desejo, dependência, amizade... Além disso, adorei a maneira como Jenny e Sofia estão presentes nessa história. Ambas são mulheres fortes, decididas, seguras e independentes, mas cada uma luta por sonhos diferentes – Sofia é uma advogada confiante e talentosa que ama a vida corrida de Chicago, enquanto Jenny é uma enfermeira competente e dedicada que ama sua vida de interior. Não existe competição entre elas, nem animosidade, apenas a certeza de que ambas desempenham um papel importante na vida de Stanton. Ainda sobre isso preciso dizer que Sofia é incrível! Determinada, bem-humorada, independente, descendente de pais brasileiros e dona de uma personalidade cativante. A personagem inspira no leitor a sensação de “gente como a gente”, de uma mulher – como todas nós – que luta com afinco por seus sonhos (sejam eles profissionais ou pessoais).

Além de uma trama inusitada, que envolve presente e passado, e de personagens carismáticos, a obra também conta com: muita sensualidade (sério, Stanton e Sofia pegam fogo quando estão juntos), bom-humor (principalmente por causa de Stanton e suas trapalhadas – eita homem cabeça dura!), um ambiente profissional vivo e rico em detalhes (adorei ver os personagens defendendo casos e esbanjando talento nos tribunais), e um cenário familiar propício para a construção das diversas formas de amor. O livro é leve, fácil de ler, sensual e extremamente divertido, porém o que fica no final é uma mensagem bacana sobre as nuanças do amor e a necessidade de sermos sinceros e lutarmos por nossos sonhos – mesmo que eles nos afastem de quem amamos. Se o livro é clichê? Com certeza! Mas é um tipo de clichê digno de deixar um sorriso bobo no rosto do leitor. Também devo dizer que Stanton é meio irritante. Teve momentos que queria bater a cabeça dele na parede e gritar “EI, o amor está bem debaixo do seu nariz, seu bobão”, risos. Mas, com certeza, foi exatamente por isso que amei o livro, pela forma como me envolvi e torci pelos personagens.
Se você busca um romance fácil e gostoso de ler pode apostar, sem medo de errar, nos livros da Emma Chase. E se você gosta de Atraído prepare-se pois o lindo do Drew faz parte da história de Stanton.
• Sobre a Série •

Sem Juízo é o primeiro volume da série Legal Briefs. Até o momento temos três livros publicados pela autora. Cada volume narra à história de um casal diferente, contudo todos possuem algo em comum: o amor – e ás vezes o ódio – pelo Direito.

Beijos,



Participe Aqui

16 comentários:

  1. Oi Pâ,
    ando bem desligada da internet e nem sabia deste livro dela.
    li alguns livros dela já e adoro a escrita.
    fiquei curiosa por este... não sei se fico com dó de Stanton por ter demorado tanto ou se concordo com o que ele fez... mas concordo com o que ele fez. eu também faria o mesmo!
    a capa também é linda né?! *-*

    ResponderExcluir
  2. Oi, Paola. Eu li esse livro no mês de Maio e também amei. Faz anos que li Atraído, mas amei a escrita da Emma por justamente ser clichê mas muito cativante. Gosto da sensualidade, dos momentos leves e dos personagens dos livros dela, são maravilhosos!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Ainda não conheço a escrita da autora, mas leio nas resenhas o quanto a autora saber escrever histórias divertidas, leves e cativantes e pelo visto com esse livro não foi diferente. Os protagonistas parecem ótimos e Sofia sendo descendente de brasileiros, com certeza já me ganhou rsrs

    ResponderExcluir
  4. Oi, Pah
    Pelo jeito esse livro vai muito além do erotismo e romance. Gostei de saber que tem todo esse ambiente profissional dos personagens, imaginei que isso poderia tornar a leitura mais lenta em alguns momentos.
    Gostaria de ler esse livro, ainda mais depois desses elogios. Nunca li nada da autora até hoje.
    Aii, lá vou marcar mais um livro no skoob.

    ResponderExcluir
  5. Pah!
    Deve ser um romance delicioso de ser lido, bem como gosto.
    Ver a dúvida do protagonista e ainda suas incertezas e inseguranças, torna o romance ainda mais delicado.
    Não gosto muito de triângulos amorosos, mas aqui, parece que é quase algo que acontece sem querer.
    E gosto ainda quando tem passado e presente na narrativa, porque temos uma visão mais abrangente dos fatos e suas consequências.
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Amei sua resenha, esse livro me deixou a desejar. A historia do personagem e super interessante, que ele deixa a familia para cumprir seus sonhos e quando ele ver, já tinha perdido a pessoa que ama para outra e o mais legal e que ele procurar corre atras daquele amor, só que e meio ruim porque parece existi um tringulo amoroso nessa historia, mas mesmo assim me pareceu as personagem bem determinada e sabem o que querem!
    Amei o livro!

    ResponderExcluir
  7. Cada resenha q vejo de um livro de romance diferente, fico pensando que preciso ler logo esse gênero, pq até hoje nunca li um livro só sobre romance. Ótima resenha!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, ainda não li nenhum livro da autora, tinha a intenção de ler esse mas esses dias li algumas resenhas negativas e fiquei em duvida,mas lendo a sua resenha conseguiu me convencer a ler. Adoro um cliche e adorei saber que tambem é divertidos. Com certeza ele entra novamente para a minha lista.

    ResponderExcluir
  9. Oi Pah.
    Eu também sou apaixonada pela escrita dessa autora e quando li Esse livro foi amor à primeira lida kkkkkk.
    adorei que os personagens foram bem construídos e o relacionamento entre eles era realmente o fato dele está dividido entre o passado e o presente foi incrível ver a descoberta do amor entre os personagens foi melhor ainda.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro clichês! Podem achar que ser previsível é ruim, mas não acho.. Esse me encantou em cheio, fiquei cá me perguntando se em algum momento os leitores torcem pro casal do passado e como será que a personagem do presente cativa o leitor. Ja fiquei bem curiosa e salvei as dicas dos livros da Emma. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Katharine Emídio20 de maio de 2017 10:58

    Pah, adorei a resenha!! Eu já li esse livro e particularmente eu gostei dele, só que eu não AMEI MESMO!! Um livro que eu recomendo, mas não me apeguei totalmente a ele. Super Beijo

    ResponderExcluir
  12. Oi Paola! Ótima resenha!
    Eu nunca li nada da autora e também não conhecia esta série. Porém, fiquei muito curiosa para fazer a leitura! Gostei bastante da premissa. Parece ser um livro leve, envolvente e divertido. E como faço Direito, acho que vou gostar de ver os personagens atuando nos tribunais hehehe
    Apostarei na leitura :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  13. Então já tinha lido que a escrita da autora é muito diferente que só ela sabe escrever de uma maneira especial, mas ainda não li nada ai eu fico meio perdida em alguns livros, mas nada que impeça de começar a ler alguns, gostei da resenha e mostra realmente que a autora escreve romances bem gostosos.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah! Ainda não li nada da autora, e confesso que a premissa desse me instigou mais do que da outra trilogia.
    Acho interessante ver como o amor é abordado de diferentes formas e como SIM ele pode se transformar em outras coisas, mas como na maioria de livros de romance tratam isso de uma forma muito utópica e perfeita em que tudo dá certo no fim, acabo não gostando. Acho que vou gostar de ver que essa história não se encaminha para onde imaginamos.
    Como ultimamente tenho lido umas coisas mais densas e até tô ficando de ressaca, creio que esse tipo de livro me ajudará a relaxar um pouco. Ótima dica! Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Paola, tudo bem?
    Por descuido meu ainda não li nenhum livro dssa autora :/ sei que ela escreve esses romances gostosos de ler e ótimos pra tirar a ressaca literária nossa de cada livro rsrs como eu estudo Direito, super me identifiquei com essa temática! Ps: Staton tá podendo muito ein kk

    ResponderExcluir
  16. Oi Pah,
    Ainda não li um livro da Emma Chase, mas Atraído está piscando na minha lista, estou completamente atraída pelo livro haha
    Quem é que não gosta de um bom clichê? Ainda mais com uma história sensuais, envolvente e divertida na medida certa, combo perfeito para uma leitura leve e gostosa.
    Gostei da trama, adoro histórias em que a narrativa flui entre o passado e presente, quero conhecer os relacionamentos do Stanton com essas mulheres incríveis, tanto a Jenny como a Sofia parecem ser personagens cativantes.
    Preciso dar uma chance para essa autora logo!
    Beijos

    ResponderExcluir