[Resenha] Bem Profundo - Portia Da Costa

Sinopse: Uma das tarefas de Gwendolyne é esvaziar todos os dias a caixa de sugestões da biblioteca. Um dia, Gwen encontra uma carta direcionada a ela, e se trata de uma proposta indecente. Um homem misterioso começa a lhe mandar correspondências de perder a cabeça e fica claro que ele não quer ficar só no papo! Suas ideias são chocantes, mas excitam Gwen. Enquanto sua imaginação está a mil, ela ainda precisa lidar com o professor Daniel, que está fazendo uma pesquisa temporária na biblioteca. Um homem espetacular, em sua opinião. Gwen começa a fazer avanços sobre o professor inspirada pelas cartas picantes que recebe do admirador secreto. Personagens apaixonantes e um final surpreendente completam este erótico que tira o sono até das almas mais puras. Alguns envolvimentos vão longe demais, e não é possível escapar do que é bem profundo.
256 Páginas || Skoob || Cortesia Editora Planeta || Compare & Compre || Classificação:   Romance Erótico
Bem Profundo faz jus ao título recebido. A narrativa da autora é sensual e intensa ao extremo, deixando claro que o livro não se encaixa na classe dos romances adultos, mas sim, na dos romances eróticos. A diferença, por mais que não pareça, é considerável. Em um romance adulto, por mais que o erotismo se faça presente na trama, o sentimentalismo fala mais alto e em certo momento acaba se tornando o centro da história. Já nos romances eróticos, o amor pode vir a se tornar uma consequência da paixão descrita, entretanto a história sempre caminha pelos enredos do desejo carnal, levando seus personagens a vivência de suas vontades e fantasiais sexuais mais profundas.       
Por isso, confesso que a citação na capa comparando a obra com a série Cinquenta Tons me preparou para uma história totalmente diferente da qual fui apresentada. De fato, as obras se assemelham em alguns aspectos (fantasias sexuais, desejo carnal, relações de dominação, etc.), contudo enquanto Cinquenta Tons é uma história de desejo e paixão narrada pela ingênua Anastasia Steele, Bem Profundo é um mergulho na libertação da sensualidade e da libido de nossa “experiente” protagonista, que não está em busca de um conto de fadas, mas sim, de um reencontro com sua feminilidade e com seus mais sinceros desejos (mesmo que ela ainda não tenha se dado conta disso).
Gwendolynne Price é uma bibliotecária recém-separada na casa dos trinta anos, dona de um corpo curvilíneo que foge dos padrões sociais de beleza que se fixam entre os tamanhos 36 e 38, e que se vê confrontada por seus desejos mais obscuros quando recebe uma carta anônima repleta de sensualidade e promessas carnais. Como bem sabemos as palavras podem carregar uma infinita carga de sentimentos e essa primeira carta a assusta, amedronta e ao mesmo tempo enche seu corpo de desejo. Como um estranho poderia saber tanto sobre ela? Como ele fora capaz de reparar em suas roupas, manias e rotina e ainda assim, se manter no anonimato? E mais, mesmo quando ela deveria sentir medo dele, porque continua a sentir um anseio crescente de mergulhar nesse jogo de prazer e anonimato?
“Estou de olho em você, Srta. Gwendolynne Price, sabia disso? Todos os dias fico observando você na biblioteca. Todos os dias tenho vontade de estender o braço e tocar você. (...). Gostaria de revelar as suas curvas suntuosas, beijar e acariciar você com a minha língua até deixar você em um estado em que não consiga ficar imóvel. Quero chupá-la até você chiar, arquear o corpo e gozar. Gozar pra mim.”
Como característico de um romance erótico, logo nas primeiras páginas do livro nós somos apresentados e rodeados pela força do desejo de Gwendolynne. Ao receber a carta do estranho que se autodenomina Nêmeses, seu corpo acorda, abandonando as reservas de um casamento que não deu certo e ansiando por uma vida nova, arriscada e libertadora. Tal estranho, com palavras, descreve os desejos esquecidos de Gwen, que mesmo relutante mergulha nesse jogo, vivendo em um mundo de fantasia e prazer. Contudo, palavras não são suficientes para sanar seus desejos, ela precisa de um homem de carne e osso, e quando se dá conta disso surge uma terceira pessoa nessa relação, o professor Daniel, escritor/celebridade que está fazendo uma pesquisa na biblioteca na qual Gwen trabalha.
Eu gostei muito da força da Srta. Price, apesar de muitas vezes achá-la um pouquinho louca, ela realmente se entrega aos seus desejos, independente do local e da situação (- Me diz, quem em sã consciência de toca em um local público?). Já Daniel é um charme, o estilo de homem que nos encanta sem muitos esforços, e Nêmeses é definitivamente uma incógnita, o ponto central da narrativa. Com um triângulo amoroso inusitado, a escritora conduz a história de uma forma gostosa, unindo fantasia com realidade. Nêmeses é o responsável pelo fogo que consome Gwen, mas é Daniel que está próximo para saná-lo. Unidos pelo desejo, eles se entregam em um emaranhado de mistério, paixão e luxúria. E juntos, nós leitores, somos carregados nas ondas de cobiça desses personagens.
O processo de libertação dos desejos de Gwen é um dos pontos altos do livro, o erotismo da trama gira em torno dela, de seus anseios e segredos, por isso a história segue um rumo de autoconhecimento feminino, no mínimo, respeitável. Afinal, tudo isso não se trata da libertação sexual das mulheres? De nossa luta pelo direito de poder seguir, sem pré-conceitos, nossos desejos e impulsos? Outro ponto que me encantou foi o afunilamento da relação entre Gwen e Daniel, existem segredos familiares e pessoais de cada um deles que tendem a envolver os leitores em suas lutas. Contudo, o elemento principal da história é sem dúvidas, a curiosidade sobre a verdadeira identidade de Nêmeses.
Passamos o livro todo com suspeitas e desconfianças, de forma que esse mistério aguça nossa curiosidade de uma forma incrível. Sem falar na ambiguidade dessa relação, pois ao mesmo tempo em que aceitamos o personagem e sua onda de sensualidade, em outros duvidamos da sua sanidade. Entretanto, algo tão grandioso quanto esse mistério acaba chegando a um final simplório demais, incerto e sem detalhes, motivo que me desagradou. Para ser sincera, sua identidade é previsível, mas quando finalmente a escritora deixa claro (ou parcialmente óbvio) quem é o responsável por essas cartas pulamos uma parte fundamental da história de aceitação e compreensão. Ora, não é porque o sentimento cresceu e a paixão e o desejo se fundiram que os leitores mereciam menos do que um capítulo para desfrutarem dessa descoberta. Contudo, acredito que a autora tenha optado por seguir apenas as linhas eróticas, deixando esses detalhes paralelos a trama em segundo plano.
Outro ponto controverso, que tende tanto pro lado positivo quanto pro negativo, foi a tradução e revisão do livro. Gostei do fato de que a editora não suavizou a escrita, contamos aqui com cenas fortes de sexo e com palavreado de baixo calão e nenhum tipo de amenização quanto aos termos, em contrapartida encontrei alguns erros de digitação e de concordância nas frases, algo que não me irritou, porque não ocorreu com frequência, mas que desviou minha atenção da narrativa quando os vi.
No geral o livro é muito bom para quem curte o gênero erótico. Lembrando que ele é mais intenso e pesado que Cinquenta Tons de Cinza (Me desculpem pelas comparações, mas isso é inevitável), se você gosta de tramas repletas de desejo e luxúria, Bem profundo é uma ótima opção de leitura, pois surpreende e de certa forma, inova o que já é por gênero, previsível.Para quem gosta desse tipo de literatura, em 2013 a editora irá lançar, da mesma autora, o livro O desconhecido.
Quotes:
“(...) não há como escapar daquilo que é bem profundo, não há como voltar atrás.”
“Eu me doei demais. Eu mergulhei fundo demais. Eu entreguei o meu coração de forma completa demais para que eu possa recebê-lo de volta sem deixar partes dele para trás.”
Capas pelo Mundo:


43 comentários:

  1. Adorei a história!
    Quero ler!!!
    Beijinhos
    Rízia - Livroterapias
    livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Pah! Tudo bom? Gostei da história! Pena que o final não foi tão legal assim neh? mas o desenrolar da história parece ser mto bom! A resenha ficou mto boa! Bejos!

    ResponderExcluir
  3. muito boa sua resenha.
    engraçado como este estilo literário está dominando o mercado né!
    está é a primeira resenha que vejo deste livro, e me deixou bem interessada!
    ainda não li nenhum livro neste estilo, então não posso dar minha opinião né? :P

    ResponderExcluir
  4. Não sei se lerei Pah, eu gosto quando tudo é trabalhado em conjunto. Deixar fios soltos na história achando que não é ponto central, me desanima.
    E tem a questão de eu ser do contra, não em adequar bem a ler as modinhas. (chata!) Só que eu percebo um desânimo e certa aversão pelos livros que acabam sendo publicados em série em cima de um tema.
    Esse pareceu diferente, porém parece que deixoua desejar em muitos aspectos.

    Com certeza não comprarei.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a sua resenha!
    E amei o livro e o final me deixou com uma pulga atrás da orelha, hehehhe.
    DM no twitter para não soltar spoiler ;)
    Bjs,
    @PatriciaADavis

    ResponderExcluir
  6. Oi Pah!
    É primeira resenha que leio deste livro, fiquei com vontade de ler!

    Bjinhs*

    ResponderExcluir
  7. Ótima resenha!
    É a primeira que eu leio desse livro e já fiquei com vontade de ler!

    Parabéns pelo blog e pela resenha!

    http://literaturediary.blogspoot.com

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido sobre esse livro , me peguei lendo com calma cada trecho da resenha para que me insentivasse a continuar a leitura .

    Quero parabenizar a resenhista pela a escolha dos quotes que fizeram toda a diferenca .
    Gostei bastante e me despertou muita vontade de ler esse livro , ao resenhista mais uma vez meus parabens ja que alcancou a meta , afinal a meta do resenhista e convenser o leitor .

    http://danielenhasser.blogspot.com.br/

    http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Mais um da febre romace hot!!Não li nenhum nesse genero ainda mas confesso que estou bem curiosa!!Gostei muito da resenha a historia me parece msm bem sensual e envolvente!!O fato de a edição não ter sido suavizada acho um ponto positivo pois deixa o livro passar oq realmente o autor queria!Espero ler em breve bju

    ResponderExcluir
  10. Já tinha ouvido falar do livro, confesso que em primeiro momento, não me chamou a atenção. Ainda estou com um pé atrás com a história, mas pronta pra mudar de ideia e ver se a leitura me agrada.

    ResponderExcluir
  11. Oi Pah!
    Nunca tinha lido nada sobre esse livro, e me deixou bastante curiosa. Só que não sei se vou ler, eu gosto mais de romance e essas palavras de baixo escalão não estão sendo muito convidativas.
    Beijinhos!

    Camila.
    loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Um amiga minha falou super bem desse livro, disse que e muinntooooo HOT depois disso tô com muita vontade de ler, mais no momento não tô sem tempo e sem dinheiro kkkkk #chateada mais amei a resenha agora vô compra de qualquer jeito beijoss !!

    ResponderExcluir

  13. Criativa a capa do livro,resenha bem envolvente,o romance erótico (dependendo se é mais picante,hot,ou leve) é interessante,para dar asas à muita imaginação.
    No enredo Gwen levava uma vida comum até receber uma carta com uma "proposta indecente", então com certeza vai encontrar o admirador e viver suas "fantasiais sexuais mais profundas".

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah,

    Saudades daqui viu e te ti também.
    Esse livro não conhecia, ainda não li livros com esse gênero, mas a cada resenha de um livro diferente fico bastante curiosa.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos
    http://marifriend.blogspot.com.br/2012/11/minha-opiniao-nunca-diga-adeus.html

    ResponderExcluir
  15. Eu preciso ler para depois da minha opinião em relação a resenha,já li alguns relacionado ao tema,gosto de ler um pouco de tudo!!

    ResponderExcluir
  16. Oi Pah!
    Adorei sua resenha, elas tão ficando cada vez melhores! =D
    Gostei muito da história do livro, fiquei com vontade de ler :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Ah, Pah
    Quero muito ler esse livro e sua resenha me deixou ainda mais curiosa! Ainda mais quando disse que ele é mais pesado que Cinquenta Tons... Só pelo primeiro quote que você colocou dá pra perceber isso, haha.
    Eu gosto de literatura erótica, mas só se ela for bem escrita, intensa do jeito que acho que é esse livro. E não que nem li em Um Olhar de Amor, lançamento da Novo Conceito. Achei muito sem gracinha aquele livro, mas parece que esse não tem nada de sem graça, né? haha

    Beijão <3
    Priscilla Duhau
    Livrificando

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Nossa! Mais tenso que cinquenta tons?
    Ainda não li nenhum desses eróticos, tirando os romances de banca.
    Que bom que a tradução se manteve fiel, né? rsrsrs...

    ResponderExcluir
  19. Parece ser beeeeeeeeeem bom. E se for melhor que Cinquenta tons - o que qualquer livro erótico que está saindo, pra mim é melhor que 50 tons - acho que vou gostar. Queria conferir.

    ResponderExcluir
  20. Deu até vontade le-lo.
    Esses genero de livro ja existe a mt tempo e so agora ta sendo msm divulgado, esse modismo não surpreendeu muito....
    Nao sou a maior fã desse estilo de livros, até pq li 50 tons e achei bem ruim.
    mas parabens pela resenha
    bjim

    ResponderExcluir
  21. Amei!!!!!
    Quero ler e
    to morrendo pra saber quem é Nêmeses!!!
    Adoro história que exploram o sexual das pessoas
    a história parece bem sensorial com essa cartas
    adorei a resenha. ^^

    ResponderExcluir
  22. Gosto desse tipo de romances, atualmente estou lendo 50 tons de cinza, e a historia me agradou muito... Estou curiosa para ler esse livro...

    ResponderExcluir
  23. A serie desaminei quando li a frase (Para ser sincera, sua identidade é previsível)se a autora escolheu quem eu to pensando foi burrice dela ela poderia tem feito uma historia com mais suspense e menos obvia.

    ResponderExcluir
  24. Ok autora nova pra mim, e primeira resenha que leio do livro,enfim gostei dela e da ideia do livro (ate porque agora o mercado de romance erótico esta com tudo). Curiosa pra conhecer a personagem principal e o que ela sente e pensa sobre Daniel e Nêmeses (nome estranho). Quero ler o livro o quanto antes, ate que gostei da capa.

    ResponderExcluir
  25. adorei o livro,li em 3 diAS!eh otimo mas reAlmente espera mais do final...afinal esta na contracapa surpreendente,e eh um final obvio de historias de romances...

    ResponderExcluir
  26. Olá............ eu era leitora de livros romances sobrenaturais, ai com tanto comentarios do 50 tons , eu fui ler e acabei me apaixonando pelo gênero, ja li outros desdes então e agora quero ler Bem Profundo... tomara que o livro 2 e 3 sejam trazidos logos para o Brasil. Bjss

    ResponderExcluir
  27. Nossa, adorei a resenha :) Fiquei mto curiosa para ler o livro. Li o 50 tons e adorei, mas não pela questão sexual em si, mais pela história de amor entre os dois. Então fico imaginando como seriam cenas ainda mais intensas de sexo e de desejo.
    Pois é, qto aos erros de digitação e concordância, sabe que tenho cada vez mais observado isso nos livros que tenho lido, inclusive no 50 tons. Tb não é algo que me incomoda exatamente, mas sempre fico pensando, poxa, esse livro passou por várias revisões, como ninguém viu? Como o word não viu?? hehe Acho que eles deviam tomar mais cuidado. Bjs

    ResponderExcluir
  28. Ainda não conhecia esse livro, sua resenha me deixou curiosa pra conhecer melhor a obra!!!

    ResponderExcluir
  29. Oi, Pah

    eu amei a capa desse livro...e como gosto do gênero erótico,já sei que vou gostar....se é mais forte que 50 tons, então vou amar....amei Grey...apesar da estória e escrita ser fraca...mas ele é perfeito....
    pela sua sinopse já me deixou afim dele...é ruim qndo tem erros e tal nos livros...isso prejudica a leitura....mas se a estória for boa, acho que consigo levar....to super curiosa pra ler esse...

    já ta lista de desejados...e futuros comprados..

    bjiss


    Jaira


    Livros e Versos

    ResponderExcluir
  30. Gostei de cara após ler sua resenha, já indicando que ela não está em busca de um conto de fada e sim de experiencia... ainda mais por ela esta na casa dos 30 anos (como eu) e não ter um manequim padrão de modelo (como eu) rsrsrsrs... vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  31. É realmente o tipo de livro que eu estou procurando para ler ultimamente, kkkkk . Me parece ser muito bom, mas realmente não dá para saber sem ler, com certeza foi para a minha lista de livros.

    ResponderExcluir
  32. Amei sua resenha. É a primeira que leio sobre esse livro e de cara já gostei. Vou querer muito ler esse livro e já vou marca-lo como desejado no Skoob.

    ResponderExcluir
  33. Adorei a resenha ela me deixou com muita vontade de ler esse livro, uau que historia tenho certeza de que se eu ler vou ficar com vontade de arrancar os cabelos de curiosidade para saber quem manda as cartas adoro livros com um segredo sabe um suspense que prenda o leitor com a curiosidade de descobrir algo. Já quero esse livro!

    ResponderExcluir
  34. Quero muito ler Bem profundo, o único livro que eu li desse gênero foi 50 tons de cinza. Mas pela sinopse pela resenha vou gostar :)

    ResponderExcluir
  35. Gosto de livros com a pegada mais "hot" e "50 tons de cinza" não fez minha cabeça (pode até fazer, já que ainda não o li, mas as resenhas apenas tratam o enredo como "adulto"). Agora, a começar pelo título, "bem profundo" me parece ter uma carga um pouco maior de eletricidade estática rs. Então, seguindo sua dica, quero em minha estante!

    ResponderExcluir
  36. Eu quero muito ler,para quem já lê romances históricos,que sempre tem uma pitada Hot,esse modismo não surpreendeu muito.... Mas adoro o gênero e estou surfando na onda dos inúmeros lançamentos.

    ResponderExcluir
  37. Sinceramente não sei o que esperar desse livro.
    Imaginava algo todavia estou vendo que é totalmente diferente.
    Gostei da parte que vc falou do triângulo amoroso,contudo uma outra resenha já "matou" esse mistério em torno do Nêmeses.
    Uma pena,pois a sua resenha ficou mais intrigante.
    São tantos livros desse gênero que fica difícil classificar os bons dos ruins

    bjs Nati

    ResponderExcluir
  38. Navegando pela Internet me deparei com seu blog e sua resenha sobre o livro Bem Profundo. Estou lendo e realmente ele tem uma certa diferença de Cinquenta Tons...eu preferia o outro pq sou muito romântica, mas vou ler este até o fim...
    Também estou no aguardo do final da Trilogia Crossfire essa sim é parecida com a Trilogia Cinquenta Tons.
    Mas sua resenha me animou a não desistir do Bem profundo....
    Esse gênero de livro está me enfeitiçando, adoro!!!

    Gisele

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Li o livro... durante a trama toda fiquei super excitada... o final ficou a desejar!!!
    Mais achei um excelente livro!

    ResponderExcluir
  41. Estou super impolgada para começar a ler esse livro, li os 50 tons e amei, esse me parece ser muito legal tambem...

    ResponderExcluir
  42. Já li falsa submissão, Cretino Irresistível e no momento, estou lendo Toda sua. Após ler Falsa submissão, confesso que me senti mais interessada no estilo BDSM (Tema que 50 Tons de Cinza aborda) e gostaria de saber se me recomendaria este livro ou qual sua opinião sobre. Queria saber o que acha, já possuo uma base do Erótico e me despertou curiosidade, mas ainda estou com um pé atrás.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karen. Acho que existem outros livros no estilo BDSM melhores que esse. Tente procurar mais sobre Peça-me o que quiser, talvez goste mais desse do que o da Portia - achei a leitura bem mediana, sabe?!

      Excluir