Resenha Dupla: Anna e o Beijo Francês (Stephanie Perkins) e Um Amor para Recordar (Nicholas Sparks)


Olá, hoje tem resenha dupla aqui no blog, não posso dizer o motivo, mas tenho certeza que vocês vão adorar a surpresa que está relacionada a este post... Bem eu resenhei o livro Um Beijo Francês, e minha querida amiga Bri do blog Meu Livro Rosa Pink, fez a resenha do livro um amor para recordar!

Espero que gostem:




Sinopse: Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto - que tem namorada. Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?



O livro Anna e o Beijo Francês (Stephanie Perkins) conta a estória de Anna, uma jovem de 17 anos, fascinada por cinema e que sonha em ser uma reconhecida crítica de filmes. Sua vida em Atlanta está tranquila, com uma melhor amiga, um quase namorado e um emprego no cinema, tudo que ela achava que sempre quis, até que seu pai, um escritor de romances, resolve que por causa do seu novo status como autor de “best-sellers” ela deve receber uma educação melhor, por isso, matricula Anna, contra a sua vontade, em um internato altamente seletivo em Paris, na França, a cidade do amor.

Quando ela chega na School of America, uma escola fundada por americanos na França, ela se sente deslocada, além de ser novata e de não conhecer ninguém, fica óbvio que o local não é nenhum pouco parecido com as escolas que ela estava acostumada a frequentar, no início é difícil para ela se adaptar com os poucos alunos, com a estrutura ampla e requintada e principalmente com a língua - o Francês – Anna não domina o idioma, e também possui dificuldades para aprendê-lo, o que para ela, é um grande inibidor de sua adaptação ao local. Contudo, logo no seu primeiro dia de aula Anna conhece a super simpática Meredith, e aos poucos vai se enturmando com o grupo de amigos dela, o talentoso Josh, a esquentadinha da Rashimi e o encantador e envolvente Francês-Americano-Inglês, Étienne, chamado por todos, de St. Clair.

Eles apresentam a escola e a cidade para Anna, e não demora muito para ela se sentir parte do grupo, a amizade entre eles cresce, principalmente com Étienne, com quem ela acaba criando um laço de compreensão e união muito forte, um laço que desperta nela sentimentos que vão além da amizade, sentimentos proibidos aos dois, afinal o St. Clair possui uma namorada, Ellie, a melhor amiga de Meredith e Rashimi que acabou de se formar na School of America e ir para a faculdade.

“A garota tem mais ou menos a minha altura. Seu cabelo comprido é pouco estilizado, mas tem um toque fashionista parisiense. Está usando um vestido curto prata que brilha sob a luz da lâmpada e um casaco vermelho. Suas botas de couro estalam e clicam na calçada. Está olhando para trás em direção ao Résidence Lambert com expressão desconfiada, quando então ela se vira e vê St. Clair. Todo o seu ser se acende. A revista afrouxa em minhas mãos. Só pode ser ela. A garota começa a correr e se lança nos braços de St. Clair. Eles se beijam e ela enlaça os dedos no cabelo dele, seu cabelo bonito e perfeito. Meu estômago cai e desvio o olhar para não ver o espetáculo”.

No inicio Anna se sente somente atraída por Étienne, nada mais que isso, pois ele tem Ellie, e ela também tem alguém a esperando em Atlanta, por isso ela foge (ou pelo menos tenta) desse sentimento, deixando-o de lado e focando somente na amizade que existe entre eles, uma amizade forte, movida a muitas tardes de conversas e passeios, ele um amante de história e ela fascinada por cinema, perdem a noção do tempo conversando sobre suas preferências e gostos, o fato é que, eles passam muito tempo juntos, o que aumenta muito mais do que a amizade entre eles. Não demora muito para que eles percebam que o que sentem um pelo outro não é só amizade, nem muito menos só atração, mas na circunstância em que se encontram o que eles podem fazer com esse sentimento tão forte? Eles correm o risco de se magoar, e magoar também aqueles a sua volta... Simplesmente existem coisas que não são para acontecer, mesmo que o universo colabore a favor delas.

“Os olhos escuros de Étienne buscam os meus. – O que estamos fazendo? Sua voz é forçada. Ele é tão bonito, tão perfeito. Estou tonta. Meu coração salta, meu pulso acelera. Inclino a cabeça para a frente e ele faz o mesmo movimento em direção à minha cabeça. Ele fecha os olhos. Nossos lábios s encostam levemente. – Se você  me pedir para te beijar, eu te beijo – ele diz...”

Será que eles vão lutar por esse amor? Mesmo correndo o risco de machucar as pessoas ao seu redor. Ou será que eles vão perceber que não se pode ter tudo e que a amizade é o suficiente para eles? Bem, só lendo para saber, eu confesso que no início achei o livro um pouco confuso, era muita informação, nomes, lugares e eu me perdi um pouco, mas logo o livro me envolveu, eu não consegui parar de lê-lo, a forma com que a autora narra os fatos é envolvente, de forma que ficamos ansiosos para descobrir o final da estória. O que mais gostei de tudo foi o desenvolvimento dos personagens, existe muito mais do que romance nessa estória, existe superação, amizade, emoção. É incrível ver como a mudança para a França permitiu que Anna amadurecesse, e posso dizer que muitas vezes me identifiquei com ela e com as barreiras emocionais que ela cria para se defender dos seus medos e inseguranças.

“E, pela primeira vez desde que cheguei em casa, estou completamente feliz. É estranho. Casa. Como eu pude querer estar aqui por tanto tempo, só para perceber que ela se foi. Estar aqui, tecnicamente na minha casa, e descobrir que minha casa agora é em outro lugar [...] É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar? [...] Eu não poderei nunca dizer a ele, mas é verdade. Isto é estar em casa. Nós dois”

A estória é inebriante, envolvente e comovente, a leitura é simples e rápida, e o final me deixou tonta, com gostinho de quero mais. “Anna e o Beijo Francês” entrou para minha listinha de Best do ano, por isso, o recomendo para vocês. 



Certeza que você vão se deliciar com essa estória. Super recomendado!


Agora, vamos a resenha da Bri:



 Sinopse “Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas eu tenho a sensação que, se o fizesse, também apagaria a alegria. Assim, revivo as memórias da forma como vêm, aceitando todas elas, deixando que me guiem sempre que possível. Isso acontece com mais frequência do que as pessoas percebem... Quando eu tinha 17 anos a minha vida mudou para sempre... Estou com 57, mas ainda me lembro de tudo o que aconteceu naquele período, em seus mínimos detalhes. Sempre o revivo em minha mente, trazendo-o de volta à vida, e sinto uma estranha combinação de tristeza e alegria quando o faço. Esta é a minha história – e prometo contar tudo. No inicio você vai sorri e, depois, chorar – não diga que não avisei.”


Um Amor para Recordar mexeu comigo de vários maneiras. Eu já havia visto o filme, e como muitas das pessoas que conheço e viram, me apaixonei pelo filme. Quando comecei a ler o livro eu já sabia o final dele, e achei que eu só estaria revivendo a história novamente, e lembrando cenas do filme. O que aconteceu foi totalmente diferente. 

Um Amor para Recordar é um livro que não fala só de duas almas que se encontram e que se apaixonam e por uma ironia do destino não podem ficar juntas. Este livro me emocionou e muito, pois fala de situações do nosso dia a dia, dos laços de família, de amor, amizade, bondade e doação.
Através da narrativa de Landon conhecemos Jamie, uma menina doce, com os olhos azuis mais lindos do mundo, com um coração de ouro, com uma compreensão que as vezes a tornava mais adulta do que sua idade permitia.
Landon Carver é um homem que volta ao seu passado através de suas lembranças, voltando ao ano de 1958 em Beaufort na Carolina do Norte.
Landon era um rapaz "encrenqueiro" para os parâmetros sociais da década de 50, comia amendoim cozido no cemitério da cidade, dava apelidos engraçados para os seus colegas de classe, tirava saro do Revendo da sua Igreja.
Quando Landon se matrícula na aula de teatro acredita que seu último ano no colégio será moleza, pois não terá que fica estudando cálculos, e o máximo que terá que fazer nas aulas é dormir! O que na idade em que ele se encontrava era muito importante.
Por intermédios dos "Planos de Deus" Landon ganha uns dos papeis principais na peça de final de ano da Igreja, e isso faz que que Landon e Jamie tenham que passar algum tempo juntos.
No decorrer do livro vamos conhecendo Jamie, filha do Pastor da Igreja, ela carrega uma Bíblia consigo a onde que que vá. E por isso é motivo de deboche dos alunos da escola. Após os ensaios da peça, Landon começa a acompanhar Jamie para casa, e os dois vão se conhecendo, ou melhor Landon vai conhecendo Jamie, e descobrindo que ela é uma pessoa normal como ele, que tem sonhos como ele. Jamie com seu jeito doce de ser vai moldando o espírito encrenqueiro de Landon. Fazendo com que ele conheça as obras sociais que ela ajuda, o orfanato que ela visita, as crianças que ela cuida.
Quando Landon descobre que esta apaixonado por Jamie entrega-se de corpo e alma no relacionamento, porém ele sabe que Jamie esconde algo muito triste do qual não que compartilhar com ele.
Se você achou o filme ótimo, vai achar o livro melhor ainda.
Chorei! Muito e muito, o livro é simplismente lindo, romântico e adorável na medida certa.
Com toda a certeza "Um Amor para Recordar" foi um dos livros mais lindos que eu já li em toda a minha vida.
Tem muitas coisas que gostaria de escrever sobre este livro, acho que ficaria muito grande a resenha! Nicholas Sparks é simplesmente demais. A forma com que escreveu a história, como fez a narrativa e a escolha dos personagens. Chorei litros. Se você procura uma história para se lembrar para sempre, você vai encontrar neste livro lindo! Super recomendo este livro, leia quando tiverem a oportunidade, tenho certeza que ele vai mexer com vocês assim como mexeu comigo. A história é linda, emocionante, Apaixonante. É realmente Um Amor para Recordar.

Bem, espero que vocês tenham gostado das resenhas! E comentem na postagem, pois, coisas boas estão vindo por ai!




Beijokas da Pah e da Bri *-*

25 comentários:

  1. Resenha de 2 livros de uma só vez,vc deve ser uma máquina de leitura,talvaz mais rápida até que eu,e olha que na escola eu era recordista!

    ResponderExcluir
  2. Olá, meninas!
    Adorei as resenhas!
    Também resenhei hoje esse livro, mas esperava um romance mais arrebatador entre os personagens. Sparks deu muita ênfase aos aspectos religiosos e acabei achando muitos clichês.
    No mais, é um livro mediano que emociona de alguma forma rs. Gostei dele mesmo assim!
    Estou louca agora para ler Anna e o beijo francês.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  3. Pah eu adorei sua resenha, e colocar estes trechos do livro ficou ótimo!
    Estou orgulhosa de nossa resenha Dulpa!
    Espero que o pessoal comente nas 2 postagens pois vai ter surpresa depois.
    Beijos Brih
    http://meulivrorosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adooorei as resenhas ;)

    todo mundo tem falado bastante de Anna e o beijo francês...
    já quero ler. *-*

    Um amor pra recordar é suuuper fofo (assisti o filme) e estou louquinha pra ler. Espero poder fazer isso em breve. Nicholas arrasa sempre

    =*

    ResponderExcluir
  5. Oi querida!
    Adorei as resenhas!
    To mega curiosa pra ler Anna e o bjo francês!
    Bjinhos

    @BempraMente
    @swannx
    Swan *-*

    ResponderExcluir
  6. Adorei flor!
    Eu também gosto de postar várias resenhas ^^ no mesmo post
    =D
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Parabéns a você e a Briih pelas resenhas. Esse livros já estão na minha lista de leitura, mas depois das resenhas vou passa-los na frente dos outros.

    Beijos, Duh Araujo
    http://www.boyselivros.com

    ResponderExcluir
  8. Bah tenho mó vontade de ler esse livros, nunca li nenhum livro de Nicholas uma pena mesmo, e sobre o livro Anna e o beijo francês deve ser ótimo mesmo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Pah :)
    Primeiro, amei o novo layout do blog, ficou lindoooo!!!! Parabéns!
    Amei as resenhas! Eu fiquei apaixonada por Um Amor Para Recordar, e estou quase terminando Anna e o Beijo Francês e gostando demais!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog: Na Caixinha do Correio #8 Passa lá :)
    Tá rolando a promoção - Da estante para sua TV - http://migre.me/4E8ep Participe :)
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://booksinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Bom, como já havia comentado no seu Blog parceiro, estou muito interessada em ler "Um Amor Para Recordar" mesmo já tendo visto o filme, porém os livros são sempre melhores que os filmes!
    "Ana e o Beijo Francês" nunca li, mas já tinha ouvido falar, com a resenha fiquei bem mais interessada a ler.
    Estou participando do sorteio, obrigada pela oportunidade.
    XOXO,
    allstargt.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu preciso muito ler esses dois livros!
    "Anna e o beijo francês" me encantou desde antes de saber que a Novo Conceito o lançaria e "Amor para recordar", bom, não tenho nada a dizer a não ser que o filme é um dos meus favoritos e que, sendo um livro do Nicholas, eu vou amar com certeza. hahaha

    Muito legal essa resenha dupla, adorei =)

    ResponderExcluir
  12. Aii agora eu estou louca pra ler Anne e o beijo Francês, parece ser fofo, além do mais tá todo um toque de romance proibido e eu adoro isso... Pah, me dá mais spoiler depois.. Ela vai ou não conseguir um beijinhoo francês do gatissimo do Étienne? rsrs

    Um amor para recordar é um epico pra mim, dude eu ainda choro toda vez que assisto o filme, e a resenha da bri me faz pensar que eu vou chorar feito bebezinha quando ler o livro. Ansiosa... Sempre achei romantico e tragico...Adoro histórias assim.
    Os finais por mais torturantes são perfeitos cheios de dor, lagrimas, amor...e isso que um livro tem que ter pra mim... sentimento.

    :**

    Jenny'

    ResponderExcluir
  13. Primeiro, sobre "Ana e o Beijo Francês": eu já li várias resenhas do livro, estou participando de várias promoções, simplesmente pq estou doida pra ler esse livro! A sua foi mais uma que atiçou mais ainda minha vontade de ler!
    Quanto ao "Um amor pra recordar", eu já li algumas críticas mais pra negativas pra positivas, e outras totalmente positivas. Resultado: estou doida pra ler o livro e tirar eu mesma minhas próprias conclusões. Me conhecendo, acredito que eu também vá amá-lo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Um amor para recordar acho que vai ser um livro daqueles de me fazer chorar baldes.
    Já Ana e o beijo francês me dá a impressão de que vai ser um romance daqueles de suspirar, então achei legal esses 2 livros virem juntos, porque quando estiver muito emotiva e quiser mudar um pouco o foco, posso pegar o "Ana" para ler, rsrs.

    ResponderExcluir
  15. Amo a forma que Nicholas Sparks escreve também. Já li vários livros dele e ele realmente te prende na leitura. Já vi o filme de Um Amor Para Recordar e chorei demais, quero nem ver no livro haha!

    ResponderExcluir
  16. Anna e o Beijo Francês parece ser encantador *-* De primeira não chamou minha atenção, mas passei a ler resenhas e fiquei super curiosa pra ler. Só por ser na França já deve ser lindo, ainda mais com essa história de amor :D

    ResponderExcluir
  17. Eu já amava o filme do Um Amor Para Recordar, e agora que eu fiquei sabendo que a história do livro não é tão igual à do filme deu ainda mais vontade de ler *-* é realmente uma história muito linda, aposto que vale a pena mesmo :3

    Sobre Anna e o Beijo Francês, eu também gosto desse tipo de história, um amor meio que impossível por ele ter namorada, também senti uma forte vontade de ler ele *-* o clima bem romântico de Paris, o desejo de Anna pelo cara. *-* amei os dois



    estou postando aqui, mas sou o @MatheusFont ok? (:

    ResponderExcluir
  18. Eu quero muito ler Anna e o Beijo Francês, tá na minha listinha! Eu tinha gostado da capa (e também da sinopse), mas tinha ficado em dúvida. Mas ando lendo umas resenhas satisfeitas sobre o livro, então vou comprar em breve!

    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Vou comprar esse livro este mês, e não vejo a hora de poder lê-lo!! se tem três coisas que eu amo é França, Romance e livros... haha, misturo tudo isso e resultou no primeiro livro na minha listinha de compras!

    ResponderExcluir
  20. Amei a resenha! E sem duvidas é RECOMENDADÍSSIMO ja li e fiquei triste quando acabou, e fiquei surpresa quando no final de tudo fui procurar outro livro e achei Lola e O Garoto da Casa ao Lado e vi Anna e St. Clair por la( foi pura coincidência)... Amo o blog!
    PARABÉNS PELA ADMINISTRAÇÃO!

    ResponderExcluir
  21. É impressionante o quando eu ainda depois de ter visto o filme de ''Um amor para recordar'' consigo chorar toodas as vezes. Nunca li o livro (apesar dele ja estar na minha lista) e essa resenha do me deu ainda mais vontade de ler *-*. Concordo plenamente com o que voce disse sobre ''Este livro me emocionou e muito, pois fala de situações do nosso dia a dia, dos laços de família, de amor, amizade, bondade e doação.'' O filme me emocionou muito pelo fato de ser realmente possivel a mudança de uma pessoa pra melhor, e como a bondade, simplicidade (no caso da Jamie) pode influenciar, como pequenos atos podem transformar a vida de uma pessoa que ja estava ''perdida'' na maldade. Adoro o amor que o Nicholas Sparks tem por me fazer chorar em todos os seus filmes/livros. Esse livro é diferente dos outros ao mostrar bem essa superaçao e pra mim o amor nessa historia é um dos mais fortes que já vi. Recomendo a todos que conheçam essa historia porque alem de maravilhosa nos faz refletir durante muito tempo sobre nossas atitudes no dia a dia e de que forma estamos tomando as atitudes para mudar a vida de quem esta ao nosso redor. Resenha incrivel! (=

    ResponderExcluir
  22. Eu li só Anna e o beijo francês,ele realmente é um livro simples e de leitura rápida mas
    acho q ficou faltando algo,não sei.
    Adorei a capa!

    ResponderExcluir
  23. Tanto o livro quanto o filme são lindos. A história é bela e reflete o quanto temos que valorizar as pessoas que nos amamos.

    Parabéns ao blog,tudo muito organizado.

    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Sou suspeita para falar de Um Amor Para Recordar. Sou completamente fissurada nos livros do "Tio Nick". Hahaha. Me emocionou, me surpreendeu, me encheu de dor mas me cativou de formas que quase nenhum outro dele conseguiu igual. É maravilhoso.
    Não o descrevo só como "água co açúcar". Acho tão superficial. Criei um laço gigantesco com esse livro, <3
    Falando de Anna e O Beijo Francês... Com esse, as coisas foram bem diferentes. Comprei-o com um preço super em conta na Bienal daqui. Li tantas resenhas positivas que eu não poderia deixar a chance passar. Demorei um pouco para começá-lo mas.. Me decepcionei. Infelizmente, a leitura não me capturou. Não consegui ver algo a mais que prendesse a história. Acabei dando de presente e não me arrependo :( Talvez compre o livro digital, e tente novamente. Mas de qualquer forma, não será agora.
    Um beijo,
    Paula.

    ResponderExcluir