Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

Primeiro volume de uma trilogia fantástica, em que dragões e humanos estão em guerra — e cabe a uma garota matar todos eles. Quando era criança, Asha, a filha do rei de Firgaard, era atormentada por sucessivos pesadelos. Para ajudá-la, a única solução que sua mãe encontrou foi lhe contar histórias antigas, que muitos temiam ser capazes de atrair dragões, os maiores inimigos do reino. Envolvida pelos contos, a pequena Asha acabou despertando Kozu, o mais feroz de todos os dragões, que queimou a cidade e matou milhares de pessoas — um peso que a garota ainda carrega nas costas. Agora, aos dezessete anos, ela se tornou uma caçadora de dragões temida por todos. Quando recebe de seu pai a missão de matar Kozu, Asha vê uma oportunidade de se redimir frente a seu povo. Mas a garota não vai conseguir concluir a tarefa sem antes descobrir a verdade sobre si mesma — e perceber que mesmo as pessoas destinadas à maldade podem mudar o próprio destino.

Fantasia • Editora Seguinte • 398 Páginas • Classificação: 4,5/5
Skoob • Compre: Saraiva • Amazon • Resenha @mayeosvicios

A trama nos apresenta um universo onde os dragões existem e estão em guerra com os humanos, lendas e mitologia entrelaçam as historias de todo o povo e estas criaturas míticas e poderosas. E, é em meio a isso conhecemos Asha, princesa e herdeira do trono que tem a missão de lutar e defender seu povo do mal causado pelo dragões.


Asha, quando era apenas uma menina, era atormentada com terríveis pesadelos que somente eram aplacados quando sua mãe lhe contava histórias antigas sobre dragões, porém era de conhecimento de todos que contar tais histórias antigas cheias de poder podiam atrais estas temidas criaturas para o reino, e de tanto que foi enfeitiçada pelas histórias antigas a garota acabou atraindo Kozu, o mais temido dos dragões, para seu lar o que resultou em um dos ataques mais brutais e devastadores que sofreram - nele Asha fora marcada em sua pele com terríveis queimaduras, mas o pior foi que as feridas a marcam como a garota culpada por toda a morte e destruição daquele dia. Após este episódio a jovem cresceu e se tronou a mais temida caçadora de dragões do reino e sua missão de vida é caçar e matar cada uma destas terríveis criaturas até que estejam extintas, então quando Asha recebe a missão de seu pai de matar Kozu, ela vê neste trabalho a oportunidade de obter vingança, se redimir perante seu povo, agradar ao seu pai e livrar-se de um casamento que não deseja.

Do outro lado da trama temos Torwin, um escravo que serve ao noivo de Asha, o temido Jerek e comandante do exército do rei, que inevitavelmente tem seu caminho cruzado com o de nossa protagonista. Naquele tempo os escravos eram proibidos de tocar nas pessoas, porém em meio a um baile Asha passa mal e desmaia e ele acaba esquecendo deste detalhe e a segura para que não caia no chão, ele então é condenado por seu senhor a chibatadas. Normalmente a princesa não teria dado importância a este ato, afinal o escravo não devia ter tocado nela, porém seu irmão mais velho, Dax, que é dono de um coração piedoso e gigante, a convence a salvar e esconder Torwin em meio a sua sessão de tortura.

A partir daqui nossa protagonista tenta manter Torwin a salvo, pois ele não poderá mais voltar ao reino, ao mesmo tempo em que tenta completar sua missão. Porém o que ela achou que seria fácil e rápido de se cumprir acaba levando-a em uma jornada de autoconhecimentos e descobertas, pois ao lado de Torwin e através das visitas que recebe do Antigo, Asha percebe que há muita coisa mal contada em sua história e na história de seu povo. Será mesmo que os dragões são seres tão terríveis e que merecem ser extintos? Por que seu pai lhe dera justamente agora esta missão de executar Kozu? Será que sua história não foi uma mentira inventada para colocar a ordem no reino? Tudo isso ela começa a se questionar e vai a fundo para descobrir a verdade, lembrando-se do fatídico dia em que foi atacada por Kozu e desvendando uma teia de segredos e mentiras que a rodeou por toda a vida.

A história é muito envolvente e a narrativa muito ágil, que nos prende logo no início. A trama é muito interessante, pois apresenta uma mitologia diferente e que desperta nossa curiosidade nos prendendo do início ao fim. Além disso, as personagens são fortes e amadurecem muito ao longo da trama, nos surpreendendo com suas escolhas e decisões, principalmente Asha e Dax, dois irmãos que tem um reino inteiro sob sua responsabilidade e que sabem que suas escolhas podem afetar a vida de milhares de pessoas. 

Achei muito bacana também que a autora fala de superação, de aceitação do nosso corpo como ele é, fala de preconceitos e quebra estes pré-conceitos em nossa protagonista que vivia alheia e cega a tudo o que acontecia debaixo de seus olhos... Este é o primeiro livro de uma trilogia e o primeiro da autora lançado no Brasil, e não vejo a hora de poder ler mais desta autora que me encantou demais, acredito que leitores que procuram uma boa fantasia irão amar esta obra, eu sei que eu amei.


Beijos


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Resenhas

© Livros e Fuxicos • Por Paola Aleksandra – Desenvolvimento com por Subir