Sem categoria
setembro 04, 2012

[Especial Nacional + Promoção] O Brasil faz parte da Minha Estante, e da sua?

Olá
galera, tudo bem? Sexta-feira, dia 07 de Setembro,
comemoramos uma data especial para o nosso país: a Independência da pátria, o
direito político de caminhar e lutar segundo as necessidades do nosso povo. Pegando o embalo desse clima patriota
criou-se o projeto literário “Especial Nacional”, uma semana inteirinha com
vários posts e matérias que ressaltam a literatura e a cultura brasileira. Sendo
assim, para trazer uma diversidade maior de posts para vocês, vários blogs se
juntaram e aderiram essa campanha. Confesso que não sei de qual blogueiro
partiu a ideia do projeto, mas quem me convidou para o mesmo foi minha gêmea de
alma Aione, do blog
Minha
Vida Literária
.  Confira
quais blogs estão participando e não deixe de conferir os posts da semana:
Semana Nacional (De segunda a sexta com posts especiais)
 Especial Nacional (De dois a quatro posts especiais na semana)
Dia de Apoio (Posts
especiais na sexta-feira)
Para embarcar com o pé direito nesse projeto resolvi mostrar para vocês um
cantinho especial da minha estante, o com os livros nacionais!  Antes de
ser blogueira, confesso, não era muito ligada a literatura nacional, com
exceção dos clássicos não fazia questão de procurar livros contemporâneos escritos
por brasileiros, na realidade além do preconceito que eu tinha com essas obras
faltava-me conhecimento sobre elas. Sendo assim, ao criar o Livros &
Fuxicos passei a ter contato direto com alguns novos autores e ao conhecer mais
sobre suas obras resolvi que estava na hora de deixar o preconceito de lado e
valorizar mais nossa literatura, pois bem, não é que eu me surpreendi? A cada livro
nacional que leio fico ainda mais encantada com a qualidade de nossos autores e
fico admirada com a força de vontade de cada um deles. Publicar um livro no
Brasil não é fácil, ter reconhecimento por ele então é ainda mais trabalhoso, o
que só prova o quanto devemos valorizar nossos autores.


Exatamente por esse motivo tenho muito orgulho do cantinho “nacional” que
mantenho na minha estante, toda vez que olho para esses livros fico feliz pelos
autores e imagino o quanto eles trabalharam para que aquele livro estivesse ali,
na minha prateleira. Uma coisa muito gostosa em comprar livros nacionais
diretamente com os autores são as dedicatórias, elas geralmente são únicas e
fazem cada leitor se sentir especial, tenho um carinho especial por todas que
recebo, mas aí estão as minhas preferidas:





Falando em preferidas, como não falar dos meus livros nacionais
preferidos? Aqueles que me emocionaram e me marcaram com suas histórias? Dos
livros nacionais que já li até hoje tenho um carinho especial por três obras:
Apátrida,
que me emocionou de uma maneira inexplicável (Resenha
Aqui);
Terra
Ardente
, que me envolveu em um mundo repleto de intrigas e paixões
arrebatadoras (Resenha
Aqui)
e
Ainda
não te disse nada
, que me tocou ao narrar sobre o poder discreto das
palavras escritas (Resenha
Aqui).

“Talvez este teu
sonho não tenha “ainda” virado realidade. Mas quem dirá o que o tempo ainda 

te
reserva? Da minha parte, desejo que muitas surpresas te aconteçam ao longo da
caminhada. O tempo curto que resta a todo mundo pode ser também tomado como
infinito, se olhando sob outra perspectiva. O tempo cronológico de uma vida
pode não ser longo, de fato, mas o tempo de um amor verdadeiro, este sim, é que
não tem fim”.
Mauricio Gomyde
– Ainda não te disse nada.


“Ali, estava o
abismo, diante dele e dormindo na sua cama, chamando-o para pular. De todas as
mulheres de Matarana, a única que tinha chance de atingi-lo era a menos
adequada para tal missão. Esboçou um sorriso fraco, do tipo que os lascados –
sabendo-se nessa condição, sorriam. – Durma bem, perigo. – murmurou
resignado…”.
Janice Diniz – Terra Ardente.
“Então, retinia uma
pergunta insistentemente dentro de mim: o quanto vale a minha vida? E a das
demais pessoas? Poderia ser dimensionada por quais parâmetros? Um valor em dinheiro?
Uma quantidade de bens? A sua origem étnica ou religiosa? A sua preferência
sexual? Os seus costumes? Não. Nenhum parâmetro válido quantifica a minha vida,
nem a de meu filho, parentes, amigos e estranhos. Nós temos um mesmo e
inestimável preço”.
Ana Paula
Bergamasco
– Apátrida.
Existem também séries e
livros que me envolveram e divertiram de uma forma deliciosa, os quais eu não
deixo de indicar aos leitores do blog ávidos por aventura e romance, alguns
desses são:

  
Indico em especial os
romances da
Laura
Elias
, parceira aqui do blog. Suas histórias são maravilhosas, com a união
intensa entre o romance e o suspense a autora sabe como envolver o leitor,
ressalto ainda, para aqueles que gostam do gênero que ela já teve alguns de
seus livros publicados em formato de banca (Veja a matéria completa
aqui),
eu já tive o prazer de ler um deles e gostei bastante.

 
Para concluir esse post não
posso deixar de compartilhar com vocês meus desejos literários nacionais do
momento. Existem ótimas novidades literárias “
made in Brasil” vindo por aí e para acomodar todas elas já preparei
um lugar especial na minha estante, agora só falta um detalhe, o dinheiro para
comprá-los (risos):

  

  

  

Gostaram do cantinho
nacional da minha estante? E me digam, vocês possuem muitos livros nacionais na
estante de vocês? Que tal uma
promoção para acrescentar um novo livro nacional na sua coleção?
Para participar é simples, post uma foto SUA
com seu livro nacional preferido no Facebook do blog (AQUI) e
convide seus amigos para curti-la, na segunda-feira a foto mais popular leva
para casa o livro “O Sonho de Eva”. Mas fique atento, para participar você precisa comentar nesse post, curtir a página do Facebook
do blog e possuir endereço de entrega no Brasil.


Vamos ajudar a divulgar a
riqueza de nossa literatura!
Beijos, 

Comente via Facebook


Deixe seu comentário

17 Comentários

  • jayane
    12 setembro, 2012

    Adorei o post quero ler Perdida e algum livro da Paula pimenta,não tenho preconceitos com livros nacionais na verdade até prefiro ler um nacional acho muito legal incentivar os nosso autores nacionais.

  • Sonia
    07 setembro, 2012

    Tenho vários e já li alguns. O Meu Pé de Laranja Lima, Dom Casmurro, Senhora, Iracema, etc. Tenho alguns também de Paulo Coelho que ainda não li. No momento não lembro de todos que li ou os que tenho mas são vários.

    soniacarmo
    retalhosnomundo.blogspot.com.br

  • Julia G
    06 setembro, 2012

    Oi Pah, muito legal esse projeto, acho que temos mesmo que dar valor para o que temos de bom aqui mesmo, do nosso ladinho. Eu adooooooro várias obras nacionais (inclusive Terra Ardente e Apátrida são livros que eu amo – estou lendo Ainda não te disse nada no momento. Coincidência? rsrs). Sempre encontro coisas maravilhosas. Parabéns pela iniciativa.
    Pensei em fazer um post especial também, mas não vou ter tempo 🙁

    Beijinhos

  • Camila Fernandes
    06 setembro, 2012

    Adorei a ideia Pah!
    É tão bom exaltar a nossa literatura, ainda mais com autores tão bons que nós temos. Tenho poucos livros nacionais, porque até pouco tempo não lia, mas depois que fiz o blog estou me apaixonando cada vez mais!
    Beijinhos!

    Camila.
    loucuradelivros.blogspot.com.br

  • Maria Silvana Santana
    05 setembro, 2012

    Oie =)
    ameiii o post, tem aí muitos livros maravilhosos alguns tenho outro queroo rsrs
    Hum, estou pensando em enviar uma foto, mas tenho vergonha de pedi votos kkkkkkkk vou pensar.

    Beliscões carinhosos da Máh-
    Felicidades nos Livros
    @Maaria_Silvana

  • Anônimo
    05 setembro, 2012

    Que idéia maravilhosa!! Vocês estão de parabéns!

  • Karina B.
    05 setembro, 2012

    Que bom que vocês resolveram fazer um Especial Nacional, sempre é bom receber esse tipo de dica =D
    Eu tava mesmo com vontade de ler mais livros nacionais, e vocês facilitaram muito minha escolha 😀
    To com muita vontade de ler os livros da Carina Rissi, parecem ser muito bons *-*

    Amei o post!
    Bjs :*

  • Lindsay
    05 setembro, 2012

    Oi Pah,

    Adorei esse post dedicado a literatura brasileira. Já li alguns e gosto muito. O mais especial que li recentemente foi "A bandeja" da autora Lycia Barros, é um lindo livro, com uma mensagem muito bonita. Gostei bastante.
    Beijos

  • Gustavo
    05 setembro, 2012

    Q legal .. gostei …

    http://vampleitores.blogspot.com.br/

  • Steh
    04 setembro, 2012

    Nossa, adorei a postagem. Eu mesma não tenho muitos livros nacionais pois nunca tive o costume de comprar mesmo e também não conhecia muito…Depois que resolvi dar uma chance aos autores nacionais só venho crescendo minha coleção e tô adorandoooo
    Agora mais velha tenho maturidade pra entender o quanto eles batalham pra lançar um livro no nosso país e não leio só best sellers mais, como quando era adolescente e vejo isso como algo muito bom
    parabéns pela iniciativa!!

  • Lili
    04 setembro, 2012

    Eu confesso que já tive muito mais livros nacionais e hoje em dia ando adquirindo poucos. Eu adoro os autores nacionais no meio juvenil, acho muito melhores (se comparar em número de autores e nacionailidades) do que os do exterior. Talvez por se aproximarem mais da nossa realidade.
    Sendo assim, sou toda carinhos com os livros dos autores que tornaram minha infancia e adolescencia magica e prazerosa com suas palavras.

    liliescreve.blogspot.com

  • Pati Peña
    04 setembro, 2012

    Que post maravilhoso! Eu tenho alguns livros nacionais que amo, Perdida da Carina Rissi, Todas as Estrelas do Céu do Enderson Rafael, Ser Clara da Janaina Rico, Entre o Amor e a Amizade da Bianca Briones, Vida Após o Amor da Sophia A White, Mundo de Vidro do Maurício Gomyde e tenho Ainda não te disse nada que ainda não li, estou aguardando Três Céus do Enderson Rafael e Entre a Nobreza e o Crime da Jane Herman que receberei esta semana pelo correio ;). Ainda este mês vou comprar Adeus à Humanidade da Marica Rubim e Procura-se um Marido da querida e super fofa Cariana Rissi que é uma das minhas autoras preferidas e que tive o prazer de conhecer pessoalmente! Tenho mais na minha lista, mas não quero aborrecer vocês com tanta coisa kkkkkk
    Bjs,
    @PatriciaADavis

  • leitura hot
    04 setembro, 2012

    Oi Pah!
    Cade vez mais me surpreendo com os nacionais, ultimamente ando lendo vários e cada um consegue me conquistar de uma maneira diferente…
    Agora terra ardente é que tô mais ansiosa, só pelas indicações já da pra saber. Li crepúsculo vermelho de Laura Elias faz um tempão, e amei…só não li a continuação pois já estava um pouco saturada de vampiros..rsrs
    Ahh com certeza quero ler entre a nobreza e o crime, as capas são um luxo!
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

  • Aione Simoes
    Aione Simoes
    04 setembro, 2012

    Gêmea, fiquei super feliz de te ver aderir ao especial, eu adorei a ideia e adorei poder participar! Obrigada pela citação ai no post 😀
    Eu também só fui conhecer sobre as obras nacionais contemporâneas depois de fazer o blog, e cada vez me surpreendo mais!
    Minha estante tem uma prateleira só pra nacionais, de tantos que já tenho!
    Dos seus favoritos, só não li Apátrida e eu também amei os outros dois!
    Dos seus desejados, terminei hoje Equinócio e amei! A Bandeja também é sensacional e Você Tem Meia Hora é meu chick-lit nacional favorito <3!
    Já comprei Perdida, mas ainda não li! E eu também quero O Pássaro!!
    Beijão, adorei o post!

  • Sabrina ツ
    04 setembro, 2012

    Adoreeeeeei! Mas está faltando livrinho aí, hein?! haha
    Será que ganho? Meus friends são uns fracos quando têm que curtir minhas fotos… kkkkkkkkkk…

    bjs!

  • Priscila Boltão
    04 setembro, 2012

    Posts como esse me dão crise. Pq eu fico pensando em todos os livros maravilhosos publicados por aí que nunca li. Sério!
    Eu acho que não tenho nenhum nacional na minha estante. Não, tem um do Augusto Cury. Só, tb. E uns de psicologia (hobby, mesmo). Assim como vc, antes de começar o blog, eu quase nem me ligava em literatura nacional. Nem preconceito. Só acho que falta de divulgação, de apoio mesmo. Só depois de começar o meu blog e ler os outros por aí percebi como tem livro nacional que me faz pensar "meu deus, como nunca ouvi falar disso!"
    Mas aí, veja só, a deprê aumenta. Pq desde que comecei a ir pro mim mesma escolher livros, primeiro nas bibliotecas e depois nas livrarias, em algum momento me bate aquele horro de perceber que, nem que eu viva mil anos, não vou conseguir ler todos os livros maravilhosos que vejo por aí.
    Aiai.