setembro 17, 2020

LANÇAMENTO: O ROUBO, MINHA NOVA HISTÓRIA

Essa semana lancei minha nova história O Roubo, uma noveleta de época protagonizada por uma pirata. Apesar do lançamento ser atual essa foi a primeira história que eu finalizei e, por ser imperfeita como todas as primeiras histórias, ela ficou esquecida durante anos.

Resolvi publicar O Roubo agora por dois motivos: primeiro porque queria ter uma história minha no Kindle Unlimited e apresentar a Paola escritora a um número maior de leitores. E segundo porque recebo dezenas de mensagens de leitores que querem escrever e não sabem como começar e imaginei que lançando essa história eu mostraria que, para começar não devemos focar em perfeição, mas simplesmente escrever com o coração.

Joana Lancaster faz parte de uma extensa e famosa linhagem de piratas. Desde que a mãe faleceu e a jovem decidiu viver com o pai nas mediações de um navio, o mar passou a ser seu único refúgio. Contudo, o futuro livre que havia imaginado transformou-se em um pesadelo quando Napoleão III assinou um acordo que extinguiu sua profissão. Proibida de viver como pirata, Joana transformou-se em uma ladra contratada pela nobreza. Trabalhando para sobreviver e não mais por prazer, ela nunca mais foi a mesma. Cansado de ser ofuscado pela má reputação de sua família, Filipe Bourbon decidiu casar-se com uma jovem pura e honrada. A celebração impessoal do noivado revelou marcas do passado que ele gostaria de esquecer e, em um ato impensado de rebeldia, Filipe expôs em público uma das relíquias mais cobiçadas de toda a Europa: a famosa e amaldiçoada Máscara Branca. E, a partir de então, virou alvo de habilidosos e engenhosos caça-tesouros. Joana passará semanas planejando como roubar a máscara de Sir Filipe Bourbon e, em uma única noite, descobrirá que é impossível roubar o que lhe é oferecido de bom grado. Entrega, paixão e mistério rodeiam o enlace de um lorde quebrado e de uma pirata obstinada em O Roubo. 

Livro disponível na Amazon

A trama foca em Joana e Filipe – ela foi contratada para roubá-lo, mas em uma única noite vai descobrir que é impossível roubar o que lhe é oferecido de bom grado. O clichê central é do tipo instalove e o final não é o esperado para uma história de amor, ainda assim, essa uma história que eu amo de paixão (por ser a minha primeira obra escrita, por ser protagonizada por uma pirata e, principalmente, por carregar uma mensagem na qual acredito).

Espero que gostem dessa história, mas mais que isso, que vejam todas as imperfeições dela e que tais detalhes os inspirem a correr atrás dos seus sonhos. Assim como eu fiz ao escrever essa história anos atrás, e como Joana e Filipe fizeram ao lutarem por seus sonhos.

Se ler, lembra de me contar o que achou, viu?

Beijos

confira também

Posts relacionados

Comente via Facebook


Deixe seu comentário