[Resenha] Minhas para Proteger – F.P. Rozante

Como superar o abuso do passado? Como esquecer o abandono, a reprovação e seguir em frente? Como sobreviver sozinha e grávida? Viviane Lopes está marcada por feridas que não cicatrizam, com medo de amar, de se entregar e machucar a si mesma e ao seu bem mais precioso. Ela jurou a si mesma que nunca mais confiaria em um homem. E sobreviveria sozinha. Augusto Romão pertence a uma família tradicional, regada de muito amor e harmonia. Homem apaixonado pela vida no campo, pela natureza e as coisas simples da vida. Sonha com o dia em que encontrará um amor como o de seus pais e então poder ter a sua própria família. Poderá Viviane quebrar suas próprias barreiras e se deixar levar? Romão encontrará seu amor?
Romance Contemporâneo | 209 Páginas | Editora Highlands | Skoob | Compare & Compre: Diretocom a Autora | Classificação: 4/5
Minhas para Proteger é o tipo de livro que faz o leitor acreditar em contos de fadas. Não importa o quanto você seja descrente, o fato é que essa história aquece nossos corações com a chama da esperança, dando-nos força para correr atrás do ansiado final feliz. Os protagonistas, Viviane e Romão, são do tipo sofrido que levaram vários tombos da vida, contudo eles encontram motivos suficientes para recomeçar, provando que assim como eles, mesmo após tantas dores e perdas, também podemos encontrar a felicidade. Abuso, morte, pobreza, desprezo, preconceito e amor verdadeiro... Eis um livro que, mesmo previsível e extremamente romantizado, cumpre o objetivo de provar a verdadeira força do amor. E mais, mostra-nos que ainda existem príncipes encantados por aí, que respeito, bondade, dedicação e gentileza não são virtudes completamente perdidas pela humanidade. Basta ter fé.

Viviane cria sua filha, a pequenina Julia, sem a ajuda de ninguém. Por isso, aceita qualquer trabalho que pague bem o suficiente para que elas possam se manter. Quando aparece a oportunidade de trabalhar e fixar moradia em uma fazenda – garantia certa de um bom dinheiro e de um lar seguro – Viviane faz o possível para conquistar a vaga. E o que ela não sabe é que essa decisão mudará completamente seu destino e o futuro de sua filha. No trabalho elas encontram mais do que um dia sonharam: pessoas amorosas, um verdadeiro lar, diversão como há muito não tinham, uma vida melhor e saudável, e uma família. A pequena Julia encanta todos, principalmente Romão, dono da fazenda. Por muito tempo o jovem sonhava com uma família e tinha pesadelos com uma jovem mãe suplicando que ele a ajudasse. Assim, ao colocar os olhos em Viviane e em Julia ele sabe que elas são dele para proteger, que seus sonhos o prepararam para aquele encontro. Contudo, o passado de Viviane é negro e repleto de dor, o que fará Romão se desdobrar para provar o quanto quer ela, e sua linda filha, ao lado dele.
“Não há lugar mais seguro que em cima do meu cavalo e em meus braços”.

A obra é apaixonante, clichê e previsível, mas ainda assim completamente emocionante e envolvente. A narrativa é rápida e foca no romance. Por causa dos sonhos de Romão fica claro para o leitor que ele e Viviane formarão um casal. Entretanto, o que não sabemos é o quanto eles terão que lutar por esse amor. Eu amei o enlace e como ele aconteceu e, principalmente, como ele curou a protagonista. Vivi sofreu muito ao ser abandonada por todos que amava, mas quando teve sua filha tornou-se uma mulher mais forte, que vive para fazer Julia feliz. Nesse processo Viviane deixou de almejar por um relacionamento lindo e perfeito, de sonhar como qualquer mulher na sua idade faria. Portanto, Romão não faz apenas o papel de salvador de Viviane e Julia, ele também é responsável por cicatrizar cada ferida no coração da jovem – e olha que são muitas! Ao lado dele ela vai reaprender a confiar que a vida pode ser boa. Além disso, desse romance lindo e repleto de cura, temos momentos intensos de paixão, muitas cenas de diversão e fofura – protagonizados na grande maioria pela Julia, uma criança tão incrível que me deu vontade de abraça-la sempre –, e a abordagem de traumas complexos e, infelizmente, comuns em nossa sociedade.
Amei a força de Vivi e como ela se dedica inteiramente a sua filha (mesmo depois de tudo o que passou), amei como Romão aceita elas em sua vida e faz de tudo para protegê-las (e como o personagem é um cowboy incrível, amoroso, com pegada, bom partido e tudo mais o que vocês imaginarem de bom), e adorei como a história deixa o leitor com um sorriso bobo no rosto. Confesso que achei o romance rápido demais, e que também sabia – desde o início – como a história iria terminar, mas isso não diminuiu meu encanto com a obra, com os personagens, com o amor descrito, e com a mensagem por trás dessa história de amor.
Gosta de romance? De protagonistas fortes, de amores cativantes e de histórias sobre superação e recomeço? Então simplesmente leia esse livro. Vale dar uma chance ao talento dessa incrível autora nacional.
Beijos,


Participe Aqui

34 comentários:

  1. Preciso ler esse livro, amo a temática e aproveito para conhecer mais uma escritora brasileira

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha e confesso que sou apaixonada por histórias que parecem conto de fadas, ah u cowboy, eles são muito bons não é verdade? E nada melhor dk que um bem apaixonado. Vou procurar este livro. Adoro livros nacionais.
    Otima resenha
    Bjus
    Val

    ResponderExcluir
  3. Lendo a sua resenha me senti vendo um filme, talvez pelo enredo do livro, que se encaixa perfeitamente naqueles filmes de sessão da tarde que todo mundo adora. Jpa até consigo imaginar os personagens e as cenas hahaha.

    ResponderExcluir
  4. É díficil de acreditar que uma história previsível consiga ser tão boa , mas realmente o desenrolar dessa parece superar.. Fico feliz em ver autores nacionais mostrando tanto talento ultimamente .. Em uma oportunidade pretendo dar uma conferida ..

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pah!
    Apesar de eu não gostar de romances, alguma coisa na sua resenha me fez querer muito esse livro. Realmente ele parece passar uma mensagem linda!
    Amei a resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  6. Ooi Pah,
    Adorei a resenha, ainda não tinha ouvido falar desse livro, nem dessa autora.
    Vou ler com certeza, gosto muito de livros que abordam curas de traumas.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Pah, o livro parece ser bom. Não gosto muito de romance mas gosto de ler livros de superação e que te passem uma boa mensagem. Bjus.

    ResponderExcluir
  8. Chorandoooooooooooooo... Que emoção, que felicidade. Obrigadaaaaaaaaaa. Muitoooo feliz que Romão, Vivi e Julia conquistaram um espacinho em seu coração. Estou como boba aqui emocionada. Escrever esse livro foi uma experiencia única e me ensinou muito, através dele fiz amigos maravilhosos e conheci pessoas incríveis. Romão surgiu em meio a uma brincadeira sobre o homem perfeito. E a cada novo capítulo eu busquei encontrar a esperança de que ele realmente existia. Julia era como a luz, como o brilho que sempre precisamos para nos manter firmes no dia a dia e a Vivi representando a força que tanto precisamos. A vida é cheia de obstáculos e precisamos aprender a superar cada um deles. Páh, muito obrigada pela resenha linda. Estou aqui de coração, feliz e emocionada. <3

    ResponderExcluir
  9. Já li esse e também adorei. Muito bom mesmo. Agora bateu até uma saudade de Romão, Vivi e Julia, vontade de reler.

    ResponderExcluir
  10. Paola,Como disse acima ...RECOMEÇO é a palavra chave para tudo em nossa vida!!!

    ResponderExcluir
  11. Adoro romance, mesmo que sejam cheios de cliches e adoro ver historias de amor em familia! So essa capa ja fiquei encantada para conhecer a historia. Vou ler sem duvida e ja estou gostando da Viviane, parece o tipo de personagem q eu gostarei!

    ResponderExcluir
  12. que trama linda!!!
    acho que já comentei aqui milhares de vezes que gosto deste tipo de trama né hahaha nem preciso mais falar... :P
    essas tramas que tem uma carga emocional grande, e com tramas mais realistas me tocam bastante. tenho certeza que vou me emocionar! *-*
    espero conseguir ler logo ;~~

    ResponderExcluir
  13. Oi.... Uau!! Sabe quando um livro simplesmente te arrepia? Você começa a ler e começa a arrepiar? Eu preciso ler esse livro, arrepiei o tempo todo lendo a sua resenha! Incriável!! Eu gosto de recomeços! Acho que temos a oportunidade de recomeçar todos os dias quando acordamos!.. Adorei!

    bj bj
    Boa Semana Pah!

    ResponderExcluir
  14. Pela resenha me interessei muito pelo livro, vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    O livro parece ser ótimo!
    A história por mais que seja clichê é bonita, temos uma ideia de superação dos problemas que a protagonista passou. Gostei dos personagens, em especial a Júlia, pelo que você escreveu, ela parece muito fofa e deve dar graça a história.
    Bem legal, uma autora nacional tendo destaque.

    ResponderExcluir
  16. Não tinha visto este livro ainda e me pergunto com?? rs
    Eu amei sua resenha e como uma leitora/devoradora de romances ja quero pra ontem este livro.
    Uma mocinha sofredora rs adoro, eu gosto quando um livro nos passa uma lição e essa parece ser o recomeço e esperança, acho eu rs.
    quero le lo e ver este mocinho que parece ter te encantado tanto,
    beijos.

    ResponderExcluir
  17. Essas estórias de feridas que são curadas por pessoas inesperadas sempre me ganham. Acho que de certa forma me identifico muito com elas. A autora parece ter criado uma narrativa bem emocionante, apesar de clichê. Muito sucesso pra ela!

    ResponderExcluir
  18. É tão bom ver livros nacionais sendo valorizados! Ultimamente tenho lido algumas obras que tratam sobre 'superação e romance' e agora fiquei interessada nesse também. Mesmo que seja rápida, com certeza é uma história que vale a pena ser lida. E sua resenha está maravilhosa, como sempre!

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Pah,
    Esse livro parece ser lindo mesmo! Gosto de narrativas que abordam temas como superação e fé, pois acho que sempre nos ajudam a renovar nossas esperanças. Os problemas da vida são inevitáveis, mas acompanhar a luta de pessoas que já sofreram tanto se torna um exemplo para mim. E, para acalmar o coração, nada melhor do que um romance digno de contos de fadas ^^
    Adorei a dica e já estou suspirando ao imaginar o carinho do Romão com a mãe e filha :)
    Beijos,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Normalmente eu diria que não iria ler por não ser muito o tipo que eu gosto mas esse me interessou então pretendo dar uma chance e ver se eu gosto, foi para a minha lista. Adorei a resenha parabens,

    ResponderExcluir
  21. Acabei de ler A Linguagem das Flores então estou super no clima família e superação. Eu, particularmente, gosto muito do tipo de história que nos lembra que existem sim finais felizes e podemos superar as adversidades da vida. É tudo questão de perseverança e fé.
    E sempre é bom valorizar os nacionais. Estou tentando adquirir mais deles ao invés de somente me alimentar de cultura americana.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Oi Pah que saudade! Eu adoro histórias que a mocinha é bem forte na história! Fiquei bem interessada no livro, espero ainda ter a oportunidade de conhece-lo e apreciar =D Sucesso a autora!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  23. Olá Pah
    Sou apaixonada por historias de superação, que mostram que por pior que seja o seu problema tem sempre uma momento bom pra chegar na sua vida.
    Essa historia me conquistou completamente, espero ter a oportunidade de ler o mais rápido possível.
    Fiquei encantada com a força de Viaviane, com sua coragem.
    Romão é lindo, ele chega pra mudar a vida dela.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Nossa, achei o enredo bem legal! Tenho lido bastante livros desse gênero, mais familiar, aconchegante de se ler! E ja deu pra sentir o quanto o amor de Vivi e de Romão é especial <3
    Engraçado como personagens crianças roubam tanto a atenção né? Hahahaha

    ResponderExcluir
  25. Oi Pah!
    Eu acho muito interessante livros deste gênero, mas tenho um certo problema com livros fininhos, quando acaba eu fico com aquela vontade de quero mais.
    O que me interessou bastante é que eu gosto muito de livros clichês, mas às vezes é bom ser surpreendida.
    Quero ler!

    ResponderExcluir
  26. Eu entrei em contato com a escritora mas ainda não tive resposta para adquirir o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mandei seu contato para ela, Bruna! Acho que logo ela responde :)

      Excluir
  27. Que história emocionante! Faz muito tempo que não leio nada de autor nacional. Ótima opção!

    ResponderExcluir
  28. Gostei muito da premissa do livro! E a capa nem parece um romance, me remete mais a um drama. Mas fiquei interessada por conta da sua resenha.

    :**

    ResponderExcluir
  29. Estou tentando passar longe de livros com drama e que me fazem chorar, estou tentando pegar livros mais alegres e divertidos por enquanto...
    Mas quem sabe eu não leio ele daqui um tempo?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  30. Gostei da sinopse do livro, é muito legal ver uma autora nacional tendo um livro que conta uma estória legal como essa.

    ResponderExcluir
  31. Pah!
    amei, simplesmente.
    Um romance onde a protagonista consegue superar o passado e cuida da sua filhinha, adoro quando tem crianças e ainda encontra pessoas que as acolhe e as tram bem com amor...
    Romance lindo e feitinho para mim.
    “A amizade e a lealdade residem numa identidade de almas raramente encontrada.”(Epicuro)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Esse livro não tem a capa mais linda do mundo, na minha opinião, mas pela tua resenha dá pra perceber que o conteúdo deixa esse fato como mero detalhe. Gosto muito de livros que abordam temas fortes, sempre com o foco na superação, acho que os personagens acabam virando exemplos para muitos de nós leitores. A trama em parece comovente, daquelas que te fazem repensar muitos dos teus conceitos sobre a vida, o que é sempre um ponto positivo.

    ResponderExcluir
  33. Parece uma história linda, mas no momento não faz o muito o meu gênero. Só pelo título minha para proteger não gostei...Não sei, será que Viviane precisa um Romão para protegê-la, se ela tem um passado obscuro e chegou até ali sozinha, acho que ela não precisa de homem não...kkkkk...To desconstruindo o romance....Antes de ler não posso fazer um julgamento, acredito que seja realmente uma bonita narrativa e que nos mostra que sempre podemos recomeçar e sempre ter fé no amor, mas não gostei do título, achei meio machista...

    ResponderExcluir