Destaques

Newsletter

assine a newsletter!

E receba a notificação de novos posts por e-mail

janeiro 26, 2017

[Fuxicando Sobre Chick-Lits] Um novo amor à vista - Cláudio Quitino

Por Aione Simões



Oi gente linda!

O Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2017 já começou e fiquei muito feliz em ver a empolgação de vocês para participar! Obrigada pelo carinho ♥

Para cumprir a PRIMEIRA meta, li esse mês Um Novo Amor à Vista, de Cláudio Quirino e, assim, risquei da lista o item #1: Ler um chick-lit nacional que seja seu primeiro contato com o(a) autor(a) que o escreveu. 

Darla é uma típica mulher moderna brasileira – determinada, trabalha, pega condução, tem seus sonhos secretos e ainda está enquadrada na categoria consumidora compulsiva, mas só tem um probleminha: o seu pequeno salário não é suficiente para as suas grandes necessidades. Diariamente tentada pelas propagandas das grifes e incapaz de ignorá-las, ela sempre acaba indo ao encontro de inúmeras bolsas Gucci, burberrys, sapatos Prada, óculos Dolce & Gabbana e suas próprias extravagâncias. Para variar, o seu namorado de seis meses – Greg – acaba de sair de casa e abandoná-la. Disposta a controlar a sua solidão comprando (mesmo que, para isso, seu nome continue no vermelho), Darla vai, aos poucos, se envolvendo numa série de situações divertidas, otimistas e surpreendentes, capazes de arrancar risadas, à medida que seus pensamentos se decifram aos olhos do leitor. Um Novo Amor à Vista trata, em primeira mão, de cada um dos principais dilemas que afetam o universo feminino e trabalha a autoestima, com um tom cômico, sincero e espontâneo. Em seu primeiro romance chick-lit, Cláudio Quirino revela um mundo completamente familiar e entrega personagens marcantes, simpáticos e um primeiro livro planejado.

Chick-Lit | 168 Páginas | Madras Skoob | Compare & Compre | Classificação: 2/5 Resenha de Aione Simões



Minha evolução no desafio:

  1. Ler um chick-lit nacional que seja seu primeiro contato com o(a) autor(a) que o escreveu;
  2. Ler um chick-lit de um(a) autor(a) que você já leu um livro e não gostou;
  3. Ler um chick-lit de capa preta; 
  4. Ler um chick-lit com várias cores na capa;
  5. Ler um chick-lit publicado no máximo há cinco anos (publicação entre 2012 e 2017); 
  6. Ler um chick-lit de até 300 páginas; 
  7. Ler um chick-lit com no mínimo 500 páginas; 
  8. Ler um chick-lit que esteja parado na sua estante; 
  9. Ler um chick-lit indicado por alguém (pode pedir para alguém escolher um para você); 
  10. Ler um chick-lit cujo título seja formado por uma só palavra; 
  11. Ler um chick-lit que seja parte de uma série; 
  12. Bônus: Ler qualquer chick-lit que desejar ler. 

Ainda tem dúvidas sobre o gênero? 
Já conferiu o post com esclarecimentos e indicações de chick-lits? Já viu meu vídeo definindo esse e outros gêneros?


E vocês, cumpriram qual meta em Janeiro? E o que vocês leram para cumpri-la?

Aguardem que, em breve, sairá post com dicas específicas para alguns itens :)



Beijos para todos!






Participe Aqui

Comentários via Facebook

18 comentários:

  1. Oi, Aione!!
    Menina adorei conhecer esse chick-lit nacional!! Estou adorando acompanhar a sua evolução no desafio. Gostei da escolha do livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa obra ainda, nem autor.
    Confesso que depois de ver sua resenha, não fiquei muito animada pra conhecer a obra.
    Dei uma checada no Skoob e a classificação é boa mesmo, mas por enquanto não vai rolar.
    Apesar de a premissa do livro ser interessante :)
    Achei bem bonitinha a capa!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi Aione! Adorei a resenha!
    Eu não conhecia esse livro, e apesar de gostar muito de livros divertidos, a premissa desse livro não chamou tanto a minha atenção.
    Ainda não li nenhum chick-lit esse mês, mas ainda não desisti do desafio hehe
    Vou aguardar as suas dicas!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Aione, com os posts aqui do blog comecei a entender esse estilo de leitura. Vejo que é sempre divertido, os personagens são cativantes e se metem em confusões bem engraçadas.
    Que bom que você começou com o pé direito, deve ser bem legal acompanhar as atividades malucas dessa personagem kkkk
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Adorei a escolha porque eu não conhecia o autor também e não li nada dele.
    Mas que pena que o livro não funcionou muito bem com você. Espero que outros livros do autor possam achar melhor. Vou ficar no aguardo do andar do desafio :D

    ResponderExcluir
  6. Aione!
    Como não estou participando, não cumpri...kkkkkk
    Bom ver um autor nacional escrevendo chick lit.
    Depois vou assistir o vídeo para ver o que achou.
    “O que sabemos, saber que o sabemos. Aquilo que não sabemos, saber que não o sabemos: eis o verdadeiro saber.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Aione
    Nem conhecia esse livro e antes de ver o que você achou, já pensei em ler ele para o desafio. Mas até desanimei com esse desenvolvimento. Nossa, acho que ele fez muita confusão aí, hein :/ Mesmo com a diversao e tudo, acho que nao leria.
    Ainda preciso me organizar para escolher meus chick-lits. Já comecei enrolando kkkk

    ResponderExcluir
  8. Oii Aione,
    Para ser bem sincera não me empolguei nem um pouco para ler esse chick-lit. Não gosto muito dessas histórias sem identidade, autor brasileiro que tenta "americanizar" as coisas. Para cumprir minha meta de janeiro estou lendo "Procura-se um marido" da Carina Rissi e estou amando.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oiii ! queria tanto participar do desafio pois amo chick-lit mas não vai ser possivel... Eu amei essa capa é tão boniitinha, eu nunca tinha ouvido falar do autor, pena que o livro não fuuncionou muito bem pra você, mas mesmo assim quero dar uma conferida na leitura !

    ResponderExcluir
  10. Não sei bem se encaixa na categoria mas escolhi Freud me tira dessa, da Laura Conrado rsrs
    Não sinto interesse na série da Beckie Bloom então a personagem ter a mesma mania não me interessou.... essa união de clichês é um problema quando fica excessivo. Isso do inverno é realmente estranho e acaba nos afastando da história

    ResponderExcluir
  11. Oii Aione, gostei bastante de conhecer esse chick-it nacional. Fiquei curiosa para ler, apesar da confusão que você falou que encontrou no livro.
    Que pena que a leitura não foi tão boa para você.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito do gênero, mas não li nenhum de autor nacional. Adorei essa dica. Gostei dessa comparação com a Beck e de poder rir durante a leitura. Que pena que a ambientação do livro não ficou tão boa, estava animada com um livro deste gênero nacional. Gosto tanto quando os relacionamentos são bem aprofundados que pena que isso não aconteceu aqui. Gostei do vídeo, mesmo com os pontos negativos vou tentar dar uma conferida.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  13. Poxa, o autor então deu uns deslizes mesmo ao longo do livro ein.
    Imagino o como deve ter sido essa junção de tantas cenas típicas de chick-lits em um só livro. É uma pena que não tenha sido muito bom.

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia esse livro, mas já fiquei empolgada para ler <3

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Desconhecia o desafio, mas mesmo que soubesse infelizmente não poderia participar pois já estou envolvida em outros.
    Adorei saber um pouco mais sobre esse chick-lit nacional que desconhecia.
    A premissa é bem interessante e anotei a dica para futura leitura.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  16. Vi esse vídeo no blog da Aione :)
    como eu disse por lá, primeira vez que vejo chick-lit escrito por homem e é uma pena que ele tenha se enrolado tanto no desenvolvimento e cometido esses deslizes citados. Pelo menos ela cumpriu um desafio hahaha

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Vi esse livro antes e fiquei curiosa sobre essa historia, porém mesmo tendo uma historia clichê, acho que faltou um algo a mais para trazer essa diferença no livro, parece que a historia fica mesmo superficial, principalmente nos momentos que se espero um aprofundamento maior da historia e esses furos acabam acabando com esse ar de historia, mas quem sabe não acabo lendo esse livro !!

    ResponderExcluir

Resenhas

© Livros & Fuxicos – Desenvolvimento com por Subir