novembro 08, 2016

[Resenha] Ninguém vira Adulto de Verdade – Sarah Andersen

“As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém de quem estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando, exatamente, a vida adulta começa. Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos.

New Adult |120 Páginas
| Cortesia
Editora Seguinte| Skoob |
Compare
& Compre:
SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 5/5
Estou completamente apaixonada por esse livro; sem dúvida essa foi uma
das leituras mais divertidas que fiz nesse ano. Sabia que a obra seria
extremamente bem-humorada, até porque o livro nada mais é do que um apanhado de
tirinhas cómicas escritas e ilustradas pela talentosa Sarah Andersen. O trabalho
da Sarah já é conhecido nas redes sociais (ela possui uma página na internet com
milhares de fãs e seguidores), portanto a ideia do livro era falar sobre as
verdadeiras dificuldades do cotidiano de um novo adulto de uma maneira direta e
divertida – da mesma maneira que a autora faz em sua página no Facebook. A obra
aborda temas como autoestima, insegurança profissional, empoderamento feminino,
relacionamentos amorosos reais e nada idealizados, e os constantes
questionamentos sobre o futuro. Ser um novo adulto não é fácil, e é exatamente sobre
isso que a autora fala. E o melhor de tudo, com uma linguagem real e engraçada.


Cada página do livro traz uma tirinha diferente. A protagonista é uma
jovem mulher adulta, assim como a própria autora, que precisa enfrentar os
dilemas típicos da idade. Desta forma, acompanhamos o dia a dia de uma mulher
que amar ler, gastar com coisas que nem sempre são necessárias (que nunca!),
amar quem a ama por quem é, pirar quando a cólica bate, e pirar mais ainda
quando precisa tomar decisões capazes de mudar seu destino. Através dessa
personagem refletimos sobre os altos e baixos da nossa própria vida, e não
apenas aqueles grandiosos e complexos, mas também aquelas coisas pequenininhas
que fazem parte de quem somos. Como, por exemplo, o prazer por trás do cheio de
um livro, ou de uma roupa velha e confortável, ou ainda de passar o dia todo
vendo Netflix ao lado do namorado.


Por falar de coisas simples e reais – que descrevem exatamente o nosso
dia a dia – é impossível não se conectar com a história. A cada página lida eu
me via mais e mais nesse livro: a TPM que me deixa inconstante e volátil, a
vontade de passar a madrugada lendo (mesmo quando tenho que trabalhar no outro
dia), as inseguranças pós-graduação, e as mudanças na aceitação do meu corpo e
da minha beleza (aquela que eu sei que tenho e que não preciso que ninguém,
muito menos a mídia, diga que é correta ou não). Foi uma surpresa encontrar
nessas páginas uma amiga e confidente, alguém que assim como eu enfrenta os
mesmos problemas e medos ou que encontra conforto nos mesmos lugares – vulgo: livros,
chocolates, séries de TV, abraço do companheiro. Amei essa ligação que senti
com as tirinhas da Sarah e com as reflexões sinceras e divertidas que ela traz.



Amei o livro do início ao fim. Ri demais e me conectei com os dilemas
descritos – sério, foram poucas as tirinhas que não me fizeram pensar “cara,
minha vida é exatamente assim”. Por isso, minha única ressalva é que, apesar do
livro falar sobre as maiores dificuldades da vida de um jovem adulto, ele traz
muitas referências sobre o dia a dia das mulheres (até porque a
protagonista/autora são mulheres). Assim, acho que o apelo da obra está
principalmente no público feminino – apesar de achar que os jovens homens
adultos também adorariam essa história.
Não sabe o que comprar de presente para o amigo secreto do escritório?
Não erre e compre esse livro. Ele, sem dúvida, é um maravilhoso presente.
Beijos,



Participe Aqui

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

20 Comentários

  • Izabela Fernandes
    04 dezembro, 2016

    Paola, que dica maravilhosa! Eu adorei, sério. (Quero muito ser a sortuda do TOP Comentarista esse mês hahahaha)
    Eu já tinha visto alguns desenhos dela pelo Facebook e fiquei muito feliz em saber que existe um livro!
    Cólicas são situações extremamente tensas, que nos deixam extremamente sensíveis. "Eu não sei, sério. Não aconteceu nada!"
    Curti muito a ideia de dar pro pessoal do trabalho. Com a época de amigos secretos chegando, essa resenha foi uma mão na roda. Muito obrigada!

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

  • Caroline Foletto
    25 novembro, 2016

    As vezes aparecem algumas dessas tirinhas no facebook e eu adoro, são muito divertidas, só agora eu descobri que tem um livro, adorei!! Realmente, das que li não deixei de me identificar com nenhuma, to louca pra ler!!

  • Caroline Foletto
    25 novembro, 2016

    As vezes aparecem algumas dessas tirinhas no facebook e eu adoro, são muito divertidas, só agora eu descobri que tem um livro, adorei!! Realmente, das que li não deixei de me identificar com nenhuma, to louca pra ler!!

  • Karine Maria
    18 novembro, 2016

    Que livro mais amorzinho, Pah *-*
    Nossa, me identifiquei muito em muitas situações. Quando vi a imagem da bolsa da mulher eu ri muito. Lembrei dos meus amigos da faculdade por sempre dizerem que minha bolsa é um universo alternativo. E claro, a de TPM ! Não teve como não me identificar!!!
    Eu fiquei com muita vontade de ter/ler o livro, sério! Nossa, acho que compartilharia das mesmas emoções que você.
    Realmente esse negócio de "nova adulta" é complicado e é sempre bom ter coisas assim pra se distrair um pouco e perceber que isso é uma coisa pela qual todo jovem adulto vai passar!
    Amei a resenha e o livro. #QueroMuito <3

  • Micheli Pegoraro
    14 novembro, 2016

    Oi Pah,
    Que livro mais fofo e apaixonante! Amei essas tirinhas, um livro que aborda o cotidiano de um novo adulto de uma forma simples, divertida, e também traz várias reflexões sinceras. Amei! Já sei que vou me identificar com várias situações (TPM) haha
    Com certeza é uma ótima dica de presente pras amigas agora final do ano 😉
    Beijos

  • Leticia Golz
    13 novembro, 2016

    Que livro mais fofo, Pah!
    É a primeira resenha que leio dele, embora já tivesse visto o lançamento. Adorei toda a abordagem da autora e gostaria muito de ler, ainda mais você favoritando.
    Adoro quando me identifico assim com o livro, com coisas que também acontecem comigo. Nós mulheres sempre temos milhões de coisas em comum. Adorei a dica.

  • Karina Dias
    13 novembro, 2016

    Preciso muito desse livro. A página é ótima, só tem verdades.
    Ultimamente tenho visto vários autores de tirinhas publicando seus livros, acho isso tão legal, ter seu trabalho mais valorizado ainda. *-*

    Eating Peanuts

  • Jesica Duarte
    12 novembro, 2016

    Oi Paola
    Que fofo esse livro. Alguém que faz um livro desse merece muitas palmas, porque contar o nosso dia a dia de formas engraçadas torna as coisas mais fácies. Quero muito esse livro é muito lindo.

  • Theresa Cavalcanti
    10 novembro, 2016

    Não conhecia essa página, e por mais que livros assim não me interessem muito, vou procurar a página para curtir com toda certeza.

  • Larissa Santos
    10 novembro, 2016

    Oi Pah,
    Amei saber que esse livro (além de ser muuuuito fofo) traz reflexões. Dica anotada para os amigos secretos de fim de ano haha.
    Beijocas ^^

  • Lara Cardoso
    10 novembro, 2016

    Sou apaixonada por livros que nos fazem refletir sobre os nossos problemas cotidianos. E nada melhor do que abordar esses assuntos de uma maneira divertida, simplesmente amei!

  • Adriana Holanda Tavares
    09 novembro, 2016

    Quadrinhos fofos como esse, do Calvin e Haroldo e todos os que nos devolvem a vontade de rir e de sermos crianças novamente me encantam. Naõ sei porque de alguma forma esse livro todo amarelinho me lembrou o Soppy que também é mega fofo!

  • Priscila Tavares
    09 novembro, 2016

    Oi Paola, tudo bem?
    Achei um charme a ideia do livro, e os desenhos das tirinhas estão incríveis. Você falou dele com tanto carinho que estou afim de ler também.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

  • Rônida Lorenzoni
    09 novembro, 2016

    Bom demais, parece livros em quadrinhos, que foi através deles que me apaixonei pela leitura e hoje não vivo sem um livro.

  • RUDYNALVA
    09 novembro, 2016

    PAH!
    Bom demais quando um livro nos faz rir e ainda nos faz identificarmos situações do cotidiano onde nos vemos diariamente.
    “Capacidade de saber cada vez mais sobre cada vez menos, até saber tudo sobre nada.” (Millôr Fernandes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

  • Bruna Lago
    08 novembro, 2016

    Oi Pah, antes de falar sobre essa resenha queria te contar que caiu no Enem uma questão com o livro Persepolis. Acredita? Quando olhei, só lembrei de você, e fiquei agradecida por acompanhar seu blog. Pode não parecer muito, mas uma questão no enem é muita coisa! Obrigada!
    Adoro esses temas em livro, faz a gente refletir, rir e se encantar com as aventuras dos personagens. Eu ri na hora da mao suada kkkkk tenho hiperidrose e minhas maos sempre estão suando. Meu namorado naonse incomoda não, acho que eu fico mais incomodada.
    Adorei o tema do livro, achei fofinho, os desenhos são adoráveis também ! Beijooos

    • Paola Aleksandra
      Paola Aleksandra
      09 novembro, 2016

      Oi, Bruna! Tudo bem?
      Você é a segunda leitora que me fala sobre essa questão do Enem. Fiquei MUITO feliz em saber que o blog ajudou um pouquinho. Te desejo sorte e espero que consiga a vaga que sonha na universidade.

      beijos

  • Eduarda Rozemberg
    08 novembro, 2016

    Eu simplesmente amo as tirinhas da Sarah, são sempre muito divertidas e reais, embora simples. Também já imaginava que fosse uma leitura muito bem humorada, mas não imaginava que era um livro tão fofinho. Gostaria muito de adquiri-lo.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

  • Anna Mendes
    08 novembro, 2016

    Oi Paola! Adorei a resenha!
    Que livro fofo! Fiquei morrendo de vontade de ler! Adoro livros leves, divertidos, mas que também nos fazem refletir. As tirinhas são muito bem feitas e já me identifiquei com aquelas relacionadas aos livros hahaha Com certeza vou apostar nessa leitura 🙂
    Bjos!

  • Caroline Garcia
    08 novembro, 2016

    Esse livro parece ser tudo de bom e mais um pouco.
    Consegue retratar muitas coisas do nosso cotidiano de "jovens adultos".
    Gostei bastante do que vi aqui e espero conhecer a obra em breve.
    Tenho certeza que vai me agradar bastante.
    Achei MARA a capa e os quadrinhos, já quero <3
    Beijos,
    Caroline Garcia