junho 23, 2017

[Resenha] Correndo para Você – Rachel Gibson

Stella Leon é uma bela mulher. Aos vinte e oito anos ela já viveu muitas aventuras em Miami, onde vive e trabalha como garçonete. Brigas, sensualidade e rock’n roll fazem parte de sua rotina. Mas o que está prestes a acontecer colocará sua vida de pernas pro ar! Um homem misterioso (e lindo) está à sua procura. Ele traz notícias de um passado que Stella não quer lembrar, e para onde não pretende voltar de jeito nenhum. Por que ela deveria deixar tudo pra trás e ir com ele para o interior do Texas? Por algum motivo, Stella confia nele. Por alguma razão ela se sente totalmente quente perto dele...

Romance Contemporâneo| 248 Páginas|  Cortesia
Geração Editorial| Skoob |
Compare & Compre: Saraiva
Submarino
Amazon| Classificação 4/5
Adoro os livros da Rachel
Gibson. Claro que eles são clichês, previsíveis e, na maioria das vezes, bem
repetitivos. Contudo, existe algo na narrativa da autora – uma fluidez e
sensualidade – que sempre me encanta. Em Correndo
para Você
encontramos uma história familiar cheia de perdão e recomeços, um
pouco de aventura, e um amor forte o suficiente para juntar duas pessoas
completamente diferentes. Assim como eu, tenho certeza que os fãs de romance
adorarão essa história. Até porque, mesmo que ela não traga nada de inovador, é
sempre bom mergulhar em um mundo de paixão, amor e final feliz.

Stella é fruto de uma relação imprópria – entre chefe e empregada – e,
exatamente por isso, nunca teve contato com o pai. Apesar de ele ter aparecido,
muitos anos atrás, para oferecer dinheiro suficiente para Stella levar uma vida
tranquila, a jovem nunca recebeu o mais importante: amor e carinho. Porém, ela
terá uma segunda chance! Agora que o pai morreu, e sua meia-irmã descobriu da
existência de uma filha bastarda,
Stella será convidada para conhecer a irmã e, quem sabe, estabelecer com ela um
laço fraterno de amor e amizade. Com medo de não ser digna do amor da irmã,
Stella refuga o convite. E é aí que Beau entra. Agente da Marinha, e melhor
amigo do noivo da irmã de Stella, ele é incumbido da tarefa de buscar Stella e
fazê-la aceitar o convite da irmã. Sem paciência e com um perfil tipicamente
mandão, Beau está acostumado a conseguir as coisas rapidamente. Porém, Stella
vai dar trabalho e, além de colocá-lo em várias confusões, vai mexer com o
coração desse agente durão. Ela: inconstante, jovem, sensível, aventureira e
sem raízes. Ele: filho típico do interior, agente renomado, mais velho e
maduro, e totalmente responsável. Ou seja, com certeza o encontro entre Stella
e Beau (completos opostos) será explosivo.
Stella é uma das personagens
mais jovens (não em idade, mas em espírito) que vi a Rachel Gibson criar. Ela
traz aquela insegurança típica de um novo adulto: a vontade de estudar e o medo
de não conseguir, a ânsia em ser alguém e a incerteza de qual profissão
escolher, e a necessidade de ser aceita e amada. Gostei muito da personalidade
de Stella e de como ela reflete milhares de garotas e garotos espalhados pelo
mundo. Jovens que trabalham duro para se sustentar e que, perdidos na correria
do dia a dia, não sabem qual futuro querem construir. Além disso, achei muito
bacana como a autora aborda a relação da Stella com seus pais. A mãe é presente
mas se importa demais com o dinheiro do pai de Stella, enquanto o pai – além de
ausente – morreu antes de dar uma oportunidade para a garota conquistar seu
afeto. Senti os conflitos de Stella, suas inseguranças, seus medos, sua vontade
de ser amada e, exatamente por isso, senti um afeto por ela. – Sabe quando você
consegue se enxergar no papel da protagonista? Quando consegue sentir os
conflitos tomando conta de seu coração? Pois bem, foi assim que me vi durante a
leitura.
Já Beau é o típico mocinho dos
livros da Rachel: militar, rígido pela profissão ou pelas experiências de vida,
dono de alguns conflitos familiares e, óbvio, decidido a NÃO se envolver com a
protagonista. Como sempre, gostei de como a figura masculina trouxe para o
livro uma visão interessante sobre a vida de um militar, e gostei bastante de
como a autora abordou, através do personagem, temas importantes como depressão,
traição e alcoolismo. Ou seja, além de um romance previsível mas bem cativante,
também encontramos na história debates – leves ou até mesmo superficiais –
sobre temas reais e reflexivos.

No geral o livro é exatamente o
que imaginei que seria: previsível, mas muito gosto de ler. Devorei a história e
no final achei uma fofura o envolvimento de Stella e Beau e o fato do amor
entre eles curar várias feridas. Não vou engar que o amor é meio instantâneo e
que ás vezes o Beau é um teimoso cabeça-dura, mas para quem gosta de romances no
estilo água com açúcar, confirmo que vale muito a pena dar uma chance pra essa
história (que não é a melhor escrita pela autora, mas que é bem cativante).
• Sobre a Série •



Correndo
para Você
é o segundo volume da série Military Men. Até o momento a série conta com três livros, sendo
que apenas um deles foi publicado no Brasil.

Vale dizer que cada história
possui início, meio e fim. O laço entre os livros é a relação de amizade que
existem entre os protagonistas masculinos, todos militares.
Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

14 Comentários

  • Lily Viana Music
    01 julho, 2017

    Olá Pah,
    Que livro incrivel, nele tem uma otima premissa. Já tinha lido varias resenhas sobre esse livro e me encantou a historia, tem um clichê super fofo, aquele romance maravilhoso que te faz pensar. Gostei muito de sua resenha!

  • Ana Paula Santos Moreira
    30 junho, 2017

    Gosto muito da escrita da Rachel Gibson, linguagem simples e para mim ela vai logo ao ponto sem enrrolar. Procuro ler todos seus livros.

  • Micheli Pegoraro
    29 junho, 2017

    Oi Pah,
    Faz tempo que quero ler um livro da Rachel Gibson, sempre tive a curiosidade de conhecer sua narrativa leve e fluida. Adoro romances clichês e previsíveis, essas histórias que nos fazem suspirar e rir ao mesmo tempo, com drama na medida certa e com um romance mais descontraído são leituras gostosas na certa. Gostei da trama desse livro, além de trazer um romance cativante traz também questões de família, perdão e recomeços.
    Já escolhi um livro para estrear essa autora, vou ler Daisy está na Cidade para o desafio fuxicando sobre chick-li.
    Beijos

  • Lara Cardoso
    28 junho, 2017

    Ainda não conheço a escrita da autora. E não me interessei por este livro, também não gosto de romance instantâneo e como parece que não foi bem trabalhado não fiquei curiosa com o desenrolar da história.

  • Mariana Vantine
    27 junho, 2017

    Muito boa a resenha Pah!!
    Confesso que a capa desse livro não despertou muito a minha atenção, mas a sua resenha sobre ele com certeza foi ótima! Foi capaz de me despertar aquela curiosidade de dar uma chance pra esse romance!

  • Bruna Lago
    26 junho, 2017

    Têm momentos que um romance clichê é tudo que a gente precisa ler; mesmo sendo previsível, sabemos que a história vai ser legal, divertida e sensual.
    Achei muito divertido como o protagonista entra na história; já tinha visto a sinopse desse livro, mas não imaginava como ele seria próximo dela de alguma forma.
    Que bom que a série conta histórias diferentes e que existe uma relação entre eles, adoro mesmo quando isso acontece e já estou ansiosa pra ver essa série. Beijos

  • Nayane Evylle
    25 junho, 2017

    Oi Pah ^-^
    Adoro a escrita da Rachel. Ela flui tão bem que deixa a gente lê com uma leveza tamanha.
    Vi muita gente marcando o livro é não sabia que era de uma série da autora.
    Gostei da personagem Stella. Não fez muito sentido pra mim o amigo do noivo da irmã ir buscar ela, mas ok.
    É romance e clichê, entao não tem muito o que fazer rsrs

  • beatriz rosa
    24 junho, 2017

    Oi Pah!
    Estou no meio de uma ressaca literária e acho que estou precisando de um livro assim, leve e com uma leitura fluida.
    Nunca li um livro da Rachel, mas esse chamou minha atenção. Adoro personagens que nós podemos nos identificar com, me sinto muito mais engajada com a historia.
    Vou ler assim que puder!

  • Anna Mendes
    24 junho, 2017

    Oi Paola! Adorei a resenha!
    Eu conheço os livros desta autora, mas nunca li nenhum e confesso que não sei por qual começar. Alguma sugestão?
    Eu gostei da premissa de "Correndo para você". Parece ser uma história leve e gostosa de ler.
    Tem alguns tipos de clichês que acabam me irritando ao longo da leitura, mas dependendo da história e da narrativa, eu acabo deixando isso de lado. E no quesito romance, é difícil encontrar livros desse gênero sem um pouquinho de clichê, né?
    Enfim, fiquei curiosa para fazer a leitura 🙂
    Bjos!

  • magomes8
    24 junho, 2017

    Já ouvi muitas pessoas falando sobre os clichês de sempre dessa autora, toda história dela tem o mesmo formato. Ainda sim, é uma leitura válida, rápida, para distrair né? Nunca li nada dela, mas pretendo ler até o final do ano.

  • Ana Paula
    23 junho, 2017

    Que delicia de resenha Pah .. Eu amooooo livros da Rachel, justamente essa coisa bem previsível e cliche total é que me encanta nos livros dela. O meu ta na imensa fila pra ler, mas uma hora chega a vez dele rrss

    Bjs
    Ana Paula
    Paixão por Leituras

  • Monica Ricco
    23 junho, 2017

    É tão encantadora a forma que você fala de cada livro que dá vontade de ler todos!❤️

  • RUDYNALVA
    23 junho, 2017

    Pah!
    Precisando de um romance água com açúcar como esse da Raquel que mesmo previsível, responde as expectativas que esperamos ao ler romances.
    Sem contar que os protagonistas não são nada quietos e a relação deles deve ser bem agitada.
    Boas festas juninas!!!!
    “O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?” (Clarice Lispector)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.