[Resenha] Mais uma Chance – Abbi Glines

Grant Carter fez tudo em seu poder para convencer Harlow Manning que ele era um bom rapaz. Mais do que uma fala mansa e alguém em quem pudesse confiar. Ele teve de superar sua reputação como um playboy, e sua história com a meia-irmã de Harlow, Nan, uma mulher que é puro veneno. Harlow tinha agarrado a chance, caindo duro e rápido nos braços do cara que emocionou com o seu desejo que tudo consome. Depois de uma vida de evitar bad boys como Grant, ela abriu-se para as possibilidades de amor... Mas um segredo rasgou-os, e agora Grant e Harlow devem decidir se eles podem lutar o suficiente para fazê-lo funcionar - ou se a dor da traição tem destruído permanentemente o seu futuro.
New Adult| 208 Páginas|  Cortesia Editora Arqueiro| Skoob | Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon | Classificação 3,5/5
Sempre fui uma grande defensora da escrita da Abbi Glines, afinal por mais que suas histórias sejam caracterizadas como clichês e superficiais, é fato que a narrativa da autora é contagiante o suficiente para nos fazer devorar seus livros. Nos momentos em que não consigo ler – seja por falta de tempo ou ressaca literária – são os livros da Abbi que me salvam. E foi exatamente por esse motivo que iniciei a leitura de Mais uma Chance, porque precisava de um livro fluído e fácil de ler. Confesso que faz tempo que as histórias da autora não causam em mim aquele efeito gostoso de frenesi pós-leitura (quando percebemos que não queríamos que a leitura chegasse ao fim), porém continuo dando uma chance para elas justamente por não esperar muito mais do que um entretenimento leve e despretensioso.

Mais uma Chance é a continuação de A Primeira Chance. O livro traz a sequencia da história de amor de Harlow e Grant, que podem ser descritos através do clichê da mocinha virginal que se apaixona completamente pelo galã do pedaço. No primeiro volume acompanhamos o desenrolar de um primeiro amor e vemos como o medo ameaça separar esse casal. Assim, a leitura de Mais uma chance começa com Grant e Harlow separados: ele enlouquecendo por não saber onde ela está, e ela se preparando para revelar um segredo que mudará completamente o rumo de suas vidas. A obra gira em torno dos segredos de Harlow, de sua saúde precária e do fato de sua vida estar por um fio, e das escolhas de Grant: – Será que ele ficará do lado de sua amada mesmo que isso signifique perdê-la para sempre?
O Grant é um dos meus personagens masculinos preferidos (pelo menos dos que foram criados pela Abbi). Sempre gostei de sua personalidade cativante e de seu enorme coração. Porém, no primeiro volume de sua história – o livro A Primeira Chance – fiquei completamente decepcionada com ele e com o rumo de seu enlace amoroso com Harlow. Na minha percepção o Grant foi fraco, instável e o perfeito estereótipo masculino avesso a relacionamentos mais sérios. Porém, senti que isso mudou na continuação de sua história, até porque em Mais uma Chance o personagem não só teve oportunidade de provar seu valor, como também de abrir caminho para uma enxurrada de emoções, deixando o livro mais intenso e envolvente. Gostei de mais de como essa história trouxe um Grant e uma Harlow mais maduros, de como os problemas que eles enfrentam são sérios e refletem casos reais de nossa sociedade, de como a trama conta com dramas familiares e personagens secundários complexos e tocantes, e de como o romance surpreende e emociona do início ao fim. Não esperava que essa história tivesse uma carga tão densa de drama; portanto além de me surpreender, o livro também me emocionou demais – não resisto a histórias familiares tão belas, sinceras e apaixonantes.
Não posso deixar de falar que sinto nos livros da Abbi uma romantização excessiva. Tanto a história quanto seus personages são utópicos de mais. Além disso, não gosto de como a autora trabalha com personagens estereotipados; como se existisse apenas alguns modelos aceitáveis de comportamento feminino e/ou masculino. Cansei da história da mocinha virginal, do mocinho ex-galinha e atual homem de família, e de paixões explosivas em que o casal não pode ficar cinco minutos sozinhos sem se atacar fisicamente... E acho que não sou a única, afinal senti que os livros da autora estão mudando de rumo, focando em situações dramáticas e reais, e descrevendo personagens que fogem do clichê comumente abordado nesse tipo de livro. Percebo uma evolução nos livros da série Rosemary Beach, por isso vou continuar a lê-los, a não esperar muito deles, e quem sabe me surpreender com o que a Abbi reserva para cada um deles.  
De forma geral, não achei o livro incrível, porém ele não só manteve um ótimo ritmo de leitura, como também me tocou, me emocionou e – confesso – me deixou com um sorriso bobo no rosto. Como disse anteriormente, os livros da Abbi possuem vários altos e baixos, mas ainda assim são gostosos e, algumas vezes, surpreendentes. Vale a pena ler, principalmente quem gosta de romances adocicados, sensuais e repletos de encontros e desencontros.
• Sobre a Série •

Mais uma Chance é o segundo volume da duologia Chance. A saga é protagonizada por Grant, personagem que também faz parte dos livros da série Rosemary Beach – trama que descreve a história de amor de alguns moradores dessa região praiana. Veja em detalhes a linha do tempo da série:

Vale salientar que é importante ler os livros seguindo a ordem de publicação dos mesmos (assim evitamos spoilers a respeito dos outros pares românticos que vão surgindo ao longo da saga), porém não se trata de uma regra e o leitor tem total liberdade para escolher qual história de amor quer acompanhar.
Beijos,



Participe Aqui

19 comentários:

  1. Amei a resenha Pah! Estou com um Blog novo e tenho você como inspiração. Adoro seu conteúdo.

    https://meusamoresliterarios.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu confesso que gosto bastante de romances mais leves, e quando não estou com vontade de ler algo mais complexo sempre opto pelos livros da Abbi, apesar de serem bem clichês é impossivel não gostar <3 Ainda não li a série chance, mas pretendo ler em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Poxa, fiquei triste com sua nota. Vou te dizer que adoro esses romances, PPR mais que sejam muito clichês. Tenho que confessar que essa coisa de não aguentar ficar 5 segundos (porque pra mim não chega nem aos minutos) sem se agarrarem é meio chato kkkk
    Mas eu daria uma chance pra esse livro, como sempre dou esperando uma história maravilhosa.
    Beijos boneca ;*

    ResponderExcluir
  4. Não é meu gênero literário predileto, mas sem dúvidas a escrita da Abbi é muito comentada,todos falam super bem. Mas meu Deus, acho essa série enorme, kkk
    Gostei muito da resenha, sou como você interessada em histórias familiares, acho que dá mais originalidade a trama.

    ResponderExcluir
  5. Não tive oportunidade de ler a Primeira Chance, mas a história não me prendeu muito, os personagens não chamaram muito a minha atenção, no momento não me surpreendeu, quem sabe mais pra frente...beijos...

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pah
    Eu gosto de pegar leituras mais leves também, depois de livros mais complexos. Infelizmente não tenho um livro da Abbi por perto para me curar rs
    Realmente você não é a única que está cansada dessas mocinhas e mocinhos, mas fico feliz que a autora está trabalhando melhor os dramas e desenvolvendo a obra sobre outra perspectiva. Adoraria ler a série, mas ainda não tive oportunidade.

    ResponderExcluir
  7. Oi Pah!
    Fico perdida com tantos livros dessa autora e confesso que não tenho muita vontade de ler. É sempre bom ler esses romances intensos e avassaladores, mas prefiro histórias reais, com as quais posso me identificar e tirar algum ensinamento. Já vi várias pessoas dizendo que esse segundo livro é melhor que o primeiro e espero que a autora continue melhorando no enredo porque sobre a escrita dela não temos o que falar, né? Parece ser muito fluida :)
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. parecem ser livros bons esta serie mas nao gostei de como os personagens sao utopicos pelo que vc falou... entao acho que nao irei ler.. mas parece ser mto bom. obrigada pelas dicas..

    ResponderExcluir
  9. Achei esse livro meio sei lá. kkkk Eu li os outros, e fiquei loca por eles, e li tudo um atrás do outro. Mas esse, não me deixou com vontade de ler os outros..

    ResponderExcluir
  10. Amooo… essa série (Rush S2) rsrs!!!
    Terminei de ler A primeira chance e já fiquei depre pensando que iria esperar um tempão pra sequencia…Uhullll…..feliz, feliz….

    ResponderExcluir
  11. Gosto bastante dos livros da Abbi Glines, me deixam nas nuvens, ainda não li esse série, mas quero ler o mais breve possivel, amei a resenha sempre bem explicada.

    ResponderExcluir
  12. Olá Pah,
    Está na minha meta desse ano começar a ler a série Rosemary Beach, faz tempo que tenho interesse em conhecer a escrita da Abbi Glines. Realmente você não é a única, também estou cansada de livros com esse tipo de abordagem, com uma romantização excessiva, sem falar nas personalidades desses mocinhos e mocinhas. Mas gostei de saber que nesse livro, diferentemente do primeiro protagonizado pelo casal, o Grant e a Harlow estão mais maduros. Além disso, a narrativa da autora tem seu lado positivo por proporcionar uma leitura rápida, fluída e fácil de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Ai Pah!
    Adoro livros romantizados e utópicos, nos transportam para um mundo irreal, aliviando as tensões da realidade diária.
    Confesso que não li nenhum dos livros da série ainda, mas pretendo.
    “Por sabedoria entendo a arte de tornar a vida mais agradável e feliz possível.” (Arthur Schopenhauer)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista especial de aniversário em abril: com 6 livros 5 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Gostei muito da resenha, ainda não li nada da série Rosemary Beach mas vejo as pessoas falarem tanto que fiquei curiosa e lendo a resenha gostei dos pontos que você abordou com certeza essa tipo de historia já estava ficando cansativa e parece que os livros estão se desenvolvendo em historia diferentes, quero muito ler o primeiro livro dessa serie para ver se irei gostar !!

    ResponderExcluir
  15. Oi Pah!
    Eu gostei bastante desse livro! O primeiro eu achei bem mais fraco e tb fiquei um pouco decepcionada com o casal. O Grant não foi o que eu esperava e a Harlow foi bem chatinha com muito mimimi. Mas nesse livro eles estão bem mais evoluídos como vc disse e achei que essa leitura salvou o primeiro livro rsrs

    ResponderExcluir
  16. Eu adoro os livros da abbi glines ja li todos da sere rosemery beach, mas o que eu mas gostei foi o livro do grant e da harlow, a historia e linda e como ele faz de tudo pra ela se sentir bem, e ela que faz de tudo pra ter sua filha como ela escreve as cartas pra deixar pra ele seguir em frente e cara como foi o alivio de saber que ela ia..., ai chorei muito oh, recomendo muito vcs vao se supreender

    ResponderExcluir
  17. Oi Pah!
    Sou meio suspeita em falar, já que sou apaixonada pelos famosos clichês e histórias fofinhas rs. O único que li da autora foi Estranha perfeição, e é um amorzinho <3.

    Beijos.
    Larissa Alves
    http://www.feminicesdalari.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Pah! Minha irmã tem uns 4 ou 5 livros dessa série, mas mesmo podendo pegar com elaou comprar nunca tive vontade de ler, não é muito meu estilo. E essa série não tem fim não é? hahah

    ResponderExcluir
  19. Oi Pah!! Li apenas o primeiro livro dessa série da Abbi, Paixão sem limites, gostei muito dos personagens e da história (li há mais de um ano), quero muuuito comprar os outros dois para encerrar a primeira trilogia, confesso que fico confusa na organização desses livros, mas quero ter todos algum dia!! Beijos

    ResponderExcluir