abril 12, 2016

[Resenha] O Príncipe do Prazer – Nicole Jordan

O marquês de Wolverton, Dare para os íntimos, é conhecido em todo o Reino Unido pela sugestiva alcunha de Príncipe do Prazer. Alto, forte, loiro e com penetrantes olhos verdes, dono de um charme arrasador e uma habilidade ímpar de lidar com cada curva do corpo das mulheres, ele tem o figurino perfeito para esse papel. Porém, essa sua afamada expertise nada mais é do que uma fuga da dor de ter sido traído pelo grande amor de sua vida: a bela Julienne. Sua vida tem uma reviravolta quando o caprichoso destino volta a colocá-lo frente a frente com a francesa, agora transformada em atriz famosa. Ao ser convocado para investigar um perigoso traidor da coroa, que trama em favor de Napoleão Bonaparte, ele precisará do talento para a dissimulação de Julienne para desmascarar o criminoso.

Romance de Época | 352 Páginas |
Cortesia
Editora Planeta |
Skoob | Compre: SubmarinoSaraiva
Amazon| Classificação: 5
/5

É por causa de histórias
como a de O Príncipe do Prazer que
amo a narrativa da Nicole Jordan. Confesso que fazia tempo que não lia um livro
da autora, então foi uma grata surpresa relembrar os pontos altos de suas
histórias: as mocinhas fortes e batalhadoras, os mocinhos libertinos que são
capturados pelo amor, o romance cheio de recontros, vingança e perdão, e a
trama socialmente reflexiva. Além de me fazer mergulhar em uma leitura emocionante
e envolvente, O Príncipe do Prazer
fechou um ciclo de anos ao concluir – com chave de ouro, por sinal – a primeira
série de romance de época que tive o prazer de conhecer. A Nicole Jordan, e sua
escrita maravilhosa, foi a grande responsável pelo meu amor pelos romances de
época, então só posso ser grata pelo seu talento e por suas obras cheias de
paixão e romance.

O livro gira em torno de relacionamento de
Dare, o Marquês de Wolverton, e Julienne, uma atriz de descendência francesa.
Quando eles se conheceram, anos atrás, eram jovens e estavam completamente
apaixonados. Entretanto, o avô de Dare (e até então Marquês) se intrometeu no
relacionamento deles e os separou. Como resultado, Dare acabou traído por
Julienne e com um coração dilacerado, e Julienne teve que vender a loja de
chapéus que sustentava sua família e fugir com uma companhia de teatro. Anos
depois, eles se reencontram em novas posições: ela como uma famosa atriz
cortejada e admirada, e ele como um marquês leviano e libertino – mais conhecido
como o Príncipe do Prazer. Enquanto Julienne só quer recomeçar e esquecer do
passado, Dare precisa da jovem para fins políticos e resolve testá-la com seu
charme e malícia. No fundo ele quer vingança e, graças a esse sentimento e a
mágoa que carregam, Julienne e Dare embarcarão em um relacionamento mediado por
uma aposta: quem roubar o coração do outro primeiro perderá a aposta e será ridicularizado
publicamente. O único problema disso é que, por mais que neguem, eles não
superaram o amor que viveram e descobriram anos atrás. Então a questão é: – Será
que eles serão capazes de se perdoar e seguir em frente? Ou será que essa
aposta só magoará ainda mais seus corações feridos?

Eu nunca me livrarei de você, o coração dele sussurrou. Você vai me assombrar para sempre. No
entanto, ele poderia fazer o que pudesse de mais diabólico para assombrar
Julienne em troca. Ele queria que ela ficasse tão faminta e vulnerável quanto
ele.



Um das coisas que mais me
encantou nessa leitura foi o reencontro entre Dare e Julienne e a forma como a
autora trabalha com questões como o perdão e o recomeço. No passado ambos
cometeram erros e acabaram pagando caro por suas escolhas, contudo no presente
eles têm uma nova chance de felicidade, mas para isso precisam perdoar, mudar e
lutar por um futuro diferente. Amei como o relacionamento deles vai evoluindo
ao poucos, como no decorrer da leitura fica claro que eles ainda se amam, como
em muitos momentos eles preferem dar razão às mágoas do passado, e como no
final precisam decidir se a vingança realmente vale a pena. Foi lindo demais
vê-los aprendendo a confiar um no outro e a acreditar que são dignos de
felicidade. Além disso, também amei a personalidade da protagonista. Julienne
sofreu preconceito por ser descendente de franceses, foi usada e maltratada
simplesmente por ser mulher, e aguentou sozinha a dor de perder tudo o que
amava. Porém, nada disso a fez desistir de lutar por um futuro diferente. E
amei isso! Amei como a autora foi real nas dores da mocinha e mostrou uma
faceta comum, infelizmente, para as mulheres do século XIX. Mas amei ainda mais
a forma como Julienne é forte, decidida e independente.

A fama não lhe interessava;
a fortuna sim. Se ela fosse bem sucedida o suficiente, se ela conseguisse adquirir
a renda de uma atriz proeminente, então estaria livre para tomar suas próprias
decisões e determinar seu futuro. Nunca mais ela estaria vulnerável e indefesa
ou dependente do capricho de qualquer outro homem.


Além do romance e da
personalidade de Julienne, também amei: a narrativa fluída, envolvente e
dramática – que fala do preconceito social e econômico de uma forma palpável e
dolorosa; o jogo de sedução por trás da aposta de Julienne e Dare (sério, esses
dois são fogo puro!); as trapalhadas vivenciadas pelos protagonistas (que
garantem boas gargalhadas); a participação de personagens secundários
influentes e cativantes; e a grande aventura protagonizada pelo casal. E sim,
vocês leram certo: eu falei mesmo aventura!
A autora sempre traz como pano de fundo para suas histórias uma missão de
espionagem. E nesse caso acompanhamos Julienne e Dare caçando um perigoso
espião que quer incitar – ainda mais – o caos entre a França e a Inglaterra.

No geral o livro é
envolvente, apaixonante, surpreendente e um tanto quanto reflexivo. Com essa
leitura eu ri, derramei algumas lágrimas, suspirei, e acabei com um sorriso
bobo estampado no rosto. Simplesmente amei o casal, seus encontros e
desencontros, e seu final feliz digno de um conto de fadas.
Uma observação: O livro (assim como todas as obras da
Nicole Jordan) é extremamente sensual. O desejo físico e a paixão faz parte da
trama, então cenas mais picantes são comuns.



Escolhi esse livro para cumprir o quarto item do Desafio “Históricos & Eu“: Ler um livro com um casal na capa.


Sobre a Série


O Príncipe do Prazer é o quinto volume da série intitulada Notorious. Tal saga é composta por
cinco livros
, sendo que todos já foram
publicados no Brasil pela Editora Planeta (e agora serão relançados com capas
novas!).

Os
livros possuem início, meio e fim, portanto podem ser lidos de forma separada.
Entretanto, para uma melhor compreensão da saga, recomenda-se que a leitura
seja feita seguindo a ordem de publicação.

Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

27 Comentários

  • Crislane Barbosa
    05 maio, 2016

    Oi!
    Conheci a escrita da Nicole por meio do livro "Paixão" com a edição de Portugal. Gostei bastante do livro na época. E depois vim a ler esse livro e claro que adorei. E já li recentemente Sedução. Fui totalmente aleatória!! mas lerei na ordem a partir de agora. haha…
    Meu coração ficou tão apertado por Julienne nesse livro. A coitada sofreu demais até ter um pouco de paz. Dare chegou para estragar tudo e depois fazer tudo ter valido a pena. *suspiro
    Beijão!

  • Rhoana Lersch
    30 abril, 2016

    Oi Pah! Ainda não tinha lido nada a respeito desse livro e nem conhecia essa autora, cada vez mais gosto de romances históricos, não me interessei tanto por essa série, mas vou tentar adquiri-lo para possuir uma opinião mais aprofundada!! Amei a resenha, beijos.

  • Ana Paula Lelis
    28 abril, 2016

    Oi! Vou ser a do contra dos comentarios e falar que não fiquei nem um pouco interessada nesse livro. Já li alguns romances de epoca, mas isso de 'principe do prazer', ''devasso'', ''cafajeste'', nao sao pra mim nao haha

  • Larissa Alves
    27 abril, 2016

    Oi Pah!
    Eu sou apaixonada pelas histórias dos romances de época, mas não curto muito lê-las (sim é confuso eu sei rs), amo suas resenhas sobre livros do gênero, pois me desperta a curiosidade de conhecer realmente algum, ainda não li nenhum.

    Beijos.
    Larissa Alves
    http://www.feminicesdalari.com.br/

  • emilya costa
    23 abril, 2016

    Ja falei que amo os romances de epoca<3, eles sempre me supreendem, e pela essa resenha parece ser maravilhoso…valeu pela dica

  • Thais Lima Reis
    20 abril, 2016

    Oi!
    Eu amo esse gênero e com certeza esse livro entra para os meus livros favoritos. Adoro historias de romances cheio e drama, engraçados e que tem aventuras, mas que passem algo para nós leitoras. E a questão do perdão é muito importante não só na ficção, mas nas nossas vidas. A protagonista parece ser determinada e forte, características que eu admiro bastante.
    Ainda não li nenhum dessa serie por falta de tempo, mas pretendo ler.
    Obrigado pela dica!

  • Maria Fernanda Medeiros
    19 abril, 2016

    Gosto muito de romances de época, mas realmente não é meu forte essas leituras mais picantes. Acho desnecessário. Então essa série já é uma que posso tirar da minha lista. Gosto quando eles são mais envoltos no estilo de Jane Austen. Inclusive, acho que seria ótimo se você fizesse uma listinha de dicas indicando quais romances de época são mais sensuais e quais são mais voltados para os acontecimentos, e o envolvimento amoroso aparece como consequência (não sendo o foco).

  • suzana cariri
    19 abril, 2016

    Oi!
    Ainda não li nada da Nicole Jordan mas lendo a resenha gostei muito desse livro principalmente da protagonista que parece ser forte e determinada, também gostei muito desse casal e como eles tem que reaprender a confiar um no outro, se tiver oportunidade quero muito ler esse livro !

  • Camila Silva
    19 abril, 2016

    Ah amo romances de época, e amo suas indicações de livros do gênero Pah. Nunca tinha ouvido falar nada desta autora e nem desta série, mas já me encantei. Achei o lance da espionagem bem inusitado. Já foi pra minha wishlist.

  • Crika Regina
    18 abril, 2016

    Oi Pah!
    Adorei! O que gostei mais no livro é que ele vai além do romance. Vc falou que tem aventura e eu fiquei curiosíssima com a questão da espionagem, rsrs. Gosto qnd sentimentos são misturados na leitura, como vc bem disse que riu, chorou, suspirou etc. Certeza que tb vou gostar. Preciso ler! 😉

  • RUDYNALVA
    17 abril, 2016

    Pah!
    Livros que permitem perdão e recomeço conquistam meu coração, ainda mais sendo um romance de época, me deixam encantados.
    Gostaria de acompanhar esse romance.
    “Por sabedoria entendo a arte de tornar a vida mais agradável e feliz possível.” (Arthur Schopenhauer)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista especial de aniversário em abril: com 6 livros 5 ganhadores, participem!

  • Micheli Pegoraro
    15 abril, 2016

    Olá Pah,
    Mais um livro pra lista de desejados!
    Assim, como você sou uma fã de romances de época, e amo suas dicas de livros do gênero. Que sensação boa terminar de ler o último livro da primeira série de romance de época que você conheceu; eu ainda não tive a oportunidade de ler a narrativa da Nicole Jordan, mas o primeiro volume dessa série – Sedução – está na minha meta de leitura desse ano. Já estou envolvida com o romance lindo desse casal, adoro quando o relacionamento deles vai evoluindo ao poucos, sem falar que quando os autores abordam questões como o perdão e recomeço, a leitura fica muita mais emocionante, e gostei de saber que a narrativa também é um pouco dramática, amo isso!
    Beijos

  • Jesica Duarte
    15 abril, 2016

    Paola não conhecia essa série, nem tinha ouvido falar. Mais agora to completamente apaixonada só com a resenha, já ta na lista de livros desse ano.

  • Lara Cardoso
    15 abril, 2016

    Parece que é um livro ótimo de se ler e descansar de uma leitura mais pesada. Obrigada pela dica. Beijos.

  • Theresa Cavalcanti
    15 abril, 2016

    Estou com muita vontade de ler esse livro! Parece ser muito bom!

  • Leticia Golz
    14 abril, 2016

    Oi, Pah
    Um romance divertido, picante e ainda com uma dose de aventura, só pode mesmo ser perfeito. Amei a resenha e infelizmente não li nenhum livro da Nicole. Quando vi esse lançamento, alias, eu confundi com a Penny Jordan. Ela também escreve romances (os que conheço e li são romances de banca), você sabe se elas são irmãs?
    Enfim, estou muito curiosa para ler os livros da Nicole e essa série que parece incrível.

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      15 abril, 2016

      Oi, Le! Elas não são irmãs. Esse "Jordan" da Penny é um pseudônimo que ela escolheu usar 🙂

      Beijos

  • Cailes Sales
    14 abril, 2016

    Oi Pah! Amei a resenha!
    Desde que vc indicou essa série, principalmente o primeiro, fiquei doida para lê-la, e finalmente acabei de adquirir Sedução ♥ Espero amar esses livros tanto quanto vc e completar em breve a minha coleção!
    Bj!

  • Marina Mafra
    14 abril, 2016

    Oi Paola! Faz tempo que te acompanho mas só hoje criei coragem de comentar.hehe Sou apaixonada pelo seu blog, parabéns pelo trabalho. Não conhecia esse livro, mas me interessei muito, vou colocar na lista!rs
    Beijo com carinho,

    Resenhando por Marina

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      15 abril, 2016

      Obrigada por comentar, Mari! Fico feliz demais em saber que gosta do blog ♥

      Beijos

  • Rayane Colombo Gomes
    14 abril, 2016

    nao conhecia essa coleçao mas ja tinha visto o principe do prazer… parece ser um livro mto bom bacana e sexy. adorei os personagens e apesar de achar que o fim sera meio cliche super quero ler! hahah

  • Vania Correa
    14 abril, 2016

    Ainda não conhecia essa coleção, mas adorei o Príncipe do Prazer, os personagens são envolventes, fortes e apaixonados, quero muito ler para ler o final desse rom ance.Beijos…

  • Bárbara Carollo
    13 abril, 2016

    Oi Pah!
    Que resenha boa de ler!! Não conhecia a série e nem a autora e amei a dica. Esses livros que abordam não apenas o romance, mas também os dramas dos personagens são os meus preferidos. Na vida real é assim, precisamos moldar nossos sentimentos para que a relação dê certo e agora quero saber como eles vão lidar com esse passado tão difícil
    Fiquei com vontade de começar a leitura por esse e já vou adicioná-lo no skoob!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

  • Talita Oliveira
    13 abril, 2016

    Que reencontro emocionante! O fato da série ser de leitura independente acho que torna a trama mais fácil e leve, além claro de como é citado na resenha haver muitas emoções envolvidas.
    Achei a história super original e gostaria de lê-la com certeza!
    Bjo 😉

  • Miriã Mikaely
    13 abril, 2016

    Bom dia! O único livro que li da Nicole foi Êxtase e também me apaixonei pela escrita da autora. Essa é uma ótima indicação para ler também. Adorei a Resenha!

  • Bruna Lago
    13 abril, 2016

    Só eu que morro de amores quando vejo uma resenha de um romance de época ? Que lindo ! Adoro quando os homens são libertinos e são fisgados pelo amor, ler esse momento não tem preço.
    Nunca li nenhum da serie, mas claro, já anotei aqui. No momento estou em O Clube dos Canalhas.
    Boa noite, linda.

  • Beatriz
    13 abril, 2016

    Pah, eu estava tentando ler menos livros de época e você vem com essa resenha maravilhosa haha Me deu uma curiosidade ENORME de ler esse livro, por que amo livros com essa tematica que já esta meio cliche mas é impossivel não amar <3 Quero muito ler a série toda!
    Beijos