[Resenha] Inimigo Sombrio – Cate Tiernan

Nastasya está de volta a River’s Edge, ainda se recuperando dos eventos traumáticos de Cair das Trevas. E, quem sabe, de um entendimento com Reyn, o gato escandinavo que fez parte da horda que destruiu o castelo de seu clã e matou toda a sua família. Só que quando representantes das oito casas imortais aparecem mortos e drenados de seus poderes, e os irmãos de River chegam ao retiro, ela descobre que há coisas muito mais graves em curso.
Romance Sobrenatural || 322 Páginas || Cortesia Galera Record || Skoob || Compare & Compre || Classificação: 4,5/5 || Leia um Trecho
Resenha livre de Spoilers

E mais uma saga chega ao fim. Amada Imortal é uma trilogia despretensiosa que dá vida a uma personagem astuta e extremamente real, a uma heroína – de quatrocentos e cinquenta anos – que precisa se aceitar, se perdoar e, principalmente, reaprender a amar. Por ser imortal Nastasya viu todos os seus familiares e amigos mortais morrerem, presenciou guerras e pestes dolorosas, já roubou, magoou, levou vidas luxuosas e insignificantes e, em algum momento entre o século XXI, alcançou o fundo do poço. A cada virada de ano uma parte dela morria, tornando-a indiferente aos pequenos valores da vida. Mas agora, como obra do destino, Nastasya foi parar em River's Edge, uma espécie de casa de reabilitação para os imortais (Vocês estão rindo ou achando essa ideia infundada? Pare e pense: se em 80 anos já cometemos várias burradas, imagine com séculos de vida?), local no qual ela aprende a aceitar ajuda, a se conectar com o passado e com sua magia e a, finalmente, dar ouvido ao seu coração. Mas sabe o ditado de que precisamos desconfiar de longos períodos de calmaria? Pois bem, Nastasya mudou, mas ainda terá um grande caminho pela frente. Um período de trevas, guerras e recomeços.
Fracasso Imaturo e Constrangedor + História Familiar Trágica + Poder Potencialmente Grande = Nastasya. Bem, gosto de manter as pessoas em estado de alerta.

Esse livro começa repleto de tensão e mistério. Tem algo rondando Nastasya, um poder sombrio e misterioso que coloca ela e todos os moradores de River’s Edge em perigo, assim a autora já abocanha o leitor logo nas primeiras páginas, deixando-o extremamente curioso para saber contra quem Nastasya terá que lutar. Outro ponto positivo é a descrição de certos momentos do passado da personagem: guerras vikings, caçadas ao ouro, festas dos anos sessenta e tudo mais com teor histórico, fatos que influenciam seu presente e que fazem parte do quebra cabeça que é a vida dessa heroína. Outro detalhe que faz toda a diferença é o romance. Nos livros anteriores ele estava presente, mas é nesse volume que ele ganha forma. O casal passa a se aceitar, a falar sobre seu relacionamento, a se desprender de culpas passadas e, para a alegria dos leitores, a se completar de uma forma única e especial. Sabe aquele casal que vive brigando mas que, ainda assim, é perfeito a sua maneira? Foi puramente emocional a jornada que eles passaram, a confiança que aprenderam a compartilhar e o amor que nasceu aos poucos, por isso é fácil para o leitor se envolver com eles.


Fora o mistério, a interatividade típica da escrita da autora (o tal detalhe das idas e vidas no tempo) e o romance, o livro conta com uma narradora incrível. Nastasya é divertida, irônica e extremamente parecida com o leitor. Ela erra, e muito, e não se envergonha da dor que os erros geram ou muito menos da vontade de fugir que eles acarretam. Ela é forte? Sim, ela é, mas ela também tem medo do desconhecido, medo do futuro, medo de se magoar e, assim como nós, algumas vezes quer apenas fugir de tudo que a aflige. Por isso, antes mesmo do romance e do mistério, o livro é sobre o processo de amadurecimento dessa personagem, sobre os altos e baixos que ela enfrenta para se reencontrar. E ah, eu amei tanto tudo isso! Esse foi, sem dúvida, o livro mais divertido, emocionante e surpreendente da série. Ao fim de tudo eu queria dizer: Parabéns Nas, minha amiga, parabéns pela mulher que você se tornou.


Devo dizer que a batalha final me surpreendeu positivamente e negativamente. Primeiro porque a autora não seguiu um rumo previsível, o que me encantou e surpreendeu, contudo, em segundo plano me incomodou a batalha ser tão rápida. Passamos o livro inteiro esperando por ela, e tudo acontece em pouquíssimas páginas. O ponto é que eu queria mais confronto, queria saber como tudo ficou depois do final – acho que no fundo simplesmente queria mais um pouco da história da Nastasya. Mas no geral devo dizer que o livro é ótimo e a trilogia é surpreendente. Para quem gosta de histórias divertidas, românticas, misteriosas e repletas de superação, eis uma ótima dica de leitura.

• Sobre a Série 


Inimigo Sombrio é o terceiro volume da trilogia Amada Imortal, composta pelos livros: Amada Imortal, Cair das Trevas, e Inimigo Sombrio.



Participe Aqui

34 comentários:

  1. ai que delicia, lembrei um pouco de crepusculo. Eu sempre fui mais pros romances, mas depois desse misterio e do sobrenatural de crepusculo e harry potter to super afim de ler esse tipo de genero. Adorei a resenha! bjs
    quatroestacoes.blog.br

    ResponderExcluir
  2. Não gosto muito desse gênero de livro, mas, depois de ler a resenha fiquei curiosa,sorte minha que tenho uma amiga que tem os três livros, vou pegar emprestado pra ler,vamos ver se desenvolvo paixão pelo livro.

    ResponderExcluir
  3. O que me interessou foi a parte do mistério, não curto muito romances. E não esperava que esse livro fosse ser divertido também. Vou gostar de Nastasya, por ela ser divertida, amo personagens assim!
    Sei bem como é nós esperarmos por uma batalha maior e mais surpreendente no final e nos decepcionarmos um pouco. :/
    Ótima resenha! Bjs, Pah <3

    ResponderExcluir
  4. Oii!
    Eu adoro essas capas, apesar de ainda não ter lido os livros, é as que eu mais admiro na livraria. Mas acredita que eu nunca havia lido uma resenha e nem me interessado em procurar?
    Achei divino a sinopse do livro, mesmo eu tendo lido a do 2 livro. Mas enfim, acho que vale muito a pena eu procurar mais sobre o 2º e comprar!


    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Aiiii Senhor !! Amada imortal! *----* trilogia super garantida na minha estante, tá na fila da leitura, é o melhor dos gêneros, supernatural é tipo uooou, lol Best ever! ! ;)


    ResponderExcluir
  6. Adoreei a resenha, essa trilogia está na minha lista de leitura,e agora com tantos comentários positivos, vão ser minhas próximas leituras.
    Super beijoo'

    http://fernandaconversandosobretudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Pah!
    Esse trilogia parece ser muito boa. Achei bem legal a ideia da casa de reabilitação para os imortais e de saber que a personagem é divertida o que dá um toque mais leve aos livros.
    Quando você disse que sentiu falta de mais cenas da batalha eu me lembrei do final de A Escolha. Apesar do romance presente no livro ser o ponto forte, senti que desfecho da distopia, em si, deixou a desejar. O que você acha?
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara, tudo bem?

      É exatamente isso. Assim como A Escolha, o livro tem muito clima de batalha e tal, mas quando ela realmente acontece, parece algo tão "simples". Apesar que nesse caso, a mocinha participa bem mais da ação do que a America :)

      Beijos

      Excluir
  8. Não conhecia essa trilogia. Para falar a verdade nunca parei muito tempo para olhar resenhas ou sinopses de livros com personagens sobrenaturais, mas confesso que de tanto ver você falar nesses tipos de livros resolvi dar uma chance: comprei hush hush numa promoção. Vi você e outras pessoas falando bem da série e resolvi tentar. Estou esperando os livros chegarem. Tomara que eu goste!! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Pah!! Eu passei totalmente dessa fase fantasia e sobrenatural. Esse tipo de gênero não me agrada mais, tanto que acabei me livrando dos livros que eu tinha com essa proposta. Sua resenha está ótima, como sempre!!
    Beijos!! :)

    ResponderExcluir
  10. tenho curiosidade em ler a série, apesar de não ser muito fã deste gênero.
    li as outras resenhas que você fez e estou muuuito curiosa para ler.
    quem sabe agora que a trilogia acabou eu crie coragem né? hahaha
    acho as capas dos livros lindas também *.*
    que pena que o romance só ganha força neste aqui... espero que isso não me desanime para ler os dois primeiros :P

    ResponderExcluir
  11. Ai minha nossa....eu nem acredito que não li esse trilogia ainda...e o pior é que nem sei porque..trsrrss..pelo que vejo é um livro sensacional e por ser misterioso,sobrenatural e cheio de reviravoltas..vou querer ler esses livro urgentemente...Arrasou na resenha como sempre, Pah.. Valeu mesmo pela indicação...adorei..bjsssss

    ResponderExcluir
  12. Gente, onde será que eu estava mesmo? Publicaram o volume três e nem sabia :O
    Amei a capa do terceiro, combinou muito com os outros dois.
    Não vejo a hora de comprá-lo

    ResponderExcluir
  13. Só pela capa me apaixonei, não li nenhum livro mas com certeza será um livro que pretendo comprar para minha coleção.

    Jéssica - http://livrosseriesemelodias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Pah!
    Adorei a resenha, parece ser uma trilogia incrível com uma personagem principal mravilhosa. Gostei muito dessa ideia de casa de reabilitação pros imortais haha achei as capas fofíssimas!

    ResponderExcluir
  15. Essa trilogia parece ser muito boa, não li a resenha toda pois não li os primeiros livros. Adorei seu blog e estou te seguindo!

    Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Não conhecia essa trilogia, gosto de histórias que fala sobre imortais, primeiro livro que fala desse tema que escuto que tem uma clinica para imortais.
    Achei a capa bonita e quero saber mais sobre essas histórias.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Nunca tinha ouvido falar dessa série. Mas adorei a resenha, e a capas são lindas!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Não tinha ouvido falar da trilogia, mas me interessei pela história. As capas dos livros são lindas <3 Parabéns pela resenha.
    Beijos

    http://achadosnaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?
    Nossa, eu nem sabia que o terceiro volume já havia sido publicado :( Estou super alienada nos últimos meses...
    Mas, enfim. Sei como é ficar chateada quando o combate não acontece tanto quanto queríamos. Isso aconteceu comigo ainda neste mês quando li um nacional chamado "A Ilha de Kansnubra".
    A capa desse último livro, apesar de parecida, é a mais bonita!
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Pah, já tinha visto outras resenhas da serie e nenhuma havia me chamado a atenção, vou dar sim, uma chance para a leitura, agora preciso ir atras do primeiro volume!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  21. Oiee ^^
    Eu cheguei a ler o primeiro livro dessa série quando ele foi lançado e amei, mas como o segundo demorou bastante para sair, acabei esquecendo...haha' Até agora não li Cair das trevas, mas até 2015 eu leio...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Paola!
    Todo livro de final de série é sempre bem complicado, difícil aquele que realmente agrada o leitor por completo.
    Nastasya me parece uma protagonista vivaz e vivida, que reconhece seus erros e tenta amadurecer. Tão bom quando conseguimos perceber o amadurecimento de uma personagem e ela nos conquista cada vez mais.
    A série é bem interessante, adoro seres fantásticos e sua resenha me deixou totalmente curiosa.
    Boa semana!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Pah!
    Não conhecia essa série, mas ela parece ser muito interessante. Gosto bastante do gênero sobrenatural e a sua resenha me deixou super curiosa para ler a trajetória da Nastasya.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Poxa, que legal! Nunca li e nem tinha ouvido falar dessa trilogia e achei muito bacana! Essa ideia da casa de reabilitação pra imortais foi genial! Ser imortal deve ser muito triste... E achei as capas lindíssimas também! A personagem também parece ser ótima!

    ResponderExcluir
  25. Amo histórias misteriosas e românticas, e a proposta do livro parece ser muito boa. Adorei a capa, apesar de não ter muitos detalhes, me encantou. Não sei nem explicar muito bem o porquê mas a capa é linda demais.

    ResponderExcluir
  26. As capas desses livros são lindíssimas, já me chamou atenção desde o primeiro. Parece uma boa trilogia até.
    Vou anotar na minha infinita lista de "vou ler" hahaha
    Beijos
    http://blog-planetpink.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Nunca tinha ouvido falar, mas me ganhou já pela capa!!!! Adoro romance e mistério, agora os dois juntos é uma paixão!!!!

    ResponderExcluir
  28. Primeiro de tudoo as capas são lindas..
    eu adoro Romance e misturando com mistério fica melhor ainda..
    ainda não, mas parece ser uma historia interessante..

    ResponderExcluir
  29. Também nunca tinha ouvido falar, mais a resenha me chamou muito a atenção, sem falar que a capa é linda!! Amo visitar o blog e me deparar com obras que me encantam logo de cara =)

    ResponderExcluir
  30. Já ouvi falar dessa trilogia e fiquei interessada, achei as capas maravilhosas. Gosto muito de historias de mistério com romance.

    ResponderExcluir
  31. Tenho só o 1 mas é mais um da pilha dos não lidos =P vou deixar pra ler qnd tiver os outros 2 pra engatar a leitura um atrás do outro \o/

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Casa de reabilitação para sobrenaturais? Achei bem estranha essa ideia e confesso que nunca tive muito interesse por essa série. A resenha está boa, mas ainda não sei se leria a trilogia.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
  33. Danila Lima: Vale a pena a trilogia. Estou terminando o terceiro livro. Confesso que fui pela capa do livro e estava esperando aquela mesma ladainha sobre jovens sobrenaturais cheios de mimimi, a mesma característica de sempre com o mesmo tipo de história, mas não foi o que aconteceu com esse livro. A protagonista é chata, irritante, mas aos poucos vai se revelando uma pessoa interessante e cheia de cicatrizes. Aos poucos vamos entendendo o porquê dela ser de tal jeito e que por traz de todo aquele mecanismo de defesa existe uma pessoa sensível e que se importa.

    Eu super indico para os meus amigos e também para os que não são.

    ResponderExcluir