maio 12, 2016

[Resenha] Uma Aposta Perversa – Emma Wildes

Não se fala noutra coisa na cidade. Num momento menos sóbrio, os dois mais famosos libertinos de Londres – o conde de Manderville e o duque de Rothay – fazem uma aposta muito publicitada para decidirem qual deles é o melhor amante. Mas que mulher que reúna beleza, inteligência e discernimento concordará em ir para a cama com ambos os homens e declarar qual deles é mais competente a satisfazer os seus desejos mais profundos? Lady Caroline Wynn é a última mulher que alguém esperaria que se oferecesse. Uma viúva respeitável com uma reputação de gelo, lady Caroline mantém-se firmemente fora do mercado de casamento. Pode não desejar outro marido, mas o seu breve casamento deixou-a com algumas perguntas escandalosas sobre o ato de fazer amor. Se o conde e o duque concordarem em manter secreta a identidade dela, lady Wynn decidirá qual dos dois detém a maior mestria entre os lençóis. Mas, para surpresa de todos, o que começa como uma proposta indelicada transforma-se numa espantosa lição de amor eterno….

Romance de Época | 359 Páginas
| Editora Planeta (Portugal)|
Skoob |
Compare
& Compre: Wook|
Classificação: 3/5
Comprei esse livro pela capa (importei
de Portugal) e o mantive empacado na
estante por anos. Porém, por estar decidida a conhecer mais autoras do meu
gênero literário favorito, resolvi dar uma chance para a escrita da conceituada
Emma Wildes. Confesso que o livro não supriu minhas expectativas e muito menos
trouxe uma trama completamente envolvente e/ou cativante. Entretanto, gostei
dos personagens, da premissa sensual da história, do fato da obra descrever
dois enlaces amorosos (e não apenas um como seria o esperado), e da forma
poética com a qual a autora conduz e descreve o amor. No final, acabei me
surpreendendo por me deparar com uma história que começa com o desejo físico e
termina com dois dos maiores libertinos de Londres apaixonados e decididos a
recomeçar.

Tudo começa com uma aposta.
Nicholas e Derek são dois dos aristocratas mais importantes de Londres, dois
dos homens mais bonitos e desejados, e dois libertinos com corações
despedaçados. Motivado pela dor, Derek – bêbado e ultrajado – propõe ao melhor
amigo uma aposta: levar para a cama uma mesma mulher e ter como ganhador aquele
que ela proclamar como o melhor amante. E o mais impensável é que a aposta tornou-se
real quando Caroline, a lady mais fria de Londres, propôs assumir o papel de
julgadora. O fato é que Caroline teve um casamento horroroso; seu marido foi um
homem rude e grosso que no ato do amor só sabia acusá-la de ser insignificante.
Depois de viver um período de luto permeado pelas memórias e cicatrizes que o
marido deixou, Caroline resolve se entregar para Nicholas e Derek na esperança
de descobrir se realmente é uma má amante – tudo o que ela quer é se sentir
mulher e, quem sabe, abandonar o passado e sonhar com um novo futuro. Nicholas
fica intrigado com Caroline assim que descobre que ela deseja participar dessa
aposta tola, ao mesmo tempo em que Derek mante-se indiferente enquanto tenta
descobrir como sair dessa enrascada e de quebra conquistar o coração da mulher
que realmente habita seus pensamentos: Annabel, a jovem protegida de seus
amados tios. Entre desejo, apostas, paixão e escândalos, esses quatro vão
descobrir o que realmente significa amar de corpo e alma.
Jurava que esse livro seria
pura sensualidade do início ao fim, porém por mais que a trama conte com
inúmeras cenas de paixão, o que realmente sobrepõe é o amor. De um lado temos
Nicholas e Caroline vivendo uma semana tórrida de paixão e descobrindo que são
mais do que aparentam: ele está longe de ser um insensível e ela de ser uma
mulher fria. O tempo que passam juntos – explorando os prazeres do corpo – dá
ao casal a oportunidade de falar de seus sonhos, medos, inseguranças e anseios.
E, por mais previsível que isso seja, adorei que o dia a dia dá a eles a
possibilidade de recomeçar e aprender a amar. Em contra partida, a história de
Derek e Annabel é divertida e cativante. Ela é mais jovem e está noiva de outro
homem. Enquanto ele, conhecido por seu charme e por ser um ativo mulherengo,
vive resmungando pelos cantos por estar pendendo a mulher da sua vida. Também
adorei como ele vai cair na real e lutar pelo que sente, e como isso mostra que
ele é bem mais do que o notório libertino que diz ser.
Como já disse, o desenrolar do
romance dos dois casais é bem previsível. Mas gostei de como a autora aborda o
fato de que Nicholas e Derek são mais do que libertinos regenerados, que na
verdade eles apenas desempenham um papel exigido pela sociedade. Também gostei
de Annabel e de Caroline. Elas são fortes, inteligentes e divertidas; encantei-me
com a história de Caroline e torci por seu final feliz. Mas, ainda assim, não
senti nenhuma conexão com a leitura. Achei os personagens repetitivos em sus
divagações, o romance muito floreado em alguns momentos, e o contexto todo bem mais do mesmo. Claro que o livro tem
seus pontos positivos e que enxerguei vários deles durante a leitura, só –
sinceramente – não achei o livro tudo isso que ele prometia. Ainda assim, foi
uma leitura gostosa e romântica. Sou boba, então fiquei alegre pela felicidade
dos protagonistas e pelo divertido desfecho para essa aposta perversa que os
une. Então, mesmo entre altos e baixos, no final a leitura valeu a pena.

Escolhi esse livro para o quinto item do desafio Históricos & Eu: Um livro que você comprou pela capa.


Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

27 Comentários

  • suzana cariri
    02 junho, 2016

    Oi!
    Achei interessante esse livro por ter dois enlaces amorosos, ainda não li nenhum livro onde temos dois casais principais e realmente esse livro me surpreendeu pela sinopse e a historia pensei que serie bem mais sensual, fiquei curiosa !!

  • Rafaella Abreu
    31 maio, 2016

    Ah que pena que vc não gostou tanto, mas pelo menos se abriu a tentar novas leituras!

  • Maria Fernanda Medeiros
    29 maio, 2016

    Esse livro tem exatamente os ingredientes que me afastam de um romance de época. Não despertou minha curiosidade nem tampouco qualquer intenção de lê-lo. É uma pena, mas entendo quem goste.

  • Pamela Alves
    23 maio, 2016

    A sinopse do livro faz parecer que ele é BEM hot, porém percebi que não é exatamente assim. A capa do livro é linda e chamativa, entretanto o enredo não despertou tanto minha curiosidade. Mas, confesso que adorei as protagonistas, elas parecem ser cativantes. É realmente uma pena quando o livro não supri nossas expectativas.

  • Jessie Barbosa
    21 maio, 2016

    Nunca tinha ouvido fazer dessa autora, fiquei curiosa para saber mais da história queria ler para saber.

    Jéssica Barbosa – http://www.jesselira.com.br

  • Thais Lima Reis
    20 maio, 2016

    Olá Pah,
    Não conhecia o livro, você disse que importou de Portugal então imagino que não seja publicado no Brasil. O que é uma apenas porque sou LOUCA por romances histórico e a historia apesar de ser clichê parece bastante divertida. Libertinos buscando a redenção no amor. Com certeza uma historia que vale apenas. Tomara que alguma editora publique no Brasil.
    Beijos!

  • Andreza Galvão
    19 maio, 2016

    Não me vi atraída pela leitra desse livro. :/ Uma pena ele não ter cumprido tudo o que prometia, mas que bom que, de certa forma, a escrita da autora é boa de se ler. Achei interessante a trama girar em torno dessa aposta e que a partir disso os personagens irão se encontrar, no sentido de se descobrir e descobrir o amor.
    Só uma curiosidade, o livro está escrito em português de portugal? Como foi a leitura? Tenho uns livros pra ler nesse idioma,mas sei que há umas diferenças e tenho receio de me perder na leitura.
    Bjs

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      20 maio, 2016

      Oi, Andreza!
      Foi diferente. Já tinha lido outros livros de Portugal, então esperava uma escrita diferente e mais floreada. Algumas palavras são tão engraçadas! Mas no geral, isso não atrapalha a leitura.

      Beijos

  • Elizabethe Souza
    19 maio, 2016

    Adoro demais esse gênero, mas confesso que não me senti atraída para conhecer esse livro em particular. Depois dessa resenha então…ficou mais claro o que a história traz e decidi não apostar nele 😉

    Beijão

  • Micheli Pegoraro
    17 maio, 2016

    Olá Pah
    Eu também estou buscando conhecer mais autoras desse gênero, já que é o meu gênero favorito, e confesso que não lembro da Emma Wildes. A premissa do livro me deixou bem curiosa pra conferir a trama envolvida, mas é uma pena que a história não é tudo o que promete. No momento estou decida em ler livros envolventes e que me cativem, então por enquanto vou deixar esse de lado.
    Beijos

  • Karolaine Thomé
    16 maio, 2016

    O engraçado é que quando você postou a resenha desse livro, foi justamente a capa que me fez ter um pré-conceito en relação lê-la, não gostei muito dela (não pergunte o porquê, sou maluca kkk). Mas enfim li a resenha e muito me interessou a história haha Parece ser interessante e diferente 🙂 Talvez não supra minhas expectativas, assim como não supriu as suas, mas fiquei cuiriosa rsrs
    Abraços <3

  • karoline bastos
    16 maio, 2016

    oi pah!!!! adoro seu blog! descobri a pouco tempo, mas depois que descobri comecei a te acompanhar dia após dia! seus videos são maravilhosos! E graças a suas indicações ja li e me apaixonei por diversos livros, minhas escolhas por livro sao basicamente iguais as suas, me identifiquei totalmente com suas indicações e leituras! parabéns pelo trabalho!

  • Beatriz dos Santos
    16 maio, 2016

    Não conhecia este livro, a capa é realmente mt bonita e a sinopse desperta a curiosidade em ler, uma pena que a leitura não atendeu suas expectativas. Quando tem uma nova resenha no blog a primeira coisa que olho é a classificação e o 3/5 me decepcionou em querer ler a estória, confesso também que não gosto muito que o desenrolar seja sobre dois casais, gosto quando o livro foca apenas em um.

  • Leticia Golz
    16 maio, 2016

    Oi, Pah
    Não conhecia o livro e realmente a capa é linda, acho que também compraria por isso.
    Uma pena que a obra não atendeu suas expectativas. Acho que mesmo em uma trama previsível, tem que ter um diferencial para rolar.
    O que gostei de saber é que tem a presença de dois casais. Leria se tivesse oportunidade um dia.

  • Cassiana Ollmann
    16 maio, 2016

    Não conhecia esse livro.. gostei bastante da resenha. Vamos ver, vai para a listinha de aquisiçoes. hehehe bjs

  • Bruna Lago
    15 maio, 2016

    É bem diferente a proposta dele de apresentar dois casais. Bem, a ptemkssa era mesmo incrível, eu gostei dele pela sinopse, uma pena que não te agradou tanto. Infelizmente ainda encontramos rommaces que não nos satisfazem.

  • Lara Cardoso
    15 maio, 2016

    ssse já entrou correeeeendo pra lista de leitura!!!!!dois libertinos juntos, com momentos hots na carruagem???? depois dos McCabes e dos totosões do futebol, será o próximooooo……

    Bjus

  • Jessica Becker
    15 maio, 2016

    Apenas pelo fato de envolver uma aposta e libertinos que são muito mais do que aparentam, já me interessei pela história.

  • janaina silva
    14 maio, 2016

    Que pena que o livro não tenha te conquistado. Livros de época,em geral tem como personagem principal,homens libertinos que se"recuperam" com um amor.
    E quando a trama é bem elaborada,até que o velho clichê se torna interessante. Pena que não foi o caso desse!
    Um dos melhores livros de época que li foi o "A Máscara da Sedutora" de Victoria Holt.Não sei se já leu,mas acho que vai gostar. 😉

  • emilya costa
    14 maio, 2016

    Gosto muito de romances…esse parece legal e bastante sensual mas não me chamou muita atenção quem sabe eu não abra uma exerção e acabe lendo

  • rayane colombo gomes
    14 maio, 2016

    fico meio assim pela nota 3.. mas acho que nao me chamaria a atençao se nao fosse por voce. que alias me fez amaaar romances historicos e de epoca. sei que na maioria estes livros sao previsiveis mas sao mto fofinhos

  • Bruna Lago
    13 maio, 2016

    Poxa Pah, que pena que ele não te agradou tanto. Olha, tem muitos romances de época bons por ai, mas tem uns que nem da vontade de começar e já aconteceu comigo. Bem, pelo menos esse você leu e viu alguns pontos positivos.
    A sinopse é mesmo arrebatadora, pena que o livro não cumpre. Imaginei uma bela história, cheia de sensualidade, paixão, desejo e amor. Bem, pela sua resenha o livro não merece tanto entusiasmo, não é?! Bom dia!

  • Pollyanna Ferreira
    13 maio, 2016

    Apesar da resenha não favorável, minha curiosidade foi despertada…rs
    O nosso país está com uma grande remessa de romances de época nas livrarias, mas ainda sinto falta de diversidade de autores – na verdade, não deveria estar reclamando; em dois anos houve uma enorme atenção dada ao gênero no país, mas ainda gostaria de ver outras autoras presentes. Pelo que vi, aqui no país temos essa editora, e seria interessante que ela investisse nessa autora aqui. Quem sabe outras obras…

    Obrigada pela resenha!

    Bj!

  • N4tyDark
    13 maio, 2016

    Talvez eu nunca leria ele se não tivesse visto sua resenhaa kkkkk ♥ Mais aborta um tema mt boom.. Pq isso acontece até hj !

  • Vania Correa
    12 maio, 2016

    Achei a história bem interessante e envolvente, personagens marcantes, fiquei bem curiosa com a leitura, beijos…

  • Theresa Cavalcanti
    12 maio, 2016

    Achei ele interessante, fiquei com vontade de ler. Pena que é de Portugal, aí fica dificil comprar.

  • Jesica Duarte
    12 maio, 2016

    Também compraria pela capa kkk, só pelo título do livro, já pensei que seria bem quente o negócio (risos), mas que bom que foi mais do que isso.