junho 27, 2016

[Resenha] O Acordo – Elle Kennedy

Tocante, profundo, engraçado, sexy… ”O Acordo” é um romance que vai te encantar e surpreender a cada página. Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha. Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

New Adult |360 Páginas
| Cortesia
Editora Paralela| Skoob |
Compare
& Compre:
SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 5/5
O Acordo é o tipo de romance que logo nas
primeiras páginas já ganha o coração do leitor. Além de uma trama divertida,
romântica e extremamente reflexiva, a história surpreende por debater temas
clichês para a literatura new adult– por exemplo, relacionamento de
conveniência, abuso sexual, agressão física, e os pré-conceitos por trás dos
grupos estudantis – e torná-los únicos. Sem dúvida, é isso que mais amo nesse
livro: a maneira como a autora usa pontos de reflexão previsíveis para criar um
romance cativante, emocionante e pra lá de surpreendente. O fato é que lemos muitas
histórias com essa mesma premissa, mas poucas são tão intensas quanto à escrita
pela
Elle Kennedy. Já é a segunda vez que leio esse
livro e a sensação de amor é a mesma; não resisti e acabei apaixonada pela
simplicidade por trás desse romance tão fofo e acolhedor.

A trama
gira em torno de Hanna e Garrett. Ambos são opostos: ela faz parte do grupo dos
músicos e artistas, tem poucos amigos, e passa seu tempo na faculdade focada em
superar o passado e ajudar financeiramente seus pais. Já ele é o cara mais
popular do pedaço, sabe aproveitar a vida e o que ela tem de melhor, é o
capitão do time de hóquei, e tem tantas conquistas no gelo quanto na cama.
Porém, tem uma coisa que Garrett precisa e que só Hanna pode dar: aulas
particulares. Garrett tirou nota baixa em uma prova e só vai poder continuar
jogando se melhorar sua média, por isso ele faz um acordo – depois de muita
persuasão – com a Hanna: ela dá aulas particulares e ajuda ele a aumentar sua
nota, enquanto ele finge estar saindo com ela para fazê-la chamar a atenção de
um gatinho do campus por quem está interessada. Só que é óbvio que esse acordo
não vai sair como o esperado! Hanna é mais do que a garota tímida e reservada
que aparenta; ela quer viver, sentir e superar a experiência horrível que teve
quando ainda era uma menina. E ao lado de Garrett, cara que julgou ser um
atleta babaca e egocêntrico, Hanna vai aprender a confiar em si mesma e,
principalmente, a se divertir sem medo ou reservas. No final, o que era para
ser um acordo vai se transformar em uma cativante e libertadora história de
compreensão, amizade e amor.
Amei a
narrativa da autora; sem dúvida nenhuma é a forma dela escrever que torna esse
livro tão especial. A trama tem bom-humor, personagens bem construídos e que
não são birrentos (ou, pior, irritantemente infantis), contagiantes laços de
amizade, paixão na medida certa, e muita superação. Adorei a forma como a
autora aborda os traumas vivenciados por Garrett e Hanna. Ela tem uma história
difícil que espelha a de milhares de mulheres espalhadas pelo mundo, mas ao
contrário do esperado optou por procurar ajuda e a não deixar tal trauma nublar
seu futuro. Eis uma personagem forte que dá exemplo tanto da dor quanto da
vitória por trás da superação de uma experiência traumática – amei essa garota!
E o mesmo acontece com Garrett; indo muito além da boa pinta, o personagem
anseia respeito, afeto (de verdade,
não de mulheres que só quem estar ao seu lado por status), e reconhecimento
profissional. Ele é responsável, focado e não deixa a figura do pai, e tudo de
ruim que ele representa, torná-lo um homem frio e sem valor. E o ponto é que esses
jovens passaram por situações dramáticas, foram fortes e lutaram por um futuro
diferente, e como resultado conseguiram superar e exorcizar para sempre o
passado. Foi lindo, emocionante e muito, muito mesmo, divertido acompanha-los
nessa jornada. Fora que amei ver Hanna e Garrett desabrocharem durante a
leitura, mostrando que as aparências enganam, e encontrando um no outro um
firme ponto de apoio.
Outra
coisa que me cativou nessa leitura é que o romance nasce da amizade, das sessões
de estudo, das conversas sobre o passado, e das noites de pizzas e muitas séries
de TV. Sabe aquele romance que você realmente sente nascendo no dia a dia? Pois
bem, é isso que temos aqui. Fora isso, outros pontos positivos são: a história é
intercalada entre a narrativa de Garrett e Hanna; a personalidade direta e
maravilhosa de Garrett (ele é charmoso, mas ao mesmo tempo real – ou seja, nada
idealizado); os melhores amigos dos protagonistas; e o final que beira o clichê
mas que ainda assim consegue ser diferente de tudo o que já li. Existe um
momento em que a trama fica bem previsível e queremos matar Hanna por causa de
suas escolhas precipitadas, mas Garrett lida com isso de uma maneira diferente,
divertida e que só faz o leitor amá-lo ainda mais. Gosto quando os personagens
me surpreendem, e Hanna e Garrett fizeram isso.
O único
defeito é que o livro chegou ao fim rápido demais. Amaria se a obra tivesse
mais páginas, porém fico feliz em saber que matarei a saudade desses
protagonistas com a continuação da série – porque mesmo que o próximo volume
não seja uma sequência direta, sei que eles vão aparecer, afinal leremos sobre
a história de amor do melhor amigo de Garrett. Vamos lá Editora Paralela, publique essa lindeza logo por aqui!
• Sobre a Série •
O
Acordo
é o primeiro volume da série Off-Campus (no Brasil, Amores Improváveis). O legal é que cada
livro narra a história de amor de um casal diferente.
Até o momento, a autora
confirmou quatro livros para a série.


Beijos,


Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

19 Comentários

  • Daniella Loureiro.
    13 setembro, 2016

    Quero muuuito ler O Acordo. To doidinha por esse livro haha

  • Nathália Japiassú
    30 agosto, 2016

    Amei o livro!! Depois que li a resenha e outros comentários positivos fiquei com muiita vontade de ler e valeu super a pena, Hanna e Garret são muito divertidos amei a história li num piscar de olhos e também qria mais! E essa capa maravilhosa gnte?! já quero o próximo <3!!

  • Marina Meirelles
    14 agosto, 2016

    Oi Paola!!
    Que resenha lindíssima!!! Também amo esse livro e você escreveu sobre ele super bem!
    Quase surtei aqui quando descobri que haverão mais livros nessa série, tomara que cheguem logo!
    Hannah e Garret foram personagens que eu amei muito por terem se ajudado tanto nesta história! E mesmo que os próximos não tenham eles como foco principal, sei que a autora vai criar histórias tão maravilhosas quanto as do primeiro livro…
    Beijos!

    http://www.blogleituravirtual.com

  • suzana cariri
    02 julho, 2016

    Oi!
    Quero muito ler esse livro, até agora só vi comentários positivos sobre essa historia que me deixou bem curiosa para ler, achei essa historia interessante, simples, mas parece que a escrita da autora trás algo a mais que conquista o leitor, se tiver oportunidade quero muito ler esse livro !!

  • Rafaella Abreu
    01 julho, 2016

    Já tinha lido a sinopse do livro e me interessado, ai entro aqui e vejo sua classificação e sua resenha impecável e: realmente preciso ler esse livro!

  • Jesica Duarte
    01 julho, 2016

    Sempre fico com emoção quando leu uma resenha sua nota 5, amei o crescimento dos personagem, que o romance veio da amizade e que não tinha segundas intensões(pelo menos foi o que entende), tudo o que tem exemplos e superação amo, principalmente quando é romance.

  • Naiara Fidelis Da Silva
    30 junho, 2016

    Já vi algumas pessoas falando bem deste livro, porém confesso que não é um gênero que me faria morrer de amores, mas eu daria uma chance para a leitura com certeza.

    As capas originais são muito lindas.

  • Micheli Pegoraro
    30 junho, 2016

    Olá Pah,
    Como é bom ler uma resenha tão boa e empolgante de um livro que estou doida pra ler. O Acordo está na lista dos 10 livros que mais quero ler no momento, pois os comentários que já li me deixaram super animada para ler essa história apaixonante e divertida, já sei que vai ganha meu coração nas primeiras páginas. Amo livros que abordam temas reais e que nos conduzem a reflexões, e posso esperar que a protagonista Hannah, apesar do que sofreu, é uma mulher que não se deixou abalar, já sei que vou gostar dela. Estou ansiosa para conhecer a narrativa tão envolvente da autora, espero me surpreender com esse new adult.
    Beijos

  • Lucianabmg
    30 junho, 2016

    Li numa sentada.
    Eu assumo que adoro esses clichês high-school (jock com a geek).
    Mas a capa brasileira engana quanto à erotização.

  • Theresa Cavalcanti
    29 junho, 2016

    QUero muito ler esse livro, vejo todo mundo falando dele e falando bem.
    Preciso ler logo!

  • Jéssica Dias
    29 junho, 2016

    Achei a capa tão fofinha que eu acabei pesquisando sobre o livro antes de ler sua resenha hahaha. Parecem estar bem envolvidos com paixão, aquele sentimento que faz a gente ler a história desejando que acontecesse com a gente. Amei ♥

  • Vania Correa
    29 junho, 2016

    Que história linda, amei esse casal, fofo demais e gosto quando ocorre o amadurecimento dos personagens do decorrer da história, apaixonada, a capa está linda demais, beijos…

  • Juliana Lima
    28 junho, 2016

    Apesar de já existirem várias histórias parecidas essa parece ter um diferencial, que como você falou são os personagens que não são infantis, isso me fez ter vontade de ler <3

  • Priscila Tavares
    28 junho, 2016

    Oi Paola, acredita que eu tinha esquecido que esse livro existia? Eu sei, cometi um erro. Estou querendo ler a algum tempo, agora essa vontade meio que aumentou.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

  • Lara Cardoso
    28 junho, 2016

    Li sobre esse livro quando de seu lançamento e fiquei curiosa para saber mais. Li algumas resenhas mas nenhum comentário ainda e espero ter a oportunidade de vir a ler para matar minha curiosidade.

  • Marianne Rique
    28 junho, 2016

    Adorei sua resenha! Parabéns
    Me deu vontade de ler o livro!
    http://osviajantesdelivros2015.blogspot.com.br/?m=0

  • Bruna Barsa
    27 junho, 2016

    ADOREI esse livro!

  • Beatriz dos Santos
    27 junho, 2016

    Estava ansiosa por sua resenha.
    Este livro é sem dúvida o melhor que li este ano, por ser uma historia leve, cativante e apaixonante… Amei Garrett e Hannah por apesar de serem do estereotipo que normalmente vemos nos new adult, são diferentes e reais.
    Ansiosa pelos próximos livros e torcendo para que a autora seja boazinha e escreva ao menos um extra desse casal lindo.

  • Mile
    27 junho, 2016

    Senhor!!!! Dai-me dinheiro para acompanhar tanto livro bom!