[Resenha] Preces e Mentiras - Sherri Wood Emmons

Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão, Bethany e sua família vão de Indianapolis para West Virginia’s Coal River Valley. Para a mãe de Bethany, essas viagens até lá a lembram de sua infância pobre e composta por minas de carvão, um lugar do qual ela desejou escapar. Mas seus amados familiares e a amizade de Bethany e Reana Mae continuavam trazendo lembranças. Mas conforme Bethany cresce, ela percebe que a vida nessa comunidade pequena e unida não é tão simples quanto pensava... que as cabanas na beira do rio, que guardam muito da história de sua família, também geram fofocas escandalosas... e aqueles mais próximos a ela guardam segredos inimagináveis. No meio das florestas densas e da beleza silenciosa do vale, esses segredos estão finalmente sendo revelados, com uma força suficientemente devastadora para acabar com vidas, fé, e a conexão que Bethany pensou que duraria para sempre.
360 Páginas || Editora Novo Conceito || Skoob || Compare & Compre|| Resenha da Kamila Mendes || Classificação: 5/5
Quando tirei Preces e Mentiras da estante da minha chefe (sim, ela me deixa mexer em seus livros e lê-los), não imaginei que iria gostar dele. Pensei, "Bem, dá passar o tempo com algumas páginas por dia", mas me enganei completamente ao julgá-lo previamente. Incrível a quantidade de vezes que me surpreendo com determinados livros, e uma coisa eu adianto, estou amando ler sobre tramas familiares.
“Minha vida inteira, tive três irmãs – três estranhas com as quais convivi, mas que nunca realmente conheci. Sentada na lama, naquele dia quente e úmido, encontrei minha irmã verdadeira. Eu tinha 7 anos, e Reana Mae 6, e eu jamais poderia saber como nossas vidas ficariam entrelaçadas no futuro. Mas, daquele dia em diante, Reana e eu ficamos ligadas de uma maneira única. A história dela e a minha se trançaram juntas de tal forma que, às vezes, eu me sentia como se estivesse assistindo a tudo de fora, como se ela é que estivesse vivendo a minha. Às vezes, eu a odiava por isso. Mas, na maior parte do tempo, eu a amava.”

Preces e Mentiras gira em torno de alguns relacionamentos familiares desenvolvidos no interior dos E.U.A durante o final da década de 60, 70 e o início da década de 80. Uma leitura envolvente e gostosa que permitiu que eu me apaixonasse pela narrativa doce, suave e ao mesmo tempo intensa de Sherri Wood Emmons. Pode-se dizer que o livro conta as experiências de dois personagens centrais: Bethany Marie e Reana Mae. Sendo assim, ao virar de cada página, acompanhamos os relatos da infância, adolescência e início da vida adulta dessas garotas, tudo através da narrativa pura e muito límpida de Bethy.
Temas como amor, traição, fofoca, moral e respeito, e até mesmo a loucura, são explorados por meio do cotidiano da pacata cidadezinha de Coal River Valley, situada no interior de West Virginia. À medida que conhecemos os personagens que moram no vale, ao longo do rio, descobrimos a intrincada e difícil ligação de sangue e amor (fraternal, ou não) entre cada um dos personagens dessa história.
Beth é a mais nova de uma família de quatro irmãs: Nancy, a mais velha, bonita e inteligente; Melinda, a segunda mais velha e atleta da família; Tracy, garota problemática e cheia de rancor; e Beth, a garota simples, sensível, e muito parecida com Helen, sua mãe.
A família de Bethany costumava passar as férias de verão na casa que seus pais compraram próximo ao rio. Assim, durante as férias, Beth passava seus dias ao lado de sua prima, e melhor amiga, Reana Mae. As duas são chamadas por Tracy de gêmeas da lata do lixo. Existe um rancor latente entre Tracy e Reana, sentimento que cresce à medida que as meninas se desenvolvem. Na verdade, Tracy declara o livro inteiro que preferia não ter irmãs e que gostaria de ter nascido em outra família. Mas a jovem faz parte de um segredo que vai além do rancor e da mágoa provocados por suas atitudes brutas e repentinas, e aqui é válido dizer que algumas dessas verdades são extremamente dolorosas.
O livro surpreende na construção de cada personagem. Durante a leitura pude identificar na minha família cada um dos personagens criados por Sherri. O laço de amizade entre Bethy e Reane é emocionante e vai além do mero relacionamento entre primas que se veem apenas nos verões. Bethy considera Rean sua irmã e vice e versa. Mas, apesar de ter gostado dos personagens centrais, dou o braço a torcer e confesso que, no final das contas, me encantei por Tracy, uma vilã capaz de maldades sem precedentes, ao mesmo tempo em que é uma filha amorosa e capaz de atos de gentileza. Tracy me encantou com seu próprio drama e com toda a tragédia que envolve sua existência, assim como Bethy, fui capaz de entender o que movia os impulsos e ações da menina.
A graça do livro é que a autora construiu um drama familiar que prende o leitor sem que ele perceba. Há tempos não devorava um livro dessa forma. De fato, Preces e Mentiras pesca o leitor (trocadilho com o principal passatempo dos moradores de Coal River) com a isca da curiosidade; a ânsia por conhecer mais dessas relações tão íntimas me fez devorar 300 páginas em duas horas de leitura. Simplesmente me encantei. É com certeza um dos livros mais gostosos que li até agora, assim, sem dúvida, o indico aos amantes de uma boa literatura.
Veredito final: Lindo, dou cinco estrelas!
Capa original




11 comentários:

  1. estou doida para ler este livro!
    vi poucas resenhas dele, mas as que vi me deixaram muito curiosa ;~~
    este é um tema pouco abordado né? pelo menos eu li poucos livros assim...

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha! Estou ansiosa para ler Preces e Mentiras! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Fiquei realmente empolgado para ler o livro. Ainda não o conhecia, mas parece ser tão incrível de ler. Creio que nunca tenha lido nada sobre tramas familiares e parece uma ótima ideia começar com Preces e Mentiras.

    http://compulsivebookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. meu me interessei muito quando vi o titulo do livro..
    agora fiquei bem mais empolgada pra ler com sua resenha =))

    espero poder ler em breve.

    Beijinhos, Dreeh.
    Livros e tudo que há de bom

    ResponderExcluir
  5. Já li sobre ele e cada vez fico mais curiosa. Com certeza devo colocá-lo nas futuras leituras :)

    http://pontodasletrasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá como vai?
    gostei da resenha, esse livro é intrigante com certeza, já tinha lido algo sobre ele e agora lendo sua resenha gostei muito !
    Beijos

    http://mundoda-resenha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Nossa, vc conseguiu me deixar com vontade de ler este livro, pq até este momento acho que por causa dessa capa, o livro nunca me chamou atenção.
    Adorei a resenha!

    Beijos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não me interessei muito :(
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Kamila,
    Adorei a resenha! Parece ser um livro muito interessante mesmo. Também estou gostando bastante de livros com enredos familiares.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi,

    muito legal a historia desse livro, tbem gosto de tramas de familia e todo esse suspense da resenha me deixou muito curiosa!
    E eu achei essa capa tão bonita! :)

    bj

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é incrível, um dos melhores lançados ano passado. Pena que a atenção sobre ele foi pouca e quase ninguem se interessou. A única coisa que eu não curti muito foi o final, mas isso não tira de forma alguma a intensidade da história.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir